Notícias

Análises

5 de fevereiro de 2015

Gunman Clive 2


Quando foi publicado na Nintendo eShop da 3DS, em finais de 2012, Gunman Clive foi um jogo verdadeiramente surpreendente que tinha surgido primeiro em plataformas mobile e só depois seria adaptado a uma consola de videojogos. Uma surpresa não só pela adaptação em si, mas também pela qualidade e originalidade do jogo em questão, especialmente tendo em conta que foi desenvolvido por apenas uma pessoa! Agora, o cowboy dos jogos indie regressa em Gunman Clive 2 para uma nova aventura, desta vez recheada de cor.

   

Para quem tenha jogado o original, a diferença visual é tão notória que dispensa qualquer comentário. Gunman Clive 2 é um jogo de plataformas e ação cheio de cor, com um grafismo 3D que aparenta ter sido desenhado à mão e, ao mesmo tempo, impressiona com a solidez do efeito estereoscópico na 3DS. Os cenários estão carregados de cores saturadas, o que faz com que sejam bastante distintos uns dos outros, aumentando assim a diversidade ao longo do jogo - uma cidade em chamas, uma floresta de bambu ou uma montanha gelada são caracterizadas ao extremo graças a esta opção artística.

A diversidade do jogo não se fica pela estética. Ao longo da aventura, são introduzidas novas experiências de jogo além de simplesmente andar em frente, saltar em plataformas e disparar contra inimigos. Sem querer estragar muito da experiência, níveis como o da floresta em que o herói prossegue montado num panda, ou aqueles em que a perspetiva de jogo muda e se avança em profundidade, são pequenas mas deliciosas surpresas que motivam a progressão do jogador.

   

E bem que será precisa essa motivação! Apesar de ser possível escolher a dificuldade do jogo, o verdadeiro desafio está em algumas sequências de plataformas que poderão ser frustrantes dada a sua exigência. Em certos momentos, os controlos parecem ser demasiado rígidos para o que se pretende, mas nada que não seja superado com a prática. Infelizmente, em alguns dos níveis mais longos o jogador sentir-se-á bastante penalizado ao ter de os recomeçar por ter falhado um salto específico no final. Por outro lado, o developer teve o cuidado de reiniciar automaticamente os níveis quando o personagem morre - a desistência não é uma opção para os bons jogadores!


Gunman Clive 2 é um jogo simples com um estilo artístico fortíssimo, que consegue misturar cowboys com robôs, pandas, dinossauros e patos numa única aventura. Com 3 personagens jogáveis (e um 4º desbloqueável), é um jogo com bom replay value e que incentiva quem gosta de um bom desafio a tentar os modos mais difíceis. O seu preço baixo faz com que seja uma oferta muito mais apetecível no mercado de jogos digitais da Nintendo 3DS, sendo um jogo indie bastante recomendado a quem gosta de jogos de acção e plataformas ou simplesmente aprecia jogos com um estilo gráfico mais demarcado do mainstream.