Primeiras Impressões: Nioh 2


O novo jogo de ação da Team Ninja está prestes a chegar. Nioh 2 apresentou a sua versão demo jogável para todos os jogadores, trazendo com ela muitos elementos antigos e alguns toques refrescantes, para ajudar o protagonista, ninja, a desbravar caminhos.

A introdução, em jeito de "cutscene", deixa qualquer um colado ao monitor. Aqui de facto é onde se nota um melhoramento gráfico, embora com bastantes semelhanças ao primeiro título, sente-se a falta do protagonista principal, William. Pois bem, o jogador tem assim a possibilidade de customizar o seu protagonista da maneira que pretender. A escolha entre uma personagem feminina ou masculina, penteados de todas as formas, corpo, pinturas faciais entre outros.

O layout, o Dojo, onde é possível treinar e reproduzir tutoriais, e o ambiente gráfico são praticamente iguais com pequenas nuances que deixam transparecer pouco ou nada, em termos de melhoria gráfica. Em certos momentos parece mais uma expansão do que propriamente um jogo novo e independente.


A demonstração inclui uma panóplia de inimigos preparados para afiarem a espada do protagonista, dois novos tipos de arma, Switchglaive, por outras palavras, uma foice, bem como "Hatches" dois machados, um em cada mão e como referido anteriormente o acesso à criação personalizada do personagem. De referir que embora o progresso da demonstração não é transferido para o jogo final, o da personagem personalizada é.

A jogabilidade em si também é super parecida. Todo o layout relativamente ao comando é praticamente o mesmo, embora com um pouco mais de profunidade, na medida em que existem novas mecânicas de combate relativamente ao Yokai. O Yokai é um tipo de inimigo e é usado em Japonês para se referir a espíritos e demónios. Não necessariamente vistos como maus, já que alguns trazem sorte.  Pois bem, em Nioh é o substituto de armas vivas. Em vez de tornar a sua arma como o elemento animal que o jogador escolheu, o próprio personagem torna-se num Yokai com um conjunto de movimentos.

Como esperado as armas e os conjuntos de movimentos relativos aos mesmos, diferem de acordo com o animal espiritual escolhido. Nesta demo existem três espíritos. Makami, o lobo da montanha apresentado com o elemento de fogo e possibilita ao jogador a utilização de um maço para enfrentar os inimigos. Ame-no-Mitori, a águia, que possuí o elemento dos trovões e possibilita a utilização de duas adagas, bem ao estilo de um “assassin”. E por último, Kagewai, o tubarão, com o elemento de água permite ao jogador a utilização de uma espécie de laminas redondas com tons roxos.

Todas as mecânicas de oferendas, árvore de talentos e a captura dos "amiguinhos" verdes estão lá, mas com um pequeno revés no modo cooperativo. Desta vez, é possível jogar neste modo na maior parte das atividades.


Embora as parecenças sejam mais que muitas, Nioh 2 apresenta-se como um título bastante promissor e promete fazer as delícias dos fãs deste estilo de jogo. Prevê-se que algumas unhas sejam ruídas, uma vez que os momentos de frustração também vão estar presentes, já que até na versão demo o jogo apresenta um nível de dificuldade bastante elevado.

Nioh 2 chegará em exclusivo à PlayStation 4, já no próximo dia 13 de março.
Primeiras Impressões: Nioh 2 Primeiras Impressões: Nioh 2 Reviewed by Pedro Almeida on 11:30 Rating: 5

Latest in Sports