Call of Duty: Modern Warfare


Visto como um reboot da série Modern Warfare, este novo Call of Duty quis apresentar uma cara lavada a todos os jogadores, sejam fãs ou críticos desta série mundialmente popular. Terá, com isso, conseguido trazer algo de inovador, capaz de agarrar os jogadores depois de tantos anos "à volta do mesmo”?

A Inifity Ward é responsável por esta série Modern Warfare, que sempre foi sem duvida a que mais gostei dentro do universo Call of Duty, e este novo título só veio reforçar essa preferência da minha parte. A violência até pode ser muito mais expressiva nos títulos Black Ops, mas os Modern Warfare conseguem ser bem mais apelativos e, dito isto, este reboot consegue superar todas as expectativas.

Modern Warfare é facilmente um dos jogos com os melhores gráficos do ano, e dentro do género é sem dúvida o mais impressionante à data. Os gráficos estão praticamente perfeitos, ultrarrealistas e não me refiro apenas às cutscenes mas ao jogo no geral. O próprio gameplay está completamente maravilhoso, simplesmente belo, o que se nota muito mais ao jogar a campanha. No modo multiplayer, até acaba por parecer "só" um jogo com bons gráficos mas não contém os detalhes soberbos que são apresentados na campanha, pois aí o que importa mesmo é a jogabilidade.


Pormenores, detalhes, efeitos de luz, fumo, os night vision googles, e os próprios cenários fazem de Modern Warfare o melhor jogo da série nesse aspeto.

Basta começar as primeiras missões para deixar qualquer jogador boquiaberto, fascinado com o grafismo que é apresentado. A missão de Londres, na zona de Piccadilly Circus até me fez arrepiar por já ter estado naquela zona da cidade, reconhecer o metro... Até mesmo os polícias fazem que o jogador se sinta inserido naquele sítio, tornando a situação crítica realista e deveras impressionante, uma missão que fica na memória para sempre.

A história da campanha não é propriamente algo de incrível, existem referências à Al Qaeda com outro nome e uma vez mais, a implementação à força dos Russos como “os maus da fita”, o que é um tema bastante desgastante e cliché. Fora isso, a campanha está novamente explosiva como em qualquer outro jogo da série, uma vez mais memorável e arrepiante e com uma grande variedade nas missões. Além da ação pura do costume, há também algumas dedicadas ao stealth.


Existem situações em que o jogador terá de efetuar algumas decisões engraçadas. Em alguns momentos revivem-se situações do passado, saltando no tempo para explicar os motivos das personagens. E por falar nelas, são muito boas duas das personagens jogáveis estreantes como Kyle e Alex, mas o melhor é o regresso da cara mais famosa da série MW, o Capitão Price, uma vez mais a personagem que dá vida ao jogo inteiro.

Assim que se termina a campanha, o jogador terá no final do jogo a dica de continuar a jogar no modo Co-op, um modo que conta com a participação de personagens ligadas à campanha. Este modo serve para jogar meia dúzia de missões com mais 3 jogadores online, o que por um lado está excelente mas, por outro, é dedicado a jogadores veteranos e mesmo assim, uma tortura autêntica no que diz respeito à sua dificuldade. Se não for jogado com pessoas experientes, será extremamente difícil chegar-se ao final de cada missão.

O multiplayer é o modo mais jogado como sempre. Se a beta estava uma delícia, ter o jogo completo nas mãos é a cereja no topo do bolo. Aqui, a diversão está garantida e as portas abertas para todos os jogadores. A quantidade de modos disponíveis é enorme, há modos para todos os gostos e perks para serem utilizados para apoiar a equipa. Este é o modo para todos jogarem até ao lançamento do próximo jogo, tanto para os fãs da série como os de first person shooters em geral. Um trabalho excelente com o qual os jogadores estarão certamente felizes.


Modern Warfare é o melhor jogo da série lançado até à data. Um verdadeiro recomeço capaz de conquistar tanto os amantes da série, como novos jogadores que queiram um bom jogo de FPS. Call of Duty está cá para ficar, e isso é porque sabe muito bem aquilo que faz.

Nota: Esta análise foi efetuada com base em código final do jogo para a PlayStation 4, gentilmente cedido pela PlayStation Portugal.
Call of Duty: Modern Warfare Call of Duty: Modern Warfare Reviewed by Patrício Santos on 31 outubro Rating: 5

Latest in Sports