Trails of Cold Steel III (Nintendo Switch)


Mais um título da aclamada saga Trails , o 3º capítulo da série Cold Steel que continua a história gigantesca começada já na trilogia Trails in the Sky. Depois do seu lançamento para PS4 e PC, chega agora à Nintendo Switch.

Sendo parte parte de uma série em que, infelizmente, os dois primeiros títulos não existem para a Switch pode parecer assustador começar no 3º título. No entanto, para contextualizar temos um resumo da história dos dois primeiros títulos (com cenas e texto). É incluido também um overview do mundo, dos personagens e um glossário. São RPGs gigantes super detalhados e portanto a contextualização ajuda imenso.

A história em si é fenomenal, cheia de intrigas e reviravoltas como a série Trails tão bem nos habituou. À volta de tudo que se passa com os personagens, passam eufemismos conhecidos e lutas pela igualdade paralelas a tantas outras mais ou menos reais.


O jogo passa-se tanto na nova escola onde somos instrutores como em diversas missões que exploram o mundo gigante que é Erebonia (explicar muito mais do que isto daria em spoilers mas tanto a vida académica como a extra estão muito bem exploradas e conseguidas). A história é dividida em capítulos, normalmente começando e acabando com cutscenes. As missões levam-nos a vários sítios do império onde combatemos tanto monstros como outros inimigos para treinar os nossos alunos. Nos dias de "folga" temos oportunidade de contactar com os colegas e alunos e até fazer tarefas para os cidadãos.

Claro que, como qualquer bom JRPG, entretanto começa a existir um plot maior que ameaça a existência do mundo como o conhecemos. Personagens novos e antigos vão fazendo as suas introduções e até algumas surpresas dos títulos anteriores. Podemos controlar qualquer personagem na equipa tanto em batalha como fora o que permite "escolher" o nosso protagonista quando envolvido na história.

O sistema de combate é por turnos mas com alguma movimentação à mistura (toma em conta o posicionamento dos personagens e dos inimigos). Tem imensas mecânicas, vários tipo de ataques e imensa customização possível. Há personagens cujas armas permitem mudanças de modo de ataque e todos têm as suas particularidades (alguns mais orientados para ataques mágicos outros físicos outros para suportar a equipa).


Tem vários modos de dificuldade e os difíceis exigem mesmo toda a nossa astúcia e compreensão dos vários sistemas para ter sucesso. As várias dificuldades apenas afectam o combate portanto para quem jogar maioritariamente pela história tem opção para tal, como para quem quiser o desafio de explorar as suas capacidades tácticas.

As animações dos ataques especiais são fenomenais e existem muitos para experimentar. O único senão é que os primeiros momentos do jogo são passados num sequência com combate antes do tutorial o que pode assustar dada a quantidade de opções. No entanto após essa fase temos um tutorial bastante extenso que nos deixa aptos para enfrentar qualquer inimigo.

A banda sonora é fenomenal e o estilo artístico é bastante característico da série. A funcionalidade de acelerar tanto o combate como a exploração também é bastante agradável principalmente em JRPGs que regra geral exigem bastante tempo a subir níveis ou a procurar aquele item especial.
A vantagem do estilo é que a performance na switch não sofre muito comparativamente a outras plataformas nem há diferença significativa no modo portátil.


Tem também um registo de todos os inimigos e personagens que encontramos. À medida que vamos avançando e interagindo as páginas vão-se preenchendo. O livro de receitas que adquirimos serve para criarmos items com as recompensas de batalha para criar diversos power-ups.

Todos os NPCs têm nomes (não apenas cidadão genérico),têm as suas próprias histórias e vão mudando o discurso à medida que eventos importantes acontecem. É um excelente incentivo à exploração e cria um ar mais realista nos ambientes explorados.

Ainda mais útil é, no menu de pausa uma opção para revermos a história até ao momento. Acima da mesma encontramos um resumo de todos os tutoriais também. A biblioteca da academia funciona na prática e tem uma colectânea de livros actualizada a cada capítulo (alguns dos quais estão disponíveis para consulta através do menu directamente). Ainda uma opção para rever as últimas falas entre personagens de modo a que nunca fiquemos perdidos.


Um jogo para fãs de JRPGs e de batalhas por turnos. As dificuldades iniciais de compreensão de tão grande universo são rapidamente superadas por uma aventura incrivelmente detalhada e que nos deixa ansiosos pela conclusão da série já anunciada para breve.


Nota: Análise efetuada com base em código final do jogo para a Nintendo Switch, gentilmente cedido pela NIS America.
Trails of Cold Steel III (Nintendo Switch) Trails of Cold Steel III (Nintendo Switch) Reviewed by Bruno Santos on 26 junho Rating: 5

Latest in Sports