Sky Noon


Nem todos os jogos First Person Shooter têm de estar ligados à necessidade de dar aquele headshot perfeito ou por outro lado tirar a barra de vida ao adversário. Esta é a premissa de SkyNoon, apresentado pelos estúdios da Lunar Rooster (produtora de jogos indie sediada em Auckland).

Sky Noon é um knock-out shooter, uma mistura de Super Smash Bros. com Overwatch, onde como o nome indica o objectivo principal é o de derrubar o inimigo do mapa. Isto tudo se passa num ambiente western com ilhas flutuantes e as armas ao dispor do jogador são armas de ar comprimido em conjunto com um gancho que possibilita a mobilidade do jogador pelo mapa.

O jogo apresenta uma estética western com contornos steampunk muito agradáveis. Os mapas em si também estão muito bem apresentados cobertos de salões, carrinhos de minas e outros objetivos relacionados com o tema. Até quase que consigo ouvir ao fundo "It’s High Noon".

Relativamente à personagem, ao longo do jogo iremos evoluir o nível da nossa personagem e com isso é-nos concedida a oportunidade de mudar o aspecto físico da mesma, bem como o aspecto físico das armas ao nosso dispor.

Cada jogador começa com uma arma e um “gadget” aleatório. Estes podem ser trocados no decorrer do jogo ao apanhar caixas no mapa.


Relativamente ás armas, estas são revolveres de ar comprimido, shotguns, pistolas. Tudo isto se reparte em termos de impulso (que seria o dano) dado ao adversário, para que o possamos empurrar para fora da área de jogo. Em termos de “gadgets” temos ao dispor dinamites que rebentam numa onda de ar comprimido, totem que possibilita o teletransporte para outra zona, jetpacks (etc). No fundo dá aso à criatividade do jogador para criar o seu próprio estilo de jogo.

A principal maneira de mover a personagem é usar o gancho. É claro que podemos andar e saltar, no entanto a maneira mais eficiente e rápida será usar o gancho. O jogador pode usá-lo em construções (salões, casas), na própria constituição rochosa da ilha e até noutros jogadores.

Além do gancho e das armas principais, Sky Noon apresenta ainda um laço (laço de corda projetado) que serve para alguns propósitos. Este pode ser usado para agarrar adversários no ar, empurrando-os para fora do mapa, ou para os projectar para perto e aí usar por exemplo uma shotgun, que é uma arma de curto alcance.

Sky Noon é divertido, cheio de acção e intuitivo mas com uma curva de aprendizagem bastante vincada. Não sendo fácil à primeira atinar com as armas ao nosso dispor, bem como a principal maneira de movimentar a nossa personagem (utilização do gancho), qualquer pessoa que esteja habituada a First Person Shooters consegue perceber os básicos de empurrar o adversário para fora do mapa.


É um jogo a que vale a pena ficar atento, principalmente se tiveres um grupo de amigos para o jogar. No entanto, a longo prazo é aquele tipo de jogo que jogarás algumas vezes mas ao fim de pouco tempo o esquecerás. Não sendo um jogo popular (muito longe desse objetivo) é um jogo que demora algum tempo a encontrar uma sessão com mais de um jogador. Seria interessante se adicionassem conteúdos para desbloquear fora do espectro principal do jogo (multiplayer).

Nota: Esta análise foi efectuada com base numa cópia do jogo para pc via Steam, adquirida pelo autor do artigo.
Sky Noon Sky Noon Reviewed by Pedro Almeida on 15 janeiro Rating: 5

Latest in Sports