Primeiras Impressões: Super Mario 3D World + Bowser’s Fury


Lançado originalmente em finais de 2013 para a Wii U, Super Mario 3D World prepara-se para chegar à Nintendo Switch a 12 de fevereiro, acompanhado de toda uma nova aventura: Bowser's Fury! Aqui no Meus Jogos, já tivemos a oportunidade de experimentar, por isso aqui vão as nossas primeiras impressões!

Como se poderá perceber tanto pela capa como pelo ecrã principal, este Super Mario 3D World + Bowser’s Fury é literalmente um "dois em um" para a Nintendo Switch, trazendo consigo duas experiências de jogo bem distintas.


Super Mario 3D World
 
Para quem já tiver jogado o título principal na Wii U, Super Mario 3D World, já saberá com o que pode contar. Este é um jogo de plataformas que reúne o melhor de dois géneros, 2D e 3D, numa experiência que tanto pode ser desfrutada a solo como em multiplayer até 4 jogadores.

Embora o jogo seja, na realidade, todo ele em 3D, os níveis contam com uma estrutura bastante linear "à moda antiga", o que o torna bastante acessível a todos os tipos de jogadores, desde os mais experientes até aos que tiverem aqui o primeiro contacto com um videojogo, tudo graças à simplicidade dos comandos e a própria câmara que, muitas vezes, o faz parecer um tradicional jogo 2D, mas com profundidade de campo.

A grande novidade desta versão para a Nintendo Switch está no modo multijogadores que, além do tradicional modo local até 4 jogadores na mesma consola, agora permite também ligar até 4 consolas, tanto em modo local como online. Melhor ainda é que, em ambos os modos, os jogadores poderão estar distribuídos como lhes der mais jeito: por exemplo, dois irmãos na mesma consola, combinarem uma partida online com outros dois amigos, cada um em sua casa. Infelizmente, ainda não nos foi possível experimentar esta funcionalidade para esta antevisão, de forma a ter noção do seu desempenho.



Bowser’s Fury

Já o Bowser's Fury é uma experiência completamente diferente: um jogo de plataformas 3D em "open world", no qual Mario e Bowser Jr. se juntam numa improvável aliança contra o Bowser Furioso. Uma misteriosa tinta negra cobriu o habitual vilão num monstro gigantesco, e só Mario o poderá enfrentar com o poder dos sóis felinos e o Gigaguizo, que o levará a uma batalha de titãs!

Em termos de jogabilidade, Bowser's Fury é bastante mais parecido com Super Mario Odyssey do que com o 3D World, embora aqui toda a temática felina de 3D World seja levada ao extremo. A mecânica é simples: para poder utilizar o Gigaguizo, Mario terá de apanhar sóis felinos que estão espalhados pelas ilhas do Lago Felizgato, para despertar o poder que o tornará no Giga Mario Gato. Miau!

Sendo um mundo aberto, pode ser explorado conforme bem apetecer, mas há um senão: ao fim de algum tempo, o Bowser irá surgir e colocar tudo nas trevas, lançando terríveis ataques em direção ao Mario. Em contrapartida, os novos obstáculos também podem servir como barreiras de proteção e, quem sabe, ajudar a chegar mais facilmente a um Sol Felino, cujo brilho irá certamente afastar o vilão.

Esta está a ser uma experiência bastante divertida, embora pensada principalmente para um jogador. O jogo permitirá, ainda assim, que um segundo jogador controle o Bowser Jr., de forma a ajudar o protagonista, à semelhança do que acontecia, por exemplo, em Super Mario Odyssey.


Sem querer adiantar muito, Super Mario 3D World + Bowser’s Fury está a preparar-se para ser um dos grandes títulos da Nintendo Switch, oferecendo grandes experiências tanto para um jogador sozinho, como dois a quatro em multijogador, tanto ao perto, como à distância. Ainda pra mais, chegando ao mercado numa altura crucial, em que nem sequer sabemos quando poderemos voltar a ter os nossos amigos e até familiares por perto.

Além disso, o jogo está totalmente traduzido em Português!

Primeiras Impressões: Super Mario 3D World + Bowser’s Fury Primeiras Impressões: Super Mario 3D World + Bowser’s Fury Reviewed by Telmo Couto on 14:00 Rating: 5

Latest in Sports