Notícias

Análises

12 de dezembro de 2014

Tetris Ultimate


A série Tetris tem recebido incontáveis lançamentos em vários formatos, desde o seu lançamento original em 1984 por Alexey Pajinov, que ao criar Tetris testava as capacidades dos computadores que tinha pelas mãos. Um jogo bastante simples, com uma fórmula que marcou toda uma geração de pessoas, quer sejam jogadores ou não, e ainda um dos responsáveis pelo sucesso do Game Boy original, por vir incluído com imensas consolas, e ao mesmo tempo a plataforma que impulsionou o lançamento de incontáveis "Brickmania" que chegaram às mãos de milhões.

A edição Ultimate chega agora à 3DS, que traz alguns modos com experiências algo diferentes da tradicional, quer estejamos a jogar sozinhos ou a enfrentar amigos. Não há muito a descrever sobre o sistema de jogo, pois é facilmente reconhecido por todos, que já perderam conta do número de vezes que fizeram um Tetris, ou seja, eliminar 4 linhas de uma vez só.

Entre os modos de jogo disponíveis, temos o principal e possivelmente o mais jogado, onde o objetivo é concluir 15 níveis o mais rápido possível. Podemos também enfrentar o contrarrelógio e concluir 40 linhas rapidamente, ou obter a melhor pontuação em 3 minutos apenas, ou simplesmente relaxar e jogar quanto tempo quisermos, sem limitações de tempo. Podemos ainda enfrentar o computador num modo de batalha simples, ou noutro em que podemos usar alguns itens que mudam tanto o nosso jogo, como o do adversário.

Podemos ainda enfrentar os nossos amigos localmente, onde é possível tirar partido do modo Download Play para boas sessões de jogo, ou ainda desafiar outros jogadores online. Através da internet podemos também aceder a comunidades de jogo, ou ainda comparar a nossa pontuação com outros jogadores, num ranking mundial.

Talvez o modo mais curioso é o Challenge, como o modo Rotation Lock onde não podemos rodar as nossas peças, ou o modo Invisible em que as nossas peças desaparecem momentos depois de colocarmos uma nova peça no jogo. Para obter todos estes modos de jogo precisamos de obter Badges, estas que funcionam como Achievments que obtemos ao concluir certas façanhas.

Face aos vários modos de jogo, questionamos até que ponto é possível lançar novamente um título quase livre de alterações ao longo de 30 anos. Embora seja óbvio o que esperamos de Tetris, a versão em si peca pela ausência de poder mudar sequer a música enquanto jogamos, embora estejam presentes versões diferentes do tema intemporal do jogo, consoante o modo de jogo. Também não conta com modos do jogo Tetris lançado em 2011 para a 3DS, onde podíamos, por exemplo, usar a realidade aumentada para um tipo de jogo algo diferente.


Tetris Ultimate é um jogo que facilmente vos pode acompanhar na vossa 3DS, para rápidas sessões de jogo como foi originalmente concebido, mas que rapidamente vos prende rapidamente pela sua simplicidade ser tão viciante. Existem alguns desafios para prolongar a vida de jogo, embora os vários métodos para conseguir os Badges se possa tornar repetitivo.