Gods Love Dinossaurs


Artigo escrito por Miguel Lourenço.
 
Algures num palácio cheio de deuses…

Presidente da Assembleia (a.k.a., Deus A) – Olá pessoal, bem-vindos a esta assembleia. Como sabem, estamos aqui para decidir a nova cadeia alimentar da Terra. Precisamos de sugestões, porque aquilo lá em baixo está caótico, é preciso alguma coisa para comer as plantas.

Deus dos Sapos e Coelhos – Começo eu! Gostava de ver sapos e coelhos!
Deus A – Deixa-me escrever… Sa-pos, co-e-lhos….
Deus dos Ratos – E ratos! Temos de ter ratos!
Deus dos Predadores – Isso, isso… muitas criaturas para os meus tigres e águias comerem!! MUAHAHAHAHA!
Todos – Epá, menos, se faz favor!
Deus dos Predadores – Desculpem…
Deus A – Ra-tos… Tigres… e águias, certo! Mas fica-nos a faltar um predador de topo, estilo…
Deus dos Dinossauros – Dinossauros! T-Rex’s fofinhos, gigantes, com caudas lindas! Dá vontade de apertar! Olha para aquilo, tão lindos, a tentar bater palminhas e não conseguem!!! 
Todos - ……
Deus dos Dinossauros – Vá lááááá! Eu quero!
Deus A – OK, OK, ficam os T-Rex’s… 

Nota prévia: todas as imagens foram retiradas da versão digital do jogo, disponibilizada gratuitamente pela Pandasaurus Games.


Gods Love Dinosaurs é um jogo de 2 a 5 jogadores, com uma duração de 30 a 45 minutos, onde, já adivinharam, adoramos dinossauros! Foi criado por Kasper Lapp, criador de outros jogos como por exemplo, Magic Maze, as ilustrações são de Stevo Torres (Machi Koro Legacy, Dinosaur World), e foi publicado pela Pandasaurus Games, em 2020.

Neste jogo, queremos que os nossos dinossauros prosperem o mais possível, para ganharmos pontos, e com isso, ganharmos o jogo!
Para isso, temos de criar uma cadeia alimentar no nosso ecossistema, onde sapos, coelhos e ratos constituem o nível mais baixo da cadeia, num nível intermédio temos predadores (águias e tigres), e finalmente, os reis do jogo, os lindos e fofinhos T-Rex’s. 😊


Como se joga

O jogo tem um tabuleiro central, com vários tiles, em que cada tile tem dois hexágonos, com um ou dois tipos de terreno.
 

Cada jogador tem um ecossistema (a sua área de jogador) e, em cada turno, vai escolher um tile do tabuleiro central, e adicioná-lo ao seu ecossistema. Estes tiles devem ser colocados adjacentes a um tile já existente. Caso o tile que escolhemos tenha o ícone de um animal, colocamos também esse animal no ecossistema.
 
Caso seja retirado o último tile de uma coluna, o animal dessa coluna é activado. Por exemplo, caso a segunda coluna do tabuleiro central estivesse vazia, os coelhos seriam ativados.
Cada animal, dependendo do seu nível na cadeia alimentar, ativa de uma forma diferente. Quando as presas (ratos, sapos, e coelhos) ativam, adicionamos um elemento da espécie ativada num hexágono vazio adjacente a um outro onde já exista um rato, sapo, ou coelho. É preciso também respeitar a cor dos hexágonos. Por exemplo, os sapos apenas podem ser colocados em hexágonos azuis, ou seja, de água. 

Quanto aos tigres e às águias, estes movem-se pelo ecossistema de formas diferentes, e, caso comam alguma presa (ou seja, passem por algum hexágono onde esteja uma presa), adicionamos um tigre ou uma águia no hexágono onde a presa estava anteriormente. Caso um predador não coma nenhuma presa ao ser ativado, significa que passou fome, e é removido do jogo.



Agora é importante relembrar o nome do jogo, “Gods Love Dinosaurs”, e perguntar “então e os dinossauros, onde entram?”. Pois bem, existe um pequeno T-Rex na parte de baixo do tabuleiro central, que se vai movendo à medida que os outros animais vão sendo ativados.

Caso o animal que tenha sido ativado esteja na mesma coluna onde está o T-Rex, os dinossauros também ativam, e a ativação dos dinossauros é “comer tudo o que mexe”, desde que andem no máximo 5 hexágonos, e terminem o seu movimento numa montanha. Se comerem alguma presa, não passam fome 😊, ou seja, não são removidos no final do turno, e se comerem algum dos predadores, por cada predador que é comido, o jogador coloca 1 ovo no ninho do T-Rex. Estes ovos podem depois ser chocados numa ativação posterior de dinossauros, criando um novo T-Rex, ou podemos guardar os ovos, visto que cada ovo vale 1 ponto no final do jogo. 

Após os dinossauros ativarem, são repostos os tiles das colunas que estão vazias no tabuleiro central, e o jogo continua até que não existam tiles suficientes para preencher uma das colunas do tabuleiro central.

No final do jogo, cada ovo vale 1 ponto, e cada T-Rex no nosso ecossistema vale também 1 ponto. Como é habitual, quem tiver mais pontos ganha, e fica com bragging rights até à próxima jogatana! 😊 


Como conclusão, é um jogo bastante fácil de compreender e de jogar, relativamente rápido, e com opções bastante estratégicas, visto que devemos sempre garantir que existem presas acessíveis aos predadores, e também que os T-Rex comem o máximo de predadores possível em cada ativação. Uma boa aposta da Pandasaurus Games no segmento de jogos com complexidade média-baixa.

Se gostam de jogos com tiles e dino-meeples, este jogo tem a vossa cara!

Gods Love Dinossaurs Gods Love Dinossaurs Reviewed by DICE Cultural on 10:00 Rating: 5

Latest in Sports