BlizzCon 2019


Após um ano algo conturbado para os horizontes da bem conhecida Blizzard, chegou mais uma vez o evento, que para os fãs do estúdio, é um marco importante nos seus calendários, a BlizzCon. Dando um pouco vida à frase “Depois da Tempestade Vem a Bonança”.

Ora bem, este ano a conferência apresentou-se repleta de novidades, com anúncios de sucessores diretos de jogos bem conhecidos da Blizzard.


Começando logo pelo Diablo IV, que se apresenta fiel às raízes da franquia. Diablo IV oferecerá um sistema de combate repleto de ação, monstros horríveis e variados, uma caçada épica por itens lendários com jogabilidade e progressão infinitas.

Os jogadores irão mergulhar numa aventura repleta de masmorras aleatórias com inúmeros adversários imprevisíveis e tesouros inimagináveis. Enquanto continua a apoiar totalmente as aventuras a solo e em party, Diablo IV também oferecerá oportunidades para os grupos de jogadores se encontrarem no mesmo mundo compartilhado - seja para enfrentar desafios maiores ... ou para se enfrentarem num combate jogador contra jogador.

Em Diablo IV, os jogadores tentarão trazer esperança de volta ao mundo, derrotando o mal em todas as suas encarnações. Desde cultistas canibais adoradores de demônios até os novos mortos-vivos afogados, que emergem do litoral para arrastar as suas vítimas para uma cova aquosa. Pela primeira vez na série, o Santuário será uma massa de terra contínua, abrangendo diversas regiões, desde o ardente deserto do Kejhistan, até as florestas verdejantes de Scosglen, infestadas de lobisomens, e a natureza selvagem e áspera das planícies secas.

Durate o evento, a Blizzard revelou as três primeiras classes de personagens:
  • O Bárbaro, conhecido pela sua força incomparável e brutal combate corpo a corpo. Utiliza um sistema novo e mais poderoso em batalha, o Arsenal, que os equipa com a capacidade de transportar e alternar rapidamente entre quatro armas diferentes ao mesmo tempo, atribuindo-as a ataques individuais.
  • A Feiticeira remonta ás suas raízes no Diablo II e molda os elementos para destruir os seus inimigos, empalando-os em espigas pontiagudas de gelo, eletrocutando-os com raios ou fazendo chover meteoros flamejantes do céu.
  • O Druida é um metamorfo selvagem, cujo estilo de jogo atualizado possibilita a transformação entre lobisomens, homens-urso e formas humanas para liberar o poder bruto da fúria da natureza.
Os jogadores poderão assim experimentar e descobrir inúmeras “builds” de personagens por meio de árvores e habilidades personalizáveis, um sistema de “loot” profundo, repleto de itens lendários e runas.


Relativamente a Overwatch, a espera por um sucessor termina, uma vez que foi anunciado Overwatch 2. Como já há muito, por terras da “internet”, se vinha a antever.

Em Overwatch 2, os jogadores assumem o papel de heróis do mundo em missões cooperativas que os desafiam a unir-se contra um surto esmagador de ameaças por todo o mundo. Os jogadores também enfrentar-se-ão na próxima evolução do jogo competitivo de Overwatch, que traz consigo toda a progressão de Overwatch, que o jogador tenha para o novo título. Com isto importa referir que todas as skins, festejos, emotes (etc), serão transportados para Overwatch 2. Foi apresenta a atual lista completa da nova geração de heróis, novos mapas internacionalmente reconhecíveis que ampliam o mundo e um novo tipo de mapa, “Push” , no qual duas equipas competem para criar um robô (que é muito bom em empurrar coisas), empurra o objetivo do mapa para o lado do oponente.

Nas missões de história cooperativas os jogadores experimentarão uma nova face de Overwatch, enquanto Winston, Tracer e outros membros da Overwatch original juntam forças com uma nova geração de heróis. Os jogadores terão um papel ativo na saga de Overwatch, à medida que uma nova crise global se desenrola através de uma série de missões intensas e altas para quatro jogadores. À medida que a história avança, os jogadores unem-se com diferentes conjuntos de heróis e lutam para defender o mundo das forças do Setor Nulo, na tentativa de descobrirem os motivos por detrás dos ataques dos exércitos robóticos.

A batalha continua nas Missões dos Heróis, onde a equipe de Overwatch será chamada a ir além de seus limites enquanto se desdobra em todo o planeta, defendendo cidades contra invasões de robôs, enfrentando agentes de Talone outro tipo de inimigos. Neste modo, os jogadores podem aumentar o nível dos seus heróis favoritos e ganhar opções poderosas de personalização que aumentaram as suas habilidades no jogo cooperativo. Um dos exemplos apresentados foi o Fire Strike de Reinhardt para inflamar inimigos que estejam próximos ou modificar a bomba de pulso da Tracer para causar uma reação em cadeia.

Para ajudar a realizar estas missões, a sequela apresenta também atualizações significativas em termos de mecanismo que suportam mapas maiores para jogos cooperativos (PvE), bem como a grande variedade de novos inimigos e facções que os jogadores encontrarão nas suas missões. O jogo também apresenta aprimoramentos visuais e novos looks para Overwatch 2, com mais detalhe.


Relativamente ao seu MMORPG, a Blizzard apresentou a nova expansão para o World of Warcraft, Shadowland.

Os jogadores que entrarem nas lendárias Terras das Sombras encontrarão os reinos dos mortos em agitação. Sob a ordem normal, as almas que partiram foram entregues a um reino apropriado para a vida que levavam, mas agora todas as almas estão a ser canalizadas para a “Maw “/Mandíbula, onde os mais iníquos estão condenados a sofrer por toda a eternidade. Enquanto tentam corrigir o ciclo e descobrir a extensão dos projetos de Sylvanas, os jogadores estabelecem laços com os Covenants, que dominam diferentes planos dentro das “Shadowland”.


Por último o jogo de cartas, Hearthstone, não foi esquecido. Foi assim apresentado a nova expansão ”Descent of Dragons”, que contará com 135 novas cartas.

O Ano do Dragão começou com o Rise of Shadows, onde os jogadores foram apresentados à League of E.V.I.L., uma organização sombria liderada por Rafaam. Em “Saviours of Uldum”, os vilões ameaçaram desencadear uma praga de fim mundial, mas os jogadores uniram-se à “League of Explorers” para salvar o dia. Agora, em ”Descent of Dragons”, as forças do bem e do mal resolverão as coisas de uma vez por todas com a ajuda de … muitos dragões.

Também foi revelado um novo modo de jogo, Hearthstone: Battlegrounds, uma maneira totalmente nova de jogar. Hearthstone: Battlegrounds modo para oito jogadores, com 24 heróis únicos, nos quais os jogadores recrutam lacaios, posicionam estrategicamente e assistem enquanto lutam pela supremacia.

Em geral, grandes novidades para os fãs da Blizzard, onde não lhes faltarão coisas a antecipar durante os próximos tempos! A cerimónia completa de apresentação pode ser vista aqui:

BlizzCon 2019 BlizzCon 2019 Reviewed by Pedro de Almeida on 04 novembro Rating: 5

Latest in Sports