#4ThePlayers: Memórias de quem JogaSempre

 

Após os artigos do Telmo Couto, também senti a necessidade de deixar uma palavrinha acerca da minha experiência com a PlayStation 4 ao longo deste período.


Comprada algum tempo após o seu lançamento, a aquisição já foi realizada com a inclusão da edição especial de Uncharted 4 e a versão era a Slim. Longe de imaginar que iria obter uma variedade de jogos para analisar de vários géneros diferentes e jogar online como nunca o tinha feito antes numa consola, o investimento valeu completamente a pena.

Embora o amor pela PlayStation 2 se mantenha, não posso deixar de referir alguns jogos que tiveram a sua estreia na quarta consola e que vão manter-me ocupado durante mais um bom tempo, mesmo após o lançamento da PS5.


O online foi crucial mais que nunca. O serviço PS Plus com ofertas de jogos e acesso a promoções únicas, foram o motivo de passar horas ligado à internet na consola. Não me recordo de dispensar tanto tempo no online a jogar contra outros, amigos ou desconhecidos, foram horas dedicadas ao Dragon Ball FighterZ como nunca dediquei online em outros jogos na PS4.

Deu igualmente a oportunidade de obter vários jogos gratuitos e assim, experimentar ou até finalmente adquirir alguns os quais tinha intenção em adquirir fosse de forma digital ou física que é o caso de Street Fighter V adicionado recentemente à biblioteca, tudo isto através do PS Plus. O online deu a oportunidade de jogar com tanta gente os meus fighting games, foi onde passei horas com o meu irmão que se encontra emigrado e foi da maneira que podemos trocar socos no Tekken 7, série que já nos acompanha desde o Tekken 2 nas nossas casas desde miúdos.

Jogos como o Dragon Ball: FighterZ ou o Tekken 7, os quais ainda jogo com frequência online, ou jogos os quais têm a sua exclusividade como Final Fantasy 7: Remake e até algumas preciosidades adquiridas. Exemplo disso é o Fist of the North Star: Lost Paradise ou até mesmo a série completa de Yakuza, adquiri toda a coleção para viajar neste mundo rico da máfia Japonesa.

 

Quanto a jogos que comprei e me colaram ao sofá por 150 horas, o grande culpado foi um exclusivo de nome Persona 5! Embora este tivesse sido lançado igualmente na PS3, com alguma sorte consegui comprar a edição especial deste excelente RPG para a PlayStation 4, que é o meu preferido da série e um dos meus jogos favoritos de sempre. Um outro jogo que não pensei duas vezes em adquirir após longos anos de espera foi The Last Guardian, uma edição de colecionador fantástica de uma jornada emocionante.

Quanto à nova geração, nota-se o entusiasmo das pessoas devido as pré-reservas que esgotaram num piscar de olhos, pois também farei o mesmo, assim que tiver a oportunidade de realizar a aquisição da novíssima PS5 e embarcar nas novas aventuras que a PlayStation tem para nos oferecer.

#4ThePlayers: Memórias de quem JogaSempre #4ThePlayers: Memórias de quem JogaSempre Reviewed by Patrício Santos on 09:00 Rating: 5

Latest in Sports