Notícias

Análises

11 de junho de 2018

E3 2018: A Xbox está de volta ao jogo!


Longe vão os tempos em que a Xbox 360 dominava o mercado das consolas. A mudança de geração teve um impacto muito negativo na marca, em conjunto com as mudanças na liderança da Microsoft que, na altura, parecia não ter grande interesse em videojogos. Seria o fim? Em 2018, Phil Spencer subiu ao palco para nos assegurar que não.

O chefe da Xbox e Microsoft Studios mostrou-se orgulhoso com o seu trabalho e anunciou um grande esforço dentro da companhia para o desenvolvimento de novos jogos exclusivos para a Xbox One, reconhecendo que a falta de um catálogo forte em exclusivos foi um grande travão ao sucesso da plataforma. Por esta altura, a Xbox One dificilmente chegará à liderança de vendas no mercado de consolas, mas anúncios como a aquisição de 5 estúdios de desenvolvimento, incluindo a Ninja Theory (Hellblade: Senua's Scrifice), mostram que a Microsoft está a trabalhar para o futuro. Não foi por acaso que Phil Spencer encerrou a conferência com a confirmação de que já estão a trabalhar na próxima geração da Xbox.


A necessidade deste investimento é notória pois, mesmo com grandes anúncios e "world premieres", muito do que foi apresentado também estará disponível noutras plataformas que não pertencem à Microsoft. Kingdom Hearts 3, Cyberpunk 2077 ou Fallout 76, só para dar alguns exemplos, são títulos fantásticos de que a Xbox se deve orgulhar por ter no seu catálogo, mas dificilmente pesarão na hora do consumidor decidir entre uma PlayStation 4 ou uma Xbox One.

Restam então os exclusivos, onde se destacam títulos como Halo Infinite, Forza Horizon 4 e Gears 5, novos conteúdos em franquias favoritas dos fãs da Xbox e que parecem tirar o máximo partido das capacidades da Xbox One X. Aliás, a série Gears levou um grande investimento, com um total de três jogos revelados, incluindo um para dispositivos móveis onde todas as personangens são figuras Pop! A grande surpresa, no entanto, foi o anúncio de um novo Battletoads, que será lançado em 2019. A nostalgia também vende, Phil Spencer sabe disso.

A conferência da Xbox na E3 2018 foi a sua melhor nos últimos anos e mostra uma tendência muito positiva para o futuro, assegurando o apoio das companhias third-party enquanto começam a trabalhar em força num maior catálogo de títulos exclusivos para a Xbox One... e para a sua sucessora também.

Segue-se a apresentação integral: