Nice One Barcelona


No passado fim de semana, o Meus Jogos esteve no evento Nice One Barcelona, que veio substituir o anterior Barcelona Gaming World. Infelizmente e aparentemente, não foi apenas o nome que mudou neste evento, pois muitas das empresas não compareceram em massa tal como no ano passado.

A ausência notou-se e os próprios pavilhões davam a entender que estavam praticamente vazios comparando com o ano passado e nã só isso, os próprios responsáveis deviam de estar a prever que o evento não iria ter o mesmo número de visitantes, isto porque até os pavilhões estavam mais afastados e eram claramente menores em termos de dimensão.

A ausência do Final Fantasy VII Remake da Square Enix foi uma desilusão, a Bandai Namco levou apenas o Dragon Ball Z: Kakarot mais o Man of Maden, este apenas em forma de Escape Room sem uma demo jogável, a própria CD Projekt não esteve no evento para trazer nem que fosse a mesma demo apresentável do Cyberpunk 2077 tal como aconteceu no Madrid Games Week. E isto são apenas alguns dos jogos/empresas que não compareceram e que fizeram valer a pena a ida até Madrid este ano, enquanto que no ano anterior as mesmas coisas também podiam ser vistas no evento de Barcelona e até mesmo com mais e melhor espaço.

A aposta mais forte foi claramente no mundo VR, visto que as empresas com nome no mercado não surgiram no evento, foi vez de outras empresas da região e mesmo de fora se apresentarem com as suas novidades.


Foi o caso da Juega RV, que entrou em contacto conosco e até nos introduziu ao seu jogo VR na feira, que tive a oportunidade de experimentar e confesso que adorei! Melhor ainda, recebemos um convite muito especial por parte deles para a abertura de um novo espaço em Barcelona com data para o dia 14 deste mês, no qual o Meus Jogos estará com presença oficialmente confirmada e com todo o gosto, para depois partilhar com os nossos leitores.

Mas falando das principais marcas presentes, a PlayStation e a Nintendo, ambas deixaram imenso a desejar, depois de tanto em Madrid como nos dois eventos de Lisboa terem ambos os stands preenchidos e recheados de jogos. No Nice One Barcelona, estavam “às moscas”.

Do lado da Nintendo, o cenário parecia deserto, com apenas Pókemon Sword & Shield e o Ring Fit Adventure, poucos jogadores se atreveram a exercitar no evento e quanto ao Pókemon, já uma grande parte do público o tinha comprado, não era um jogo que valia a pena ficar a experimentar.


Ja da parte da PlayStation, o destaque vai para os três jogos que ainda não tiveram o seu lançamento: Nioh 2, Predator : Hunting Grounds e o Iron Man VR, dos quais este último é o mais espetacular. Desde já, por ser VR, segundo porque vestimos a pele de Stark, por fim porque está impressionante e é uma experiência brilhante. Já o tinha experimentado no evento anterior, mas não resisti a jogar novamente.

Para aqueles que antigamente diziam que o PC gaming estava a morrer, aqui está ele a crescer e cada vez mais forte. Em todos os eventos, incluindo este, os torneios de jogos como LOL, Rainbow Six entre outros são constantes e todos procuram um lugar no topo. O Nice One Barcelona tinha um pavilhão em exclusivo para estes torneios dedicados ao mundo dos Esports.

Havia uma secção de arenas para todos, desde Mario Kart a Dragon Ball FighterZ, todo o tipo de jogo para ser jogado contra um outro jogador e criar uma competição saudável entre os presentes no evento. Eu até joguei duas vezes Dragon Ball FighterZ e como seria de esperar, venci todos os combates, por isso, não se atrevam a desafiar-me hehe.


O melhor do evento foi sem a menor dúvida o espaço Retro Barcelona. Com um pavilhão praticamente dedicado aos clássicos, era impossível não encontrar um único jogo o qual o verdadeiro gamer não ficasse com o “bichinho” de jogar. Continuo a concordar que não há nada como jogar nas máquinas arcades. Jogar Garou: Mark of the Wolves, Outrun ou qualquer outro jogo é sempre um mimo. Este é de longe o melhor evento para recordar ou matar saudades das arcades, além de que podem comprar os jogos retro em várias lojas presentes no evento.

Como seria de esperar, algumas lojas contam com jogos com os seus preços absurdos, no entanto há sempre quem pague. Mas já é um prazer só de olhar para um Snow Bros completo e selado, não se costuma ver disso por aí. Até as versões japonesas de qualquer jogo lançado na Europa é possível adquirir neste evento, é simplesmente incrível e isto sim, não existia em Madrid.

Fora isso, não faltavam como sempre as pequenas tendas com Action Figures, T-shirts e todo o tipo de merchandising dedicado aos fãs de animes, tal como as tendas típicas de comes e bebes vindas do “Japão”. Confesso que começa a ser cansativo pois todos os eventos têm cerca de uma dezena de barracas destas com o mesmo conteúdo.

No geral, a secção Retro é totalmente incrível e vale por si, já no que diz respeito ao modern gaming, tirando os torneios do PC gaming, pouco havia para os gamers disfrutarem e a ausência de títulos como o Final Fantasy VII Remake é uma das razões do pessoal não ter aderido da mesma forma que no ano anterior nesta cidade.

Nice One Barcelona Nice One Barcelona Reviewed by Patrício Santos on 04 dezembro Rating: 5

Latest in Sports