Carcassonne (Nintendo Switch)


Inspirada pela cidade francesa com o mesmo nome, Carcassonne é um nome que facilmente qualquer adepto de jogos de tabuleiro já ouviu falar e que ainda hoje é visto como um dos jogos mais emblemáticos. Um jogo bastante simples, de colocar peças (tiles) e pequenos operários (meeples) onde aos poucos vamos construindo em conjunto um grande mapa que resulta no que é mais importante nestes jogos: pontos!

O jogo em si é bastante simples: no seu turno cada jogador coloca um tile em jogo e depois um meeple se possível, o jogador seguinte faz o mesmo até não houverem mais tiles para colocar, terminando então o jogo. Existem várias regras (que vou explicar de leve) mas a estratégia do jogo está em pensar no tipo de terrenos que podemos construir com o puzzle de tiles que se vai formando na mesa, de modo a obter mais pontos com os nossos meeples. Claro que não podemos colocar as peças à balda, cada nova peça tem de ligar com o que já está no tabuleiro, onde ruas ligam com ruas, espaços verdes ou campos ligam com os respetivos e temos ainda cidades com ruas e também mosteiros, que tanto podem ter ruas como nada à sua volta.


Parecem muitas limitações, mas na realidade facilmente podemos colocar uma peça em inúmeros sítios e pontuar muitas vezes de seguida. É bem mais simples do que parece, mas ainda assim o jogo ignora por completo um modo tutorial que nos explique a jogar, era muito fácil ter uma partida guiada que nos explicasse a base do jogo e como pontuar facilmente. As regras estão todas postas por texto e fotos, não tirando partido do facto de se tratar de um jogo digital onde é possível tutoriais que nos esclareçam a maioria das dúvidas.

Uma das coisas mais chatas de Carcassone é a contagem de pontos, que decorre constantemente no decorrer do jogo e depois uma contagem final quando ele termina. Nisto esta versão facilita imenso ao contar automaticamente os pontos, remover os meeples para os poder usar de novo (e fazer mais pontos) e por aí adiante. Também todas as nossas jogadas possívels são demonstradas no jogo, apresentando sempre todos os sítios onde podemos colocar tiles e meeples. Desta forma estamos mais focados em como podemos ganhar mais pontos: ligar ruas entre 2 cidades pode não dar muitos pontos mas é o modo mais fácil de os ganhar, em contrapartida ganhamos muito mais ao fazer grandes campos, mas colocamos em risco não conseguir concluir o "puzzle" e ficar sem esses pontos.


Jogar contra o CPU é um verdadeiro desafio! Mesmo em Easy oferece muita resistência, pontua imenso e não parece dar tréguas, havendo mesmo casos em que coloca peças para nos dificultar a vida. A dificuldade precisava de ser melhor afinada e mesmo que tenha sentido o jogo mais difícil ao jogar contra CPUs mais fortes, essa diferença não foi assim tão drástica. Claro que há também o elemento sorte que muda o jogo, muitas vezes vemos sair-nos uma peça que não conseguimos fazer muito com ela, mas na jogada seguinte o adversário tira aquela peça perfeita que muito jeito nos teria dado. O jogo varia também muito dependendo do número de jogadores, pois enquanto podemos planear melhores jogadas contra um adversário apenas, estamos muito mais limitados quando são 5 jogadores pois o número de tiles é sempre o mesmo.

Apenas com uma Switch e um comando é possível jogar contra amigos, estando todos os elementos do jogo expostos não há nada a esconder e quer esteja a consola ligada à TV ou em modo table-top o jogo é o mesmo. Infelizmente não dá para jogar contra adversários online, o que limita imenso as nossas partidas e não havendo adversários localmente, estamos limitados a jogar contra o CPU. Por outro lado este formato digital na Switch é perfeito para levar connosco por exeplo para o café e enfrentar amigos sem andar com o jogo de tabuleiro às costas (e sem ocupar muito espaço).


Carcassonne para a Switch é uma versão interessante para ter connosco, ideal para aqueles momentos mortos que podemos resolver com umas partidas breves de jogo contra amigos. O jogo base inclui 2 expansões, com outras disponíveis para compra.

Nota: Esta análise foi efetuada com base em código final do jogo para a Nintendo Switch, gentilmente cedido pela Asmodee Digital.
Carcassonne (Nintendo Switch) Carcassonne (Nintendo Switch) Reviewed by Nuno Mendes on 24 janeiro Rating: 5

Latest in Sports