The Alto Collection


Depois do sucesso no mercado mobile, Alto's Adventure e Alto's Odyssey estão agora reunidos num só título para PC e consolas. Para quem não conhece, é um jogo de snowboard do género Infinite runner no qual não existe qualquer meta final, o jogador terá de se manter o maior tempo possível a realizar truques e a recolher o maior número de itens possível e pontos, sendo um jogo totalmente competitivo para bater recordes online.


O sucesso de Alto Collection é compreensível, pois apesar de o jogo se focar somente em bater recordes, consegue ser realmente viciante. Se no inicio o jogador estará reticente, após uma tentativa, duas, três... acabará por ficar agarrado e de repente já passaram 30 minutos desde que iniciou “uma partida”.

O protagonista é Alto, um jovem rapaz que trata dos seus lamas na sua pequena aldeia e que o objetivo é surfar o deserto ou as montanhas cobertas de neve na recuperação dos seus lamas. No entanto não se trata apenas de recolher os seus lamas, o jogador terá de realizar acrobacias, embora básicas, além disso concretizar grinds e evitar rochas que estão pelo caminho de forma a criar obstáculos para o jovem ter uma queda desastrosa.


O jogo é extremamente básico como seria de supor, isto porque o jogador terá o botão de salto para premir e nada mais. Ao pressionar por um longo tempo, o jogador conseguirá realizar um backflip, o problema é, realizar uma boa queda, o que garante pontos. No caso de uma queda, o jogador volta ao início para retomar a descida pelas montanhas fora. Embora os truques não se resumem apenas a backflips ou simples saltos, existem também grinds para realizar e, no caso do sucesso do backflip, o jogador irá ganhar uma velocidade maior que permitirá romper rochedos por um determinado tempo. À medida que este consegue ganhar mais pontos, Alto terá o seu cachecol expandido de forma a identificar que está a percorrer um longo caminho sem sofrer quedas.


Com as moedas recolhidas durante o jogo, podem realizar upgrades para que Alto consiga ter mais velocidade ou melhor controlo das acrobacias para realizar mais pontos e ser auxiliado nesta sua jornada. Existem até capacetes que permitem o jogador cair uma vez e continuar no mesmo sítio, permitindo claro, o jogador chegar mais longe, ao contrário de perder e ter de retomar o percurso desde o seu início. Todas as corridas têm objetivos, como por exemplo percorrer X de quilómetros ou realizar X de acrobacias ou simplesmente apanhar um número determinado de moedas. Para concluir um nível, o jogador terá de realizar 3 objetivos por cada nível, no entanto nada disto significa que vão haver mudanças drásticas na sua jogabilidade.



Como tem acontecido em alguns dos jogos que ultimamente tenho jogado, Alto também não conta com níveis pré feitos, o jogo cria níveis de forma aleatória, o que significa que cada partida será distinta das anteriores. O sucesso é saltar no tempo certo para ultrapassar os níveis, sendo que o jogo completo leva 5 horas a terminar. Visualmente é um jogo bonito e não conta com quebras, além de que a música está muito bem para se jogar e ouvir.


Neste caso, a versão que está disponível é a Alto Collection, o que significa que contém os dois jogos, embora completamente idênticos em praticamente todos os aspetos, os cenários/paisagens e objetos são distintos. Na primeira versão de Alto de nome Alto’s Adventure, o mapa tem um ambiente coberto de neve, no entanto o clima vai mudando de forma aleatória e pode até chover e anoitecer, já no Alto Odysey este é num ambiente deserto com balões ao alto e o snowboard torna-se sandboard visto que é pelas dunas do deserto que Alto desce realizando as suas acrobacias.



É um jogo muito básico mas pode ser perfeitamente aproveitado para pequenas sessões de jogo. No fundo, foi lançado originalmente na melhor plataforma possível, no smartphone. O jogo, estando a um preço baixo, vale a pena ter para curtas sessões, especialmente para bater recordes de amigos, pois nada mais tem a oferecer além disso.

Nota: Análise efetuada com base em código final do jogo para a PS4, gentilmente cedido pela Popagenda.

The Alto Collection The Alto Collection Reviewed by Patrício Santos on 10:00 Rating: 5

Latest in Sports