Boardgames - Novidades de Novembro


Mais um mês, mais novidades mensais na área dos jogos de tabuleiro, e também projetos Kickstarter para o mês de outubro.


Novidades de jogos de tabuleiro

(escrito por Daniel Alexandre)


Neste mês de novembro não existiram jogos a causar muito furor ou criar enormes expetativas nos seus lançamentos, mas ainda assim deixo aqui os jogos mais esperados pelos utilizadores do site BoardGameGeek.


1 – CloudAge (English edition) (2020)

Editora: Capstone Games

Criadores: Alexander Pfister e Arno Steinwender

Arte do jogo: Christian Opperer

CloudAge Cover Artwork


CloudAge, é um jogo que funciona num sistema de campanha de 1 a 4 jogadores, com uma duração de 60 a 100 min. a partir dos 10 anos, numa mistura de engine-building, construção de deck e gestão de recursos, com novos elementos sendo introduzidos no jogo conforme os jogadores progridem nos capítulos. 


A sua história desenrola-se quinze anos depois da misteriosa sociedade secreta "Cloud" ter ateado fogo a locais de produção de petróleo e queimado grandes florestas para desestabilizar o mundo. A catástrofe ambiental resultante teve efeitos desastrosos em todo o planeta. Agora, anos depois, o jogador viaja acima da paisagem seca nas suas aeronaves, em busca de uma vida melhor. Visita cidades, envia drones para recolher recursos e luta contra a milícia da "Cloud".


2 - Paris

Editora: Game Brewer

Criadores: Michael Kiesling e Wolfgang Kramer

Arte do jogo: Andreas Resch

Paris Cover Artwork


Paris estava na minha wishlist e chega na 1ª semana de novembro, e pelas imagens é um jogo que vai ficar muito bem em qualquer mesa, mas será mais do que um jogo bonito?


Um jogo de 2 a 4 jogadores, com uma duração de 90 min. a partir dos 12 anos, em que exploramos Paris no século XIX. Descobrimos a sua arquitetura de renome e tentamos obter os edifícios mais marcantes nos bairros certos para alcançar a vitória.


Paris é um típico jogo de Kramer e Kiesling, um euro de dificuldade média com jogabilidade simples, jogadas curtas e um engenhoso mecanismo de salada de pontos. Ganha-se pontos principalmente obtendo os edifícios certos e recolhendo as cartas de bónus certas.


Em Paris, assumimos o papel de investidores imobiliários na Paris dos anos 1900. Paris está no auge de sua transformação numa das cidades mais bonitas do mundo. Depois de ter organizado com sucesso a Feira Mundial de 1889, culminada com a construção da Torre Eiffel e comemorando o centenário da Tomada da Bastilha, Paris passa por um período conhecido como “La Belle Époque”. A arquitetura de Paris criada durante este período variava das Belas Artes, neo-bizantina e neo-gótica à Art Nouveau e Art Deco. Temos como objetivo comprar alguns desses magníficos edifícios parisienses para lucrar e investir no desenvolvimento e manutenção de alguns dos edifícios e marcos mais icónicos de Paris.


3 - Clash of Cultures: Monumental Edition

Editora: WizKids

Criador: Christian Marcussen

 Clash of Cultures: Monumental Edition Cover Artwork


Clash of Cultures: Monumental Edition traz de volta o clássico jogo de exploração, expansão e desenvolvimento com o jogo básico Clash of Cultures e a expansão Civilizations and Aztecs numa só caixa, sendo um jogo de 2 a 4 jogadores, com uma duração prevista de 180 a 240 min, apropriado para jogadores a partir dos 14 anos.


Faça crescer a sua civilização, avance a sua cultura e tecnologia e deixe a sua marca construindo maravilhas, com esta edição do jogo que inclui miniaturas totalmente esculpidas das Sete Maravilhas.


Em Clash of Cultures, cada jogador conduz uma civilização onde devem explorar os seus arredores, construir grandes cidades, pesquisar avanços e conquistar aqueles que estão no caminho. O jogo apresenta um tabuleiro modular para os jogadores explorarem, 48 avanços distintos, sete maravilhas poderosas e um monte de miniaturas e cartas. O vencedor criará uma cultura que será lembrada e admirada.


4 - Honey Buzz 

Editora: Elf Creek Games

Criador: Paul Salomon

Arte do jogo: Anne Heidsieck e Jason D. Kingsley

Honey Buzz Cover Artwork


Um jogo para 1 a 4 jogadores, com duração de 45 a 90 min. a partir dos 10 anos.


Honey Buzz é um jogo de colocação de abelha operária em que os jogadores expandem uma colmeia pessoal fazendo draft de vários tiles de favos de mel que concedem ações que são acionadas durante o jogo. Cada peça representa uma ação diferente. Sempre que uma peça é colocada de forma que complete um certo padrão, um conjunto de ações é acionado na ordem que o jogador escolher. Uma peça escolhida no turno um pode ser ativada até três vezes a qualquer momento durante o jogo. Tudo depende de como o jogador posiciona as suas abelhas e constrói a sua colmeia. Afinal, no negócio do mel, a eficiência é rainha.


Conforme expandimos continuamente a colmeia, buscamos néctar e pólen, fazemos mel, vendemos diferentes variedades no mercado de ursos, oferecemos degustações de mel e atendemos a rainha e a sua corte. Há uma quantidade limitada de néctar para distribuir e encontrá-lo não será fácil. Os jogadores terão que explorar o campo de néctar e prestar atenção nas pesquisas dos outros jogadores para tentar deduzir a localização do néctar de que precisam para si mesmos.


5 - Maglev Metro

Editora: Bézier Games

Criador: Ted Alspach

Arte do jogo: Ollin Timm

Maglev Metro Cover Artwork


Em Maglev Metro, um jogo e 1 a 4 jogadores, com uma duração estimada de 60 a 90 min. a partir dos 14 anos, os jogadores utilizam a tecnologia de levitação magnética de última geração para construir um sistema metropolitano, transportando trabalhadores e robots sob a cidade. Substitua os antigos sistemas de metro de Manhattan e Berlim por uma tecnologia mais nova, mais rápida e silenciosa. Aprimore as habilidades do seu sistema para que os passageiros cheguem ao destino primeiro.


A Eficiência é a chave para o sucesso neste jogo de apanhar e entregar passageiros, colocar tiles e engine-building. Tiles transparentes permitem que a sua rota se sobreponha à rota dos seus oponentes, levando-o de uma estação para outra. Os robots atualizam e ajustam as suas habilidades com eficiência, aproveitando objetivos únicos para maximizar os pontos. No final do jogo, o tabuleiro transformou-se num mapa de metro moderno, com rotas coloridas conectando estações por toda a cidade.


6 – Chronicles of Crime: 1400

Editora: Lucky Duck Games

Criadores: David Cicurel e Wojciech Grajkowski 

Arte do jogo: Barbara Gołębiewska, Mateusz Komada, Katarzyna Kosobucka, Mateusz Michalski

Chronicles of Crime: 1400 Cover Artwork


The Chronicles of Crime: 1400 traz de volta mecanismos bem conhecidos do jogo original Chronicles of Crime, ao mesmo tempo em que adiciona algumas novidades, de 1 a 4 jogadores com uma duração estimada de 60 a 90 min. a partir dos 14 anos. Agora podemos deduzir não apenas das provas que encontrarmos ou dos testemunhos dados por vários personagens, mas também das cenas misteriosas representadas em novos Cartões de Visão. Essas cenas podem ser do futuro ou do passado e geralmente envolvem personagens e objetos a serem revelados.


Durante a investigação, também podemos contar com os nossos familiares para compartilhar conhecimentos. Podemos perguntar ao nosso tio, um monge que tem um grande conhecimento sobre textos escritos, à nossa irmã, uma comerciante que sabe algo sobre quase todos os objetos que encontrarmos, ou até mesmo nosso irmão, um espião do rei, que conhece uma ou duas histórias sobre muitas das pessoas que vamos conhecer. 


Apesar de não ser o mês dos nomes sonantes ficamos com algumas novidades que poderão ser bastante interessantes. No entanto, no próximo mês ficaremos com os jogos aguardados como possíveis prendas de Natal. Até lá!


Kickstarters em destaque

(escrito por Ricardo Jesus)


Lost Ones

www.kickstarter.com/projects/gbg/lost-ones   

Campanha termina a 2 de Novembro de 2020

Criadores: Gordon Alford

Arte do jogo: Matt Forsyth, Paperhead, Steven Preisman

Editora: Greenbrier Games


Lost Ones é um jogo de exploração que faz lembrar os livros da nossa infância “Aventuras Fantásticas” onde o leitor decidia o rumo da sua aventura. Neste jogo, o jogador assume o papel de um dos quatro jovens que foram sequestrados e levados para o Outro Mundo, o domínio dos Fae. O jogo começa com o personagem acabado de escapar do cativeiro, no meio de um conflito entre fações Fae, e agora tem de explorar este reino mágico feito de sonhos para descobrir um caminho para casa. 



O jogo consiste num determinado número de fases, onde o jogador pode realizar as seguintes ações:

Explorar uma nova área colocando um tile do mapa, mover-se para lá e ler o texto do encontro correspondente no livro de histórias.

Realizar uma ação que consta no encontro do livro de histórias.

Mover-se para um tile adjacente do mapa.

Ativar cartas de Boon


Ao investigar um tile do mapa, o personagem experimenta um encontro do livro de histórias onde poderá ter de fazer uma escolha sobre como proceder. Um encontro geralmente requer que um jogador use uma ou mais cartas de Habilidade da sua mão que correspondam ao nível de dificuldade do encontro. O sucesso pode significar aprender informações valiosas, superar um obstáculo ou até mesmo ganhar cartas de Boon que concedem poderes mágicos ou relíquias míticas. Explorar este reino dos sonhos pode também resultar no aparecimento de Banes, que irão atrapalhar o progresso e potencialmente levar à destruição do personagem.



O jogador tem de localizar e encontrar uma maneira de abrir um dos vários Gateways que podem transportá-lo para casa. Isso deve ser conseguido antes de se esgotar o tempo, ficar sem cartas na mão ou ser apanhado por um Fae enviado para caçar o personagem. O uso cuidadoso de recursos, juntando pistas e adquirindo cartas de Boon especiais são fundamentais para ganhar o jogo. Com base nas escolhas feitas pelo jogador, há também uma dezena de finais de história diferentes com seus próprios epílogos.


Para além do modo solitário, o jogo também suporta um modo cooperativo para até 4 jogadores.

Fox Matters

www.kickstarter.com/projects/470222694/fox-matters-0    

Campanha termina a 3 de Novembro de 2020

Criadores: Jacek Gołębiowski

Arte do jogo: Beata Smugaj

Editora: Gindi


Fox Matters é um jogo cooperativo em tempo real para 1-5 jogadores sobre adoráveis raposas que lidam com problemas do dia a dia. Corre contra o tempo, recruta raposas e combina os seus símbolos para lidar com os problemas que se vão acumulando no reino.


O jogo alterna entre fases de planeamento e fases de ações em tempo real.


Para lidar com problemas, complicações e pesadelos que não param de chegar, os jogadores precisam de combinar os símbolos das cores adequadas aos requisitos das cartas.

Os símbolos podem provir de:

Miniatura do jogador – cada herói tem uma cor que pode ser usada para contribuir para resolver um dos problemas.

Cartas de Ação / Cuidado / Amizade - distribuídas a cada jogador no início de cada turno.

Cartas Fox - recrutadas durante o jogo.


As cartas não podem ser jogadas ao acaso. Cada carta jogada tem de satisfazer um dos símbolos especificado pela carta anterior. Se for cometido um erro, a combinação não funcionará, mesmo que todos os símbolos necessários para resolver o problema estejam presentes. Ao cooperar em tempo real para tentar resolver os vários problemas a contrarrelógio, é fácil cometer erros! 


Problemas resolvidos com ajuda dos heróis premeiam os jogadores com pedaços de queijo que podem ser usados para ativar as habilidades especiais dos seus personagens. Os problemas não resolvidos vão acumular com novos problemas ou pesadelos que irão surgir no turno seguinte complicando a vida aos jogadores.


O jogo é ganho se os jogadores conseguirem resolver todos os problemas e pesadelos que irão encontrar durante os 6 turnos do jogo.


Um jogo leve e que certamente proporciona diversão desde os mais novos até aos mais veteranos.


TacTiki

www.kickstarter.com/projects/drawlab/tactiki 

Campanha termina a 4 de Novembro de 2020

Criadores: Gábor Incze

Arte do jogo: Nagy Norbert

Editora: Drawlab Entertainment


TACTIKI é um jogo de tabuleiro para dois jogadores onde a tática, planeamento e memória são as principais armas dos jogadores.


Cada jogador começa por colocar as suas peças (TAC ou TIKI) em lados opostos de um tabuleiro 5x5 criando pilhas de duas peças em cada uma das casas iniciais. 

Cada peça tem um número de 1 a 5 que não deve ser revelado ao adversário.


O jogo sucede-se em turnos alternados onde cada jogador pode executar uma das 2 seguintes ações:

Reincarnar uma das peças que tenha sido derrotada, colocando-a numa das suas casas inicias que esteja vazia.

Mover 2 peças distintas uma casa ou mover 1 peça duas casas. O movimento é sempre ortogonal e pode passar por cima de pilhas existentes. Uma peça ao ser colocada numa das casas inicias do adversário não pode ser mais movida!


Sempre que uma peça é movida para cima de uma pilha onde a peça de topo é do adversário inicia-se um confronto entre essas duas peças. Durante um confronto cada jogador roda a sua peça 180º para mostrar o número da sua peça ao adversário e ganha a que for mais forte segundo o quadro abaixo:


Se a peça do adversário for derrotada, é removida, e inicia-se novo confronto caso a peça a seguir seja também do adversário. No caso de empate os jogadores viram de novo as peças 180º para ocultar os números, sendo que a peça pode ficar no topo da pilha, bloqueando a movimentação das peças que estão por baixo.

O primeiro jogador que construir uma pilha de 5 peças suas numas das casas iniciais do adversário ganha o jogo!

 

Darkest Dungeon: The Board Game

www.kickstarter.com/projects/1162110258/darkest-dungeon-the-board-game   

Campanha termina a 6 de Novembro de 2020

Criadores: Nick Niotis, Argyris Pouggouras

Arte do jogo: Christopher Bourassa

Editora: Mythic Games


Conhecida pelas suas campanhas milionárias no Kickstart (Joan of Arc, Solomon Kane,  HEL: The Last Saga, etc.), desta feita a Mythic Games traz para o mundo de jogos de tabuleiro a sua adaptação do aclamado jogo de PC e consola Darkest Dungeon da Red Hook.


Tal como na sua versão digital os jogadores têm como missão livrar a mansão e os seus arredores de todos os tipos de horrores: hordas de mortos-vivos, feras fedorentas e abominações misteriosas ... E, no limite das tuas forças ou limiar da loucura, desenraizar o mal da masmorra mais escura.


Darkest Dungeon é um dungeon crawler totalmente cooperativo no qual os jogadores assumem o papel de aventureiros. Embora corajosos e determinados, eles são apenas humanos propensos à loucura e à dor que os perversos habitantes das masmorras lhes irão infligir.



O jogo é disputado em campanhas de 11 missões. Para chegar à Darkest Dungeon, os jogadores terão que concluir 3 missões por cada nível de ameaça e derrotar o chefe correspondente. 


Os jogadores escolhem para cada herói 3 habilidades de entre 7 disponíveis antes de começar uma missão, que podem ser melhorados com o decorrer do jogo. Em cada sala da masmorra, terão de escolher a postura para cada herói (agressivo, defensivo, longo alcance e suporte) que seja a mais adequada para enfrentar o próximo encontro. Em cada turno, o jogador escolhe duas das ações disponíveis: mover-se, interagir com o ambiente, mudar sua postura ou usar uma habilidade (se elegível na sua postura atual). Vence os inimigos, resiste à loucura desenfreada e sai vitorioso antes de caminhar para a próxima batalha. 



Entre as missões, podes passar tempo na aldeia, visitando os vários edifícios que te aliviarão do trauma físico e mental suportados pelos heróis. Melhora os edificios das aldeia restaurando-a à sua glória antiga para ajudar os heróis a cumprir o objetivo final: expurgar o mal que reside na darkest dungeon!


Nova Aetas: Renaissance

www.kickstarter.com/projects/lmstudio/nova-aetas-renaissance   

Campanha termina a 12 de Novembro de 2020

Criadores: Luca Bernardini, Andrea Colletti

Arte do jogo: Fernando Armentano, Antonio De Luca, Paolo Scippo, Giovanni Pirrotta

Editora: Ludus Magnus Studio


Nova Aetas Renaissance é um jogo de tabuleiro tático cooperativo ambientado num período alternativo do Renascimento italiano fantástico e escuro. O jogo conduz os jogadores através de uma campanha fantástica e mítica baseada em eventos históricos da guerra entre Roma e Veneza no início do século XVI.


Nova Aetas: Renaissance é uma reimplementação do jogo original fundado no KS em janeiro de 2016. Esta nova versão melhorada nasce da experiência adquirida ao longo desses anos e proporciona uma experiência ainda mais profunda ao mergulhar os jogadores num ambiente encantado de uma Itália misteriosa, repleta de personagens históricos como Leonardo da Vinci, Caterina Sforza e muitos outros - reais e imaginários.


Os heróis terão de tecer o seu destino no meio de um conflito entre Roma e Veneza. Cada um terá uma função especifica no campo de batalha, evoluindo o seu papel ao adquirir novas classes, habilidades e criar novo equipamento!




É na sua essência um jogo tático de combate com miniaturas de alta quialidade e elementos 3D, inspirado nos clássicos RPGs táticos japoneses como 'Final Fantasy Tactics' e 'Tactics Ogre'. Os inimigos são controlados por uma Inteligência Artificial implementada no jogo e em cada desafio as opções tomadas pelos jogadores mudarão o curso dos eventos e a história do jogo. 


DICE Podcast

Aqui ficam os últimos episódios do DICE Podcast:


As nossas mecânicas preferidas

Neste episódio, falamos das nossas mecânicas de jogos preferidas.

Pela primeira vez neste podcast, estamos os 3 de acordo numa delas! Descubram qual!


A arte dos jogos de tabuleiro (com André Santos, aka, André do Estaminé)

Hoje falamos da arte dos jogos de tabuleiro, e para isso, convidámos o André Santos (André do Estaminé) para se juntar a nós nesta conversa.


Boardgames - Novidades de Novembro Boardgames - Novidades de Novembro Reviewed by DICE Cultural on 10:00 Rating: 5

Latest in Sports