Notícias

Análises

7 de julho de 2017

És Tu!


Para uma plataforma cujo lema é "Isto é para os jogadores", a PlayStation 4 fez um óptimo trabalho, tendo já conquistado mais de 60 milhões em todo o mundo com o seu catálogo rico em conteúdos para o público "gamer". Chegou, então, o momento ideal para expandir a audiência da plataforma além dos jogadores, com títulos feitos a pensar nos amigos e na família dos jogadores. O primeiro, És Tu!, surpreende tanto pela novidade como pela diversão: este é um jogo de perguntas e atividades onde os protagonistas são os próprios participantes. E é genial!

Play Link é o nome da nova gama de jogos sociais da PlayStation, desenhados para apelar a todas as pessoas não só pelo conceito de jogo mas também pela interface simples que recorre aos smartphones e tablets dos jogadores. Não é preciso comandos adicionais ou configurações complicadas, basta instalar uma aplicação gratuita  num dispositivo móvel e começar a jogar. Atualmente, há 6 títulos planeados para esta série mas, para já, És Tu! (ou, em Inglês, "That's You!") foi o jogo escolhido para a estreia do Play Link.


 És Tu! é um jogo especial pela forma como integra o jogador. Aqui, cada um tem uma carta associada a si, criada a partir da aplicação "És Tu!" para Android e iOS. Tudo começa com uma selfie e entre 2 a 6 jogadores junto a uma mala com variados temas e cartões de perguntas e atividades. Acontece que as perguntas não são de cultura geral, mas sim acerca dos jogadores! Normalmente, as questões apresentam uma situação e uma reação, que devemos então associar a uma das pessoas presentes. Por exemplo, no cenário da vida doméstica, à questão "Qual destas pessoas arrumaria as especiarias por ordem alfabética?", entre risos, os jogadores selecionam o mais obsessivo-compulsivo lá de casa. De seguida, são apresentados os resultados, o confronto das opiniões que os jogadores têm uns dos outros. É particularmente hilariante quando todos votam numa pessoa, excepto a própria - "A sério que acham isso?" - é só rir!

Apresentados os resultados, os pontos são atribuídos por concordância. Isto é válido em todas as atividades. Por exemplo, num jogo a 4, se duas pessoas votarem na mesma opção, ambos recebem 200 pontos. Se forem três a escolher a mesma, então recebem 300 pontos. Caso haja unanimidade, são 400 pontos para cada um, mas não se altera a distância entre jogadores, a não ser que alguém tenha usado um joker. O joker serve para quando estamos confiantes de que a nossa resposta será correspondida pelos outros jogadores, duplicando a pontuação caso tal se verifique. Claro que, num jogo destes, ganhar ou perder é quase indiferente, a diversão encontra-se entre o início e o resultado final. Jogando a dois, o jogo conta uma pontuação única para ambos, com base nas respostas que coincidiram. Assumindo que não combinam as jogadas (qual seria a piada disso?), podem encarar o jogo como um teste de relação: quão bem se conhecem os jogadores?


Não se pense, no entanto, que o jogo consiste apenas em associar um jogador a um cenário, pois há muito mais. Numa sessão de jogo, iremos visitar diferentes cenários, tantos quanto o número de participantes. Em cada cenário, começamos com umas rondas de associação à pessoa, até que o jogo escolha focar-se numa dessas pessoas. A partir daí, é esse o protagonista das questões, que podem ser de lhe associar uma imagem, fazer um desenho ou completar uma frase com algo que essa pessoa diria. Que ninguém se preocupe em ficar de parte, pois o protagonismo toca a todos!

A aplicação móvel é central para a experiência, pois além de servir para escolher as respostas, também é utilizada para desenhar, escrever e tirar selfies ou outras fotografias. O que acontece quando uma fotografia é utilizada como base para um desenho? É o grupo todo a rir! Quando não se está a jogar, podemos utilizá-la para criar cartões com perguntas e desenhos para serem utilizados no jogo. Em cada sessão, só podemos escolher uma pergunta, mas se for bem colocada no contexto do grupo que está a jogar pode arrancar as maiores gargalhadas. Afinal, o que o jogo mostra é quão bem as pessoas se conhecem...


Naturalmente, é um jogo óptimo para jogar em família ou com um grupo de amigos chegados, mas não se pense que jogar com pessoas menos chegadas vá ser menos divertido. Pode ser um pouco mais embaraçoso, sem dúvida, mas na prática funciona como um óptimo quebra-gelo! Uma curiosidade: o sistema Play Link permite até que a PS4 funcione como hotspot para as apps se conectarem, pelo que nem será necessário partilhar a password do Wi-Fi!

É fantástico quando um jogo proporciona uma experiência tão agradável que nos faz esquecer de pormenores técnicos, mas é importante referir o grafismo deste jogo, com uma estética "vintage" e cenários impressionantes se considerarmos que servem apenas para contextualizar as perguntas. Outra coisa que é de louvar é a localização em Português, algo fundamental para um jogo que pretende chegar a pessoas de todas as idades. O anfitrião/narrador do jogo é divertido, umas vezes simpático e outras sarcástico, provocando assim também diversas reações nos jogadores.


És Tu! foi disponibilizado como oferta no serviço PS Plus, mas também pode ser adquirido por 19,99€ nas lojas caso não tenham a subscrição do Plus. A este preço, é um título obrigatório para quem procura um jogo de festa na PlayStation 4, pois é um daqueles títulos que virão sempre à baila quando se reúne um grupo de amigos ou familiares. Fortemente recomendado!


Nota: Esta análise foi efetuada com base em código final do jogo para a PlayStation 4, gentilmente cedido pela SIEE.