Pokémon Sun and Moon Special Demo Version


A Nintendo publica hoje, ao final da manhã, a demo especial dos jogos Pokémon Sun e Moon que, além de nos dar um primeiro contacto com a nova jogabilidade da sétima geração de Pokémon, ainda permite obter o pokémon Ash-Greninja, inspirado na série XYZ do animé.

Na demo assumimos o papel de Sun, um personagem oriundo de Kanto e que acabou de chegar à região de Alola. Ao sair de casa, apercebe-se de que recebeu uma carta misteriosa. O remetente (quem será?...) ofereceu-lhe um Greninja muito especial, com a habilidade Battle Bond que lhe permite tornar-se no Ash-Greninja após derrotar um adversário em combate. Este é um pokémon exclusivo da demo e poderá depois ser transferido para a versão final do jogo, não estando anunciada outra forma de o obter no futuro.

Sendo recém-chegados à cidade de Hau'oli, Sun e a sua mãe dirigem-se à câmara municipal para registar a nova morada. Pelo caminho, podemos apreciar imediatamente a melhoria gráfica em relação à geração anterior, com cenários bastante detalhados e proporções mais realistas. Também de louvar é a banda sonora, com temas novos e também novas versões de temas antigos, mas o melhor pormenor é o de se ouvir sons de pokémon um pouco por todo o lado, reforçando a ideia da natureza em redor do personagem.

   

Pouco depois de chegar à câmara municipal, conhecemos o simpático personagem Hau. Este promete ser o nosso guia e, como com todos os pais nesta série, a mãe acha óptima ideia que Sun vá passear com alguém que não conhece de lado nenhum. Naturalmente, mal chegamos à rua encontramos problemas – uns mafiosos da Team Skull que querem roubar os nossos pokémon. A primeira impressão desta equipa é que são um grupo punk que se acha cheio de estilo, tornando-se cómicos com as poses ridículas que estão sempre a fazer, mas são muito valorizados pela fantástica música de batalha que os acompanha!

O sistema de batalhas do jogo sofreu grandes alterações a nível da sua interface gráfica, mas na sua essência é, felizmente, o mesmo de sempre. Agora é muito mais fácil saber durante a batalha o que faz cada ataque, com um simples atalho de teclas. Quando se luta contra pokémon já conhecidos, o jogo indica a eficácia dos ataques e, ao trocar de pokémon, pode ver-se quais os que têm os ataques mais eficazes para a batalha em mãos. Outra novidade é o ecrã de estado dos pokémon em combate, que permite ver com detalhe quais as suas estatísticas que foram aumentadas ou reduzidas como efeito dos ataques e itens utilizados. Pode ser interpretado como uma forma de facilitar o jogo, mas na realidade estão a trazer para a frente um conjunto de informações de jogo que normalmente só os mais dedicados compreendem.

Depois do combate, Hau leva-nos até ao Pokémon Center, o habitual local onde podemos curar os pokémon. No interior, há também um Poké Mart e um Café, mas estão bloqueados na demo: o Mart está sem produtos em stock e o dono do café foi de férias, volta "ao fim de um mês".

   

Chega então a hora de conhecer o Professor Kukui, investigador dos ataques de Pokémon, que nos oferece um desafio no Ten Carat Hill. Esta é uma apresentação dos "Trials" que serão introduzidos na sétima geração, e constituem uma tradição de Alola. Para chegar ao local do desafio, teremos de atravessar uma área representativa das "routes" neste jogo, onde há relva alta com pokémon selvagens e treinadores para combater. Quando nos aproximamos de um treinador, a câmara faz um efeito dramático a indicar que os olhares estão prestes a cruzar-se – quando dois treinadores cruzam o olhar, os combates acontecem.

Chegando ao Ten Carat Hill, é-nos apresentado o desafio: existem 4 pokémon escondidos, dois Jangmo-o e dois Hakamo-o, e temos de fotografar todos com o Poké Finder (uma versão inicial do Rotom Pokédex). Para nos ajudar, o professor Kukui empresta-nos o seu Pikachu, mas nesta demo o Greninja seria suficiente para dar conta do recado. Ao utilizar a câmara do Poké Finder, curiosamente, o jogo ativa o modo 3D da Nintendo 3DS que, fora isso, está sempre desligado.

Ao fotografar qualquer um destes pokémon, somos imediatamente atacados. Embora os combates sejam fáceis para o Greninja, a situação complica-se quando surge o último Hakamo-o, um pokémon Totem que está embebido de uma força especial e é capaz de invocar aliados em combate (no meu caso surgiu um Rockruff).

   

O prémio pela vitória do Trial é um Z-Ring, que permite utilizar os Z-Moves quando um pokémon tem em sua posse um Z-Crystal. O professor oferece um destes cristais, Electrium Z, para experimentar com o Pikachu... o que dá imenso jeito pois os mafiosos da Team Skull estão de volta, desta vez acompanhados pela Team Skull Admin Plumeria.

Boa altura, então, para experimentar o poder da letra Z! Na demo, o Pikachu ganha o ataque Gigavolt Havoc a partir do seu ataque Thunderbolt. O Z-Crystal afecta ataques do seu elemento e o poder do novo ataque varia conforme o ataque de base. Neste caso, o Gigavolt Havoc é um ataque elétrico do tipo Special e com 175 de dano, o que não é brincadeira nenhuma! Seguindo esta lógica, poderemos assumir que o mesmo ataque, mas com base no Thunder, resulte em algo ainda mais devastador, pelo que se compreende a restrição de só se poder utilizar um Z-Move uma vez durante todo o combate.

Naturalmente, o Golbat da Plumeria não aguenta o ataque do Pikachu, pelo que esta se retira e tudo fica bem. O Pikachu é devolvido ao professor e todos vão comer malassadas. O quê? Leram bem. O doce tradicional das regiões da Madeira e dos Açores também é bastante apreciado em Alola (explicação) e até há uma loja na cidade de Hau'oli dedicada à iguaria!


A demo acaba aqui, gravando os dados para que se possa transferir o Greninja para o jogo final, mas há mais conteúdo para quem voltar a jogar.

A primeira coisa que recebemos é um Ride Pager, que nos permite experimentar montar pokémon. Na demo, apenas temos direito a andar de Tauros, mas a experiência é óptima. A qualquer momento, desde que não seja dentro de edifícios, podemos invocar um Tauros para nos transportar rapidamente pelo mundo, com a capacidade de destruir pedras que estejam a bloquear o caminho. Adeus HMs? Parece que sim! Há até um circuito, Mahalo Trail, feito de propósito para se praticar e aprofundar a ligação com o Tauros.

Outra coisa a procurar na demo é o Pokémon catching challenge, que consiste em apanhar o máximo de pokémon com as pokébolas que nos são dadas. No final, não poderemos manter nenhuma das criaturas capturadas, mas se conseguirmos uma pontuação elevada teremos uma recompensa. Nesta área é possível encontrar vários Yungoos e Pikipek, mas também alguns Pikachu e até mesmo o Rockruff, adicioná-los à Party e combater com eles, para depois devolver à natureza.

A demo tem ainda alguns personagens com eventos programados para datas específicas (no mundo real) desde o dia em que se começa a demo. Encontrei eventos para regressar à demo um dia, 5 dias e 8 dias depois, mas poderá haver mais eventos escondidos. Encontrei pouca variedade de criaturas no jogo, resumindo-se ao Yungoos, Pikipek, Rockruff, Pikachu, Jangmo-o e Hakamo-o, além do Golbat da vilã Plumeria, o Tauros montável e alguns NPCs na cidade.


Mesmo tendo poucas novidades para quem segue religiosamente os anúncios relativos a Pokémon Sun e Moon, a demo oferece uma óptima experiência de jogo e ajuda a lidar com a espera pela versão final. Com gráficos do melhor que há na Nintendo 3DS e uma banda sonora de luxo, só mesmo as malassadas de Alola nos poderiam deixar com ainda mais água na boca!
Nota: esta análise foi efectuada com base em código da Special Demo Version, gentilmente cedido pela Nintendo.
Pokémon Sun and Moon Special Demo Version Pokémon Sun and Moon Special Demo Version Reviewed by Telmo Couto on 18 outubro Rating: 5

Latest in Sports