Contra Anniversary Collection



Depois de Castlevania Collection, a Konami volta a apostar na nostalgia com o lançamento de Contra Anniversary Collection, isto enquanto revela que tem um novo título da série em desenvolvimento. Uma coleção para os amantes do género, dos mais difíceis jogos que por aí andam, que será realmente um mimo para os velhos gamers que os jogavam antigamente, mas também uma boa oportunidade de descoberta para quem nunca os jogou.

Contra Anniversary Collection conta com 10 jogos ao todo mais um Bonus Book, que conta com apresentação dos títulos todos da série ao longo dos anos. Aqui, fala-se também da história dos jogos e personagens incluídas, assim como a sua arte e um pouco mais de tudo que a série tem vindo a trazer aos jogadores. Tudo material exclusivo nesta coletânea e que pode ser visto com zoom para ajudar a ler as entrevistas e apreciar toda a sua arte.


Passando ao divertimento em si, os jogos! São vários sim, desde as versões arcade às versões Nintendo, como aos jogos lançados na SEGA Mega Drive e até exclusivos europeus. O melhor disto tudo é que, no menu de seleção de jogos, cada um dos jogos tem uma pequena descrição com a data de lançamento e uma curta sinopse.

Todos os jogos contam com várias opções. Antes de tudo, é possível selecionar a dificuldade, é verdade. Para quem gosta de um desafio, o normal chega perfeitamente. Para os mais distraídos, este jogo sempre teve co-op e, assim sendo, podem juntar um amigo mais na batalha contra os alienígenas invasores. Todos os jogos incluídos permitem gravar replays e também gravar o jogo ou carregar em qualquer momento, o que facilita imenso para passar secções difíceis. Tem um Display Setting que permite selecionar a forma como querem jogar cada um dos jogos: na versão original, pixel perfect, 16:9, 4:3 e scanlines, existe para todos os gostos. O fundo pode igualmente ser alterado tendo ao dispor 3 diferentes alusivos aos jogos.


Começamos com o clássico de 1987, Contra, lançado nas máquinas arcade. Este é o jogo que começou tudo. Confesso que é uma das versões que tinha visto nos salões de jogo mas nunca jogado. Embora em 1988, o mesmo jogo tenha sido lançado na NES (versão que também está incluída nesta coleção), a diferença gráfica ressalta de imediato à vista sendo que esta versão arcade é de facto superior em todos os aspetos.

Já a versão NES é a mais nostálgica para jogadores da minha geração, o que significa que até acabo por gostar mais, mesmo a nível de sonoridade. Tal como sucede com Castlevania 3: Dracula’s Curse, a versão Famicom (versão japonesa) de Contra está superior às versões europeia e americana em termos de qualidade, é possível ver as palmeiras a movimentarem-se devido ao vento e outros pequenos detalhes que tornam esta versão a melhor para o sistema Nintendo e que também é jogável nesta coletânea.

O Super Contra, igualmente lançado em 1988 nas arcade, apenas viu o seu lançamento na NES em 1990 com o nome Super C. A versão arcade está novamente superior e é mais velha dois anos, o que é notável uma vez mais em todos os aspetos. No entanto, ambos são perfeitamente jogáveis.


Eis que surge Contra III : The Alien Wars, o favorito da maioria dos jogadores. É explosivo, frenético e foi lançado em 1992 para a SNES. Neste jogo é possível admirar um avanço em todos os aspetos aos antecessores. Este é um título obrigatório para os fãs do género.

Mas antes da versão SNES, foi lançado em 1991 para a Game Boy o Operation C, um jogo que nem eu conhecia e do qual fiquei fã após ter jogado nesta coleção. Embora possa parecer o mais fraco, dá na verdade um enorme prazer de se jogar.

Já em 1994, e passando para a Mega Drive, Contra Hard Corps faz-se sentir um jogo desta velha máquina de 16 bits com uma qualidade sonora excelente e uma vez mais apostando na fórmula de Contra III, frenético e responsivo, este é mais um título impecável que está carregado de ação non-stop com 4 personagens jogáveis entre elas um lobo e cada uma delas com armas diferentes, o que realmente dá uma lufada de ar fresco à série em si.


Super Probotector: Alien Rebels é um dos exclusivos europeus tal como Probotector. É uma espécie de versão alternativa ao Contra III, os cenários são os mesmos e as armas iguais, o que realmente muda são as personagens. Em vez dos protagonistas do costume, aqui temos dois robôs que são os protagonistas jogáveis, de referir que este título foi um exclusivo SNES.

Já Probotector é o exclusivo Mega Drive mas também uma versão alternativa ao Contra Hard Corps, a única diferença é uma vez mais, as personagens, neste caso as 4 são versões robôs dos protagonistas de Hard Corps.

Concluindo, são vários os jogos, todos eles com imensa qualidade e ainda bastante jogáveis nos dias de hoje. O prazer mantém-se tal como no passado, a diferença aqui é ter uma coleção recheada por 20 euros que, no caso da Nintendo Switch, pode ser jogada tanto na TV como em modo portátil.


Altamente recomendado tanto para fãs como para novatos que queiram saborear a vitória em uma das séries mais punidoras da indústria. Já se sentem preparados para agarrar as armas com Lance and Bill aka Stallone e Arnold?

Nota: Esta análise foi efetuada com base em código final do jogo para a Nintendo Switch, gentilmente cedido pela Konami.
Contra Anniversary Collection Contra Anniversary Collection Reviewed by Patrício Santos on 21 junho Rating: 5

Latest in Sports