The Next Penelope: Race to Odysseus


Quando era mais novo adorava jogos como Wipeout, isto porque se passavam num futuro distante, onde era possível disparar mísseis contra os adversários e as corridas eram frenéticas. Agora que eu e muitos de vocês possuem uma Switch e talvez procurem uma alternativa barata para um jogo do género, uma boa aposta é certamente The Next Penelope: Race to Odysseus.

Este indie é algo que quis destacar-se e trazer uma lufada de ar fresco a este género de jogos, ou seja, ser mais interessante e “preenchido” do que simplesmente dedicar-se em exclusivo às corridas.

É evidente que o ponto fulcral do jogo é esse, corridas ao estilo de Wipeout numa visão top-down, ao estilo Micro Machines. Mas a verdadeira diferença é a inclusão de uma história única que não só envolve as típicas corridas como inclui lutas contra bosses.


Primeiro, o que me surpreendeu foi a arte e o facto de o jogo ter uma história. O jogo é baseado na Mitologia Grega e temos como heroína Penelope, mulher de Odysseus. Penelope, desesperada por notícias do seu amor, não aguenta a espera e vai em busca do seu amante, explorando o reino intergaláctico de Ithaca na sua nave. Em Ithaca vamos encontrar muitas personagens desta mitologia grega e isso ficou deveras interessante. A arte do jogo está muito boa, os diálogos entre as personagens ficaram com grande qualidade, é um indie com uma apresentação bem acima da média.

O jogo oferece mais do que aquilo que possam imaginar inicialmente. Começamos com os tutoriais básicos: por exemplo, não existe nenhum botão para acelerar a nave, só temos de controlar para os lados e utilizar os botões de disparo ou turbo quando necessário. O ponto negativo é detetado mal começam a jogar, pois a câmara situa-se demasiado perto da nave e, quando efetuamos as curvas, já vamos tarde demais devido à velocidade que nos encontramos. Por causa disso as colisões são frequentes até conhecermos bem as pistas, o que pode deixar o jogador desiludido. Mas se derem uma oportunidade ao que está para vir, The Next Penelope: Race to Odysseus pode ser bem mais interessante do que possam imaginar.


As corridas são frenéticas. Tal como em Wipeout, temos os raios laser para atingir os adversários em pista e para além dos típicos raios, temos igualmente as marcas de velocidade que se encontram na pista, ao passarmos por cima delas ganhamos um impulso de velocidade, até aí nada de novo. O mais original é termos uma barra de impulso para ser usada em momentos cruciais, em que nos deparamos com rochas colocadas exatamente no meio da pista, ao usar esse turbo derrubamos esses obstáculos. Por vezes existem painéis que nos atiram para o outro lado da pista e, se não estivermos com uma velocidade acima da média ou até controlarmos minimamente bem a nave, caímos fora da mesma.

Ainda há mais! À medida que vamos avançado, desbloqueamos várias habilidades, uma delas é o facto de mudar de um lado para o outro da pista. Isso apenas ocorrerá mais a frente na história do jogo, mas não deixa de ser algo de original. É preciso ter em atenção que a energia vai-se esgotando, por isso é sempre preciso estar atento ao consumo feito, tanto a disparar como a usar o impulso de velocidade. Mas esta energia é reabastecida passando por cima de algumas marcas que encontramos no chão.

O modo história é realmente uma surpresa bastante satisfatória, mas se querem jogar com amigos, existe a opção para 4 jogadores em simultâneo. Mesmo terminado a história há sempre os níveis extra para completar, mas o jogo em si já é bastante difícil, por isso joguem-no no caso de desejarem um desafio extra pois provavelmente vão encontrar imensas dificuldades conseguir ultrapassar esses níveis.


Como referi anteriormente, o engraçado é o facto de o jogo não se ficar pelo básico, aqui jogamos contra adversários em pista e contra bosses, como por exemplo o Minotauro, figuras carismáticas da Mitologia Grega. Um dos momentos mais espetaculares é com um boss em que jogamos ao estilo de um Lifeforce da NES ou G-Darius da PS One. Para um suposto jogo de corridas mas com a palavra aventura como nome do meio, The Next Penelope: Race to Odysseus é realmente algo de especial e não apenas “mais um” jogo de corridas no espaço.

Nota: Esta análise foi efetuada com base em código final do jogo para a Nintendo Switch, gentilmente cedido pela Plug In Digital.
The Next Penelope: Race to Odysseus The Next Penelope: Race to Odysseus Reviewed by Patrício Santos on 10 janeiro Rating: 5

Latest in Sports