Notícias

Análises

11 de março de 2013

3º Aniversário Meus Jogos DS


Foi com um simples post sobre o 5º aniversário da Nintendo DS que tudo começou. Faz hoje 8 anos que chegou a Portugal a melhor consola portátil de sempre e com a qual perdi centenas de horas a descobrir e explorar novos mundos. Uma consola que me incentivou a explorar até alguns géneros que desconhecia ou desvalorizava, que fez crescer ainda mais a paixão que tenho pelos videojogos desde a minha primeira consola – uma Super Nintendo com o Super Mario World. O gosto pela escrita e a vontade de partilhar as minhas experiências com esta consola, foram o ponto de partida para começar o Meus Jogos DS há precisamente 3 anos.

Desde então, tem sido uma excelente experiência acompanhar o lançamento e crescimento da Nintendo 3DS, cada vez mais digna do cargo de sucessora da velhinha DS, contando já com um leque de jogos muito impressionante em menos de dois anos no mercado. O mesmo se pode dizer da Wii U, que ainda agora está a dar os primeiros passos, mas mostra um potencial de crescimento incrível – basta ver as apresentações do Nintendo Direct.

Mas o melhor de toda a experiência tem sido sentir o crescimento do Meus Jogos DS. A cada mês que passa, sobe o número de leitores que visitam o blog e daqueles que nos acompanham no facebook, onde também tem subido bastante o número de pessoas que participam activamente com os seus comentários. A nossa coluna especial dedicada à série Fire Emblem é o maior sinal de como o Meus Jogos DS cresceu ao ponto de não ser apenas um espaço para as minhas opiniões, ou as do colega Nuno Mendes, mas todo um espaço onde partilhamos uma paixão com os nossos leitores com abertura a colaborações especiais. O excelente trabalho feito pelos colaboradores deste projecto dedicado a Fire Emblem mostrou não só uma grande paixão pela série, mas também a vontade de a dar a conhecer aos restantes jogadores.

É também o feedback dos leitores que nos faz perceber que tudo isto vale realmente a pena. Nada nos enche mais de orgulho quando nos dizem que um determinado artigo lhes chamou a atenção para um jogo que não conheciam e pelo qual se acabaram por interessar. Receber as críticas, dicas e sugestões dos leitores faz-nos sentir que estamos realmente a escrever para pessoas e que estas estão aí desse lado para ler. Muito obrigado a todos os que nos acompanham, espero que daqui por um ano estejamos todos aqui mais uma vez para celebrar!

Telmo Couto