Primeiras Impressões: CrisTales



CrisTales é um RPG por turnos cheio de charme com lançamento para breve (já em Novembro). Adiciona uma componente divertida e cheia de potencial com a manipulação temporal ao combate mas mais do que isso traz uma história e personagens bastante atípicos e interessantes.

RPGs por turnos continuam a surgir (felizmente) mas é difícil ainda surpreender como maravilhas como Chrono Trigger e XenoGears o fizeram na altura. Acima de tudo aquilo que os jogadores deste género procuram é combate desafiante e boa história para acompanhar.


Começando pela história, CrisTales tem desde o início personagens atípicos e uma premissa divertida. A demo tem apenas cerca de 30 minutos de jogo e deixa algumas questões que queremos muito ver respondidas com a versão completa. Introduz-nos ao personagem principal e ao seu fiel companheiro e alguns personagens secundários. Todos os personagens, e sim todos incluindo NPCs, têm vozes no diálogo que os torna ainda mais vivos.

A mecânica de manipulação temporal é demonstrada relevante fora e dentro do combate, e permite interacções com os diferentes personagens e ambientes em tempo real, em tempos diferentes. Ao contrário do clássico chrono trigger em todos os momentos vemos o passado, presente e futuro simultaneamente levando a uma perspectiva bem diferente da história.


O sistema de combate é o tradicional por turnos acoplado de podermos avançar ou recuar o tempo. o que leva a interacções como molhar um inimigo repleto de armadura e depois avançar o tempo para a ferrugem lhe diminuir a defesa. É pouco explorada na demo havendo 3 ou 4 interacções distintas mas promete ser um grande factor no combate tanto de diversão como de estratégia. O combate tem ainda mais uma nuance, para quebrar a monotonia dos turnos podemos reagir aos nossos ataques e adversário, podendo reduzir o dano recebido e aumentar o dano infligido.

Como já tinha referido o jogo é fully voice acted dos personagens principais, aos npcs e aos bosses em batalha. Tem uma soundtrack fenomenal que assenta como uma luva, e os efeitos sonoros e em combate estão muito bem enquadrados. O art style é charme, puro charme e reflecte-se em tudo desde o design das cidades, aos personagens  e até às animações de combate. É impressionante o detalhe e a maneira como tudo flui num conjunto cujo charme se equipara a um filme da Disney (mas bastante mais maduro).


Estamos ansiosos pela saída em Novembro, mas do que já foi mostrado CrisTales é definitivamente um título a manter debaixo de olho. Demo jogável já disponível nas diversas plataformas.

Primeiras Impressões: CrisTales Primeiras Impressões: CrisTales Reviewed by Bruno Santos on 14:00 Rating: 5

Latest in Sports