Primeiras Impressões de Mario Kart Live: Home Circuit


Anunciado há apenas um mês, durante o Super Mario Bros. 35th Anniversary Direct, Mario Kart Live: Home Circuit foi sem dúvida uma das grandes surpresas da Nintendo para esta temporada, senão mesmo a maior. Afinal, como não ficar curioso com um jogo de corridas que mistura um kart a deslocar-se no mundo real com uma experiência de realidade aumentada na Switch?

A convite da Nintendo, tivemos o prazer de assistir a uma apresentação online do jogo, a que se seguiu uma secção de perguntas e respostas, de forma a conhecermos melhor esta nova experiência de Mario Kart, com lançamento marcado já para o próximo dia 16 de outubro!
O evento começou com a apresentação dos materiais incluídos na caixa, que no lançamento estará disponível em duas versões, Mario e Luigi, com o kart correspondente no interior. Além da personagem escolhida, cada caixa irá conter 4 metas em cartão, com as quais se irá definir as pistas, e duas placas de setas também em cartão, meramente decorativas. A caixa contém ainda um cabo USB, que permite carregar a bateria da viatura.

Quanto ao software, este estará disponível como download gratuito na eShop para todos os utilizadores da consola, sendo que irão na mesma precisar dos materiais físicos para poder jogar.


Em Mario Kart Live, a experiência irá começar com a criação da pista no mundo real, colocando as quatro metas onde se quiser, assim como o kart naquele que será o ponto de partida. Depois, na Nintendo Switch, o jogador começa a controlar a viatura que, graças a um sistema de pintura mágica, irá registar o percurso até se completar uma volta... e assim surge uma pista, com tanto de real como virtual!

Se o percurso no mundo real pode ser tão simples como posicionar livremente as quatro metas, a sua personalização não tem quaisquer limites, podendo usar-se todo o tipo de objetos, tanto para efeitos decorativos como para gerar obstáculos físicos para aumentar a complexidade das pistas. E sendo este um jogo de Realidade Aumentada, claro que não podia também faltar a personalização digital. O objetivo é que, mesmo sem se mudar o percurso do mundo real, se consigam criar experiências bastante diferentes.


Uma forma de personalização está nas metas colocadas ao longo da pista, que tanto podem oferecer itens, como dar boost de velocidade às viaturas, ou até conter armadilhas. Quanto mais se joga, mais opções são desbloqueadas. O próprio ambiente de jogo pode ser alterado, desde uma pista "normal" até uma corrida no deserto ou uma experiência subaquática, entre muitas outras, cada uma com o seu tipo de decoração e obstáculos. Até mesmo o kart, no mundo digital, pode ser personalizado, bem como a roupa da personagem e até mesmo a buzina, o que irá também afetar o comportamento da viatura real.

Sendo o jogo uma experiência de Realidade Aumentada, uma boa parte da magia acontece no mundo real. A velocidade da viatura será a mesma que a do jogo, variando entre os tranquilos 50cc até aos intensos 200cc. Levar com uma carapaça no jogo irá parar a viatura, assim como uma barreira no mundo real fará o kart parar dentro do jogo. Até mesmo detalhes como uma tempestade na pista será retratada nos movimentos da viatura.


Falando do jogo propriamente dito, este contará com 4 modos de jogo: Grand Prix, Custom Race, Time Trial e Multiplayer Local. Os dois primeiros são focados na experiência para um jogador, sendo que o Grand Prix vai apresentando diferentes ambientes e níveis de dificuldade, enquanto que no Custom Race tudo fica ao critério do jogador.

Mario Kart não seria a mesma coisa sem uma componente multiplayer, e neste Home Circuit poderão juntar-se até quatro jogadores em modo local, cada um com a sua Nintendo Switch com o software instalado e uma viatura. Aqui, o "host" será o criador da pista, na qual todos irão competir entre si.

Já quanto ao modo Time Trial, este poderá também servir como opção multijogador, na qual várias pessoas poderão, alternadamente, competir pelo melhor tempo nas corridas, sem precisar de múltiplas consolas e viaturas.


Em geral, este não pretende ser um jogo extremamente competitivo, mas sim algo divertido e familiar. Mesmo havendo pistas definidas, não há penalização por se sair dos limites da mesma, por exemplo, ou passar ao lado de uma meta sem a atravessar, desde que se consiga depois atravessar a seguinte, o que poderá por exemplo levar à descoberta de atalhos.

Quanto ao tamanho das pistas, o limite estará tanto na imaginação do criador como no alcance da viatura, que é controlada em modo wireless local. Já como tamanho mínimo, a Nintendo recomenda uma sala de 3 x 3,5m para uma boa experiência.

Daqui a apenas duas semanas, todos poderão experimentar Mario Kart Live: Home Circuit, com lançamento previsto para dia 16 de outubro. Por isso, o melhor mesmo é ir pensando nas pistas que querem criar!


Primeiras Impressões de Mario Kart Live: Home Circuit Primeiras Impressões de Mario Kart Live: Home Circuit Reviewed by Telmo Couto on 09:00 Rating: 5

Latest in Sports