Notícias

Análises

22 de fevereiro de 2017

Antevisão: Super Bomberman R

Antevisão por Patrício Santos

No evento de antevisão da Nintendo Switch, foram precisos quatro voluntários para testar o mais recente jogo Bomberman, de nome Super Bomberman R. No ano em que se celebra o seu trigésimo terceiro aniversário, nada como a nova consola receber um jogo exclusivo do mestre em bombas no mundo dos videojogos.

Super Bomberman R não era um jogo pelo qual tinha grandes expetativas, mas tudo mudou a partir do momento em que segurei no meu Joy-Con e comecei a atirar bombas aos meus adversários. Jogamos cerca de 4 partidas, no qual deu perfeitamente para avaliar o modo multiplayer. Uma arena típica dos jogos Bomberman, com os 4 bombistas a começarem o jogo um em cada canto desta arena, e deu para entender que o caos estava para vir assim que cada um dos jogadores se aproximasse dos adversários em batalha. Além disso, algo muito importante a referir acerca de Super Bomberman R foi a diversão que o jogo proporcionou a todos os quatro jogadores que o testaram. As gargalhadas, essas eram imensas, sentimos que a jogabilidade e a essência de Bomberman estava bem presente.

Não sei quantos de vocês jogaram Bomberman World, no meu caso foram horas e horas agarrado à playstation com o meu irmão a jogar o modo multiplayer. Após anos de ter jogado esse velho clássico, o regresso do Bomberman na minha vida foi espantosa, senti mesmo que este pode muito bem vir a ser um dos jogos mais divertidos na Swtich e que estará disponível assim que a consola chegar ao mercado no dia 3 de março.

É evidente que foi apenas testado o modo multiplayer, tendo conhecimento da existência do modo campanha mas que infelizmente não estava disponível para testar. Por isso não podemos afirmar já que o produto final seja fraco genial ou mediano, mas quanto ao modo multiplayer, a diversão está mesmo garantida. O grafismo e a jogabilidade simples e eficaz são provas de que Bomberman ainda tem umas bombas para lançar e fazer explodir a bateria dos Joy-Con com horas de jogo, se é que me fazem entender.