Metamorphosis


Um jogo que ambiciona alto, tentando converter uma experiência literária magnífica numa aventura peculiar. 


Esta é uma brilhante mistura entre o Processo e o Metamorfose de Kafka, que transmite a essência de ambas as obras. Enquanto no clássico Metamorfose a condição de Gregor é explorada toda em casa e em relação às família, aqui é dada agência ao jogador de reverter o seu destino. Essa liberdade passa pela insanidade do Processo, com algumas adaptações para o enquadramento com a forma de insecto. Os humanos convertidos em insectos têm possibilidade de trabalhar na Torre. E os melhores empregados podem voltar a ser humanos. A maneira de sermos um bom funcionário passa pela resolução de um... Processo. 



O jogo em si é uma aventura com puzzles e plataformas. Usamos as nossas capacidades de insecto para explorar, trepar e interagir com o ambiente a caminho da Torre. Os níveis variam entre cenários reais (escritórios e quartos) a surreais interpretações de um mundo em ponto pequeno. É divertido e tem alguns objectos escondidos mas o interesse está na história e nos vários personagens que vamos encontrando, reflexos de 6 (ou mais) patas de reflexões muito humanas.


Banda sonora enquadrada com vibes do início do séc 20. A transformação em insecto está fenomenal, subtil mas com a diferença de percepção que o livro também evoca. O som do movimento e a mudança da voz estão muito bem conseguidos. As vertentes humanas convertidas em insectos estão muito bem conseguidas e são todas referências a personagens de ambos os títulos.

Representação fidedigna das premissas de duas grandes obras literárias com toda a insanidade das mesmas patente. Uma experiência pensativa e perturbante , que se torna num jogo divertido mas dirigido acima de tudo aos mesmos que apreciaram as obras originais.

Nota: Análise efetuada com base em cófigo final do jogo para Nintendo Switch, gentilmente cedido pela Evolve PR.

Metamorphosis Metamorphosis Reviewed by Bruno Santos on 12:00 Rating: 5

Latest in Sports