Notícias

Análises

1 de junho de 2018

SEGA Mega Drive Classics


Como não adorar uma viagem ao passado? Os jogadores adoram e as companhias de videojogos sabem-no, motivo pelo qual não faltam ofertas de conteúdos de "retrogaming", especialmente da parte de companhias como a Nintendo e a SEGA. Qualquer pessoa nos seus 30s terá memórias de infância da Mega Drive, quer fosse afortunado com uma em casa, quer tivesse um amigo com a consola para ir lá jogar. Bons tempos, certo?

SEGA Mega Drive Classics chegou à PlayStation 4 e Xbox One e é a mais recente compilação de jogos da Mega Drive, com uma lista de 53 jogos diferentes para recordar ou jogar pela primeira vez. Na lista podem encontrar-se pérolas como Alex Kidd, Comix Zone e Gunstar Heroes, bem como as sagas de Golden Axe, Streets of Rage, Shining Force ou Phantasy Star, mas curiosamente ficou de fora o Sonic 3 e o Sonic & Knuckles. Por outro lado, se há coisa que não falta por aí é compilações de jogos do Sonic, portanto esta não deixa de ser uma grande oportunidade de se revisitar o catálogo da consola. 53 títulos por cerca de 30 Euros é uma pechincha e, convenhamos, ia sempre faltar algum.


O menu desta compilação é peculiar, apresentando-nos a sala de um aficionado da Mega Drive com um televisor CRT no centro da sala e uma estante com todos os jogos disponíveis. Curiosamente ficou a sobrar espaço na prateleira de baixo, portanto pode-se considerar que o aficionado tem a plena noção de que ainda lhe faltam alguns. Por baixo da TV está a Mega Drive e um menu onde é possível configurar as definições do emulador, que irão variar entre a imagem original e um conjunto de filtros e tratamento de pixels, além de uma série de rebordos para ladear a imagem do jogo. Há até um "flip mode" que permite espelhar o jogo e jogar como se estivesse em "mirror mode"! Mas a novidade mais interessante é a possibilidade de jogar online o modo multijogador dos jogos que, anteriormente, só davam para jogar localmente.

O ponto forte desta edição é mesmo a sua relação preço-conteúdo. Há tanto jogo com tanta qualidade que realmente este é um must-have para os fãs da SEGA, cuja maior dificuldade será decidir o que jogar primeiro. Voltar ao favorito de sempre, ou experimentar aquele clássico que na altura se escapou? Jogá-los sem ser em fullscreen, com a moldura do televisor e o filtro de CRT é suficientemente convincente para levar qualquer um aos bons velhos tempos, quando as tardes livres eram longas e a única preocupação era saber a que horas davam os bonecos para se mudar para a televisão.


É esta a lista de jogos presentes nesta coleção:
  • Alex Kidd in the Enchanted Castle
  • Alien Soldier
  • Alien Storm
  • Altered Beast
  • Beyond Oasis
  • Bio-Hazard Battle
  • Bonanza Bros.
  • Columns
  • Columns III: Revenge of Columns
  • Comix Zone
  • Crack Down
  • Decap Attack
  • Dr. Robotnik’s Mean Bean Machine
  • Dynamite Headdy
  • ESWAT: City Under Siege
  • Fatal Labyrinth
  • Flicky
  • Gain Ground
  • Galaxy Force II
  • Golden Axe
  • Golden Axe II
  • Golden Axe III
  • Gunstar Heroes
  • Kid Chameleon
  • Landstalker
  • Light Crusader
  • Phantasy Star II
  • Phantasy Star III: Generations of Doom
  • Phantasy Star IV: The End of the Millenium
  • Ristar
  • Shadow Dancer: The Secret of Shinobi
  • Shining Force
  • Shining Force II
  • Shining in the Darkness
  • Shinobi III: Return of the Ninja Master
  • Sonic 3D Blast
  • Sonic Spinball
  • Sonic the Hedgehog
  • Sonic the Hedgehog 2
  • Space Harrier II
  • Streets of Rage
  • Streets of Rage 2
  • Streets of Rage 3
  • Super Thunder Blade
  • Sword of Vermilion
  • The Revenge of Shinobi
  • ToeJam & Earl in Panic on Funkotron
  • ToeJam & Earl
  • Vectorman
  • VectorMan 2
  • Virtua Fighter 2
  • Wonder Boy III: Monster Lair
  • Wonder Boy in Monster World
Tudo isto por cerca de 30 Euros é realmente muito bom.

Nota: esta análise foi efetuada com base em código final do jogo para a PlayStation 4, gentilmente cedido pela Ecoplay.