Notícias

Análises

30 de março de 2016

My Nintendo chega amanhã a Portugal!


A partir de amanhã, 31 de março, será possível a todos os residentes em Portugal criar uma Nintendo Account e vinculá-la ao seu Nintendo Network ID (NNID) para associar a nova conta à sua Nintendo 3DS e/ou Wii U e começar a tirar partido do novo serviço My Nintendo.

Para criar uma conta Nintendo Account, basta aceder a accounts.nintendo.com e fazer o registo a partir do e-mail ou com o login de uma rede social como o Twitter, Facebook e Google+. Após o registo, será possível vincular múltiplos serviços, mas a opção mais interessante para os fãs da Nintendo será a de criar conta a partir do NNID, ou vinculá-lo posteriormente. A grande exigência do serviço é que o país de origem do NNID seja o mesmo da Nintendo Account em questão, o que até ao momento ainda não é possível em Portugal, mas ficará disponível com o lançamento do My Nintendo já amanhã.


Quem registar uma Nintendo Account até ao final de abril e associar um NNID que esteja vinculado a uma Nintendo 3DS irá receber de oferta a possibilidade de descarregar o Flipnote Studio 3D, uma aplicação que permite criar animações a partir do ecrã tátil da consola - a página do jogo irá exibir um botão de download que servirá como demonstração do novo método de compra de jogos digitais a ser lançado também amanhã.

Esta é outra das novidades da Nintendo, que tem uma página oficial renovada e agora apresenta informação mais detalhada acerca dos videojogos. Quem visitar o site www.nintendo.pt e tiver uma Nintendo Account poderá, a partir de 31 de março, utilizar o seu saldo da Nintendo eShop para adquirir software digital e recebê-lo automaticamente na sua consola – desde que para isso haja um NNID associado tanto à Nintendo Account como ao sistema em questão. Por esta altura já deu para perceber que é mesmo importante fazer esta associação de contas para quem for detentor de consolas Nintendo.
Quanto ao My Nintendo, este é o sucessor do antigo Club Nintendo, que recompensava a aquisição de jogos com a oferta de brindes em formato físico e alguns conteúdos digitais e foi encerrado no ano passado. O novo serviço ambiciona ir muito além do que o anterior, recompensando os jogadores não apenas por comprar software mas também por interagir com os produtos e serviços da Nintendo das mais variadas formas.

Neste serviço, que poderá ser acedido em my.nintendo.com, será possível adquirir Gold Points ao comprar jogos em formato digital a partir do website da Nintendo e da Nintendo eShop na Wii U ou na Nintendo 3DS. Além destes, existirão ainda os Platinum Points, que poderão ser obtidos de várias maneiras incluindo ao cumprir determinados objetivos dentro de jogos e serviços da Nintendo. Um exemplo disso é a aplicação Miitomo, onde cumprir "My Nintendo Missions" dá direito a Platinum Points como recompensa – uma abordagem da Nintendo ao conceito de Trophies e Achievements existentes na PlayStation e Xbox. Tanto os Gold como os Platinum Points podem ser utilizados para adquirir recompensas no My Nintendo, incluindo jogos, conteúdos DLC e descontos na Nintendo eShop.
Infelizmente, de fora deste lançamento "global" fica a aplicação Miitomo, que será lançada amanhã em vários países europeus (incluíndo Espanha) mas deixará Portugal de fora, ainda sem data prevista de lançamento. Naturalmente, sendo uma aplicação móvel, será muito fácil para qualquer utilizador descarregá-la (muitos até já têm contas Apple ou Google internacionais) para experimentar, mas é importante ter em conta que se a quiserem vincular a uma Nintendo Account portuguesa e tirar partido do serviço My Nintendo, terão mesmo de aguardar pelo lançamento do Miitomo em Portugal.

De acordo com o anúncio oficial, as novidades aqui apresentadas deverão ficar disponíveis ao início da tarde, momento a partir do qual será possível criar uma Nintendo Account para vincular ao NNID e aceder ao My Nintendo ou adquirir software a partir do site oficial da Nintendo.

Num comentário à parte, pode parecer algo inconveniente todo o processo de vincular a Nintendo 3DS e a Wii U a um NNID (se não o tiverem feito ainda), para em seguida associá-lo a uma Nintendo Account e poder tirar partido dos novos serviços, mas a perspetiva de ter uma só conta para todos os sistemas e serviços da Nintendo e que não está "amarrada" a um hardware específico é um sinal de que a gestão de contas e aquisição de software seja muito mais flexível em futuras consolas como a Nintendo NX.