Untitled Goose Game


Quantos anos e anos de videojogos eu carrego nos ombros, já joguei de tudo e no geral, quer queiramos quer não, os jogos tendem a ser mais do mesmo, uns melhores outros piores mas, tudo anda na verdade à volta do mesmo dentro do género. Felizmente, existem estúdios indie que vão um pouco mais além e é isso que os torna excepcionais mas, dificilmente vão encontrar um indie na indústria como Untitled Goose Game, pelo contrário, não vão mesmo encontrar nada igual. Esta é a análise a um dos melhores jogos indie de 2019 e aqui fica a nossa humilde opinião.

Há muitos jogos em que o protagonista é um animal, até aí tudo bem, mas normalmente este animal é uma personificação, fala, tem uma identidade, poderes ocultos, todo o tipo de invenções que possam imaginar. Já em Untitled Goose Game, jogamos com um ganso (sim, não é um pato embora toda a gente adore dizer “o jogo do pato”). Este ganso é meramente um ganso, não tem poderes, não fala nem voa, ele simplesmente é um animal comum. É sabido que os gansos podem ser animais chatos, existem até pessoas que não gostam nada deles, e com isso em mente, surgiu a ideia de criar um jogo em que o jogador controla um pato, perdão, um ganso, com o objetivo de pura e simplesmente chatear uma data de pessoas que fazem a sua vida tranquilamente.


Em Untitled Goose Game, o jogador assume o controlo de um ganso com comandos básicos como correr, abanar as asas, usar o bico para agarrar objetos e grasnar. Anda tudo à volta destas ações e sinceramente, é o suficiente para umas boas gargalhadas e um prazer que deixa o jogador mais veterano pensar que ainda há esperança na criação de videojogos originais. Com estes simples botões é possível fazer de tudo e mais alguma coisa. As possibilidades são imensas e acaba por existir uma enorme liberdade com algo tão simplista.

E a verdadeira questão é: Qual é o verdadeiro objetivo do ganso para além de chatear tudo e todos? Bem, isso tem de ser desvendado pelo jogador. Mas sim, o jogo conta com 4 zonas diferentes, e em cada uma o ganso conta com vários objetivos que têm de ser cumpridos para passar à fase seguinte. Na primeira zona, que é claramente a mais básica, o ganso tem de roubar itens até chegar ao ponto de irritar o jardineiro. Assim que concluírem os objetivos base, há um objetivo final a ser concretizado para passar à fase seguinte dando abertura a uma nova zona.


Numa nova zona os objetivos são relativamente parecidos mas mais difceis de realizar, além de que leva sempre algum tempo até entendermos como efetuar as ações que nos são marcadas na lista. É aqui que o jogo leva o seu tempo pois, no fundo, é bastante curto e a experiência não tem qualquer replay value. Pode-se dizer que levará cerca de 3 horas para concluir mas, afirmamos sem qualquer dúvida que é uma experiência tão única e gratificante que o jogador não irá querer saber do tempo que levou mas sim as memórias guardadas de um jogo tão especial.

A banda sonora é um dos grandes pontos do jogo, é lindíssima, cada movimento ou acção representa uma melodia diferente, tudo à base de um piano que soa extraordinariamente bem com as interações do ganso. Uma banda sonora a ter em conta caso sejam fãs deste instrumento fenomenal. Falando também do grafismo, colorido, atraente, bonito, simples, uma receita com ingredientes suficientes para deixar os jogadores apaixonados.


Não é por mero acaso que este jogo foi tão badalado em 2019, existem razões mais que suficientes para o jogar. Facilmente um dos melhores jogos do ano passado e um dos mais originais também, que não conta com defeitos a não ser que apontemos o dedo à sua curta duração. Ao mesmo tempo, se este jogo fosse mais longo, podia perfeitamente perder a graça e acabar por ser repetitivo, daí tudo ser tão especial, tão memorável, que acaba por ser um obrigatório para quem quer viver uma experiência tão amável como jogar com um ganso e divertir-se à grande até assistir aos créditos finais do jogo. Nunca foi tão bom vestir a pele de um ganso, quer dizer, as penas. Honk!

Nota: Análise efetuada com base em código final do jogo para Xbox One, disponível via Xbox Game Pass.
Untitled Goose Game Untitled Goose Game Reviewed by Patrício Santos on 04 fevereiro Rating: 5

Latest in Sports