Destiny 2: Forsaken


Análise por Pedro M. Macedo

Durante este mês, a PlayStation oferece aos jogadores subscritores do Plus o jogo base Destiny 2, de modo a promover a nova expansão, Forsaken, já disponível para compra. Esta oferta já inclui algumas mudanças notórias face à versão de lançamento, mas a história e outros modos de jogo mantêm-se bloqueados a quem ainda não comprou a nova expansão. Com isto, recomendamos os nossos leitores que descarreguem, enquanto podem, a versão base gratuita e, conforme a experiência, verifiquem connosco as novas mudanças.


Forsaken passa-se um ano após The Red War, onde Cayde-6 convida o Guardião para o acompanhar à Prison of Elders conter um motim das raças lá aprisionadas. Petra Venj junta-se a ambos. No decorrer desse motim, o príncipe Uldren é revelado como o causador do motim, tirando a vida a Cayde-6 – conforme o trailer já havia revelado.
De regresso à The Tower, o Guardião afirma vingança ao seu companheiro, todavia a Vanguarda, ainda fragilizada com os eventos da The Red War, não o apoia. Sozinho, este parte para Tangled Shore, onde acontecem os principais eventos da expansão. Lá, é-nos apresentado Spider, um Fallen que esteve ao serviço da rainha Mara (irmã do príncipe Uldren) que nos fornece informações sobre a localização de Uldren e dos seus 8 Barons.
Assim se desenrola a típica história de vingança, onde o jogador se questiona se a Light e a Darkness são assim tão distintas. São também, em paralelo com esta série de eventos, abordadas as origens dos Awokens e dos The Nine.
O grande foco desta campanha é as batalhas temáticas. Por exemplo, na batalha contra Rider, uma das Barons, especialista no combate sobre rodas, onde o Guardião terá que utilizar uma Pike (mota) para combate-la de igual forma. O mesmo acontece com Rifleman, um especialista de Sniper ao ombro, onde a batalha deve ser feita unicamente a longas distâncias.


Os novos modos de jogo exclusivos são:
Gambit (PvP + PvE): duas equipas, cada uma numa arena, composta por quatro jogadores, matam inimigos de todas as raças, para obter tokens que serão depositados num banco no centro da arena. O objetivo é chegar aos 75 tokens o que irá trazer para arena um boss, Prime Evil. A primeira equipa a derrotá-lo, vence a ronda. Contudo a cada 20 tokens depositados, é aberto um portal que permite um jogador da equipa ser transportado para a arena adversária, num curto espaço de tempo, permitindo-o atrasar o progresso.
Blind Well (PvE): é uma atividade end-game acessível aos possuidores de uma Charge of Light, por sua vez conseguida na Dreaming City. Esta atividade tem 2 tiers que consiste na proteção de uma determinada área, enquanto eliminam os vários inimigos, ao logo de 5 vagas. É ainda possível obter a Seed of Light que dá acesso aos novos supers de cada classe.
Missões de História Heróicas: É uma dificuldade superior, acessível através do menu de Strikes, que permite revisitar as missões de história já concluídas para conseguir um melhor loot.
Strikes Heróicos: Aumento da dificuldade nas Strikes existentes.

Entretanto foram também introduzidas novas características nesta expansão:
Maior Level de Personagens – a partir de agora, o Level Cap passa a ser 50 e o Light Level para 600.
Public Events – 2 novos eventos disponíveis: Prison of Elders Fugitive – os jogadores matam ou capturam o fugitivo; e Corrupted Ether – proteger uma área das vagas de inimigos.
Bounties para Fações – desafios variados para dar, diariamente, novo loot ao jogador.
3 Novos Strikes, sendo que The Broodhold é um exclusivo PS4.
12 Peças de Armadura e 7 Armas Exóticas – para além das novas vantagens passivas, os jogadores terão acesso a novos arsenais e armaduras exclusivas da expansão.
Combat Bow – é o novo tipo de arma disponível com diferentes variações, tal como as outras armas.
The Scorn – é a nova raça de inimigos que, ao contrário das outras raças mais táticas, estes vão diretamente ter com o jogador para o atacar, com resultados diversificados conforme a sua classe.
9 Supers novos – 3 para cada uma das classes
Quests Exóticas foram introduzidas para obter armas exclusivas e Pursuits Exóticas para obter loot aleatório.

Destiny 2 é um jogo que requer muitas horas investidas na vertente online. Apesar da campanha ser concluída entre 6 a 8 horas, Forsaken veio revolucionar o sistema inicial e melhorou os problemas inicialmente existentes. A comunidade pediu, a Bungie ouviu e concretizou. Se é a primeira vez que joga Destiny 2 e procura investir nesta aventura, Forsaken tem um custo adicional de € 39.99 e traz conteúdo suficiente para justificar o valor pedido. Não esquecer que a raid “Last Wish” ainda está para vir com uma nova atualização.
Nota: análise efetuada com base em código final da expansão para Destiny 2, gentilmente cedida pela PlayStation
Destiny 2: Forsaken Destiny 2: Forsaken Reviewed by Telmo Couto on 14 setembro Rating: 5

Latest in Sports