Notícias

Análises

2 de abril de 2016

Final Fantasy XV Uncovered - As 14 surpresas da apresentação



Dez anos depois do seu anúncio inicial, Final Fantasy XV finalmente tem uma data de lançamento. Que dia glorioso! No entanto, dizer que o jogo está em produção há dez anos, é mentir um pouco. Passo a explicar: o jogo foi anunciado em 2006 e era para ser um spin-off de Final Fantasy XIII, chamado Versus XIII para a PlayStation 3, mas quis o destino (e talvez a recepção menos calorosa ao XIII) que o jogo se afastasse do nome. Então, em 2013, o jogo assumiu o legado do XV e mudou de direcção. A equipa também mudou, saindo Nomura para receber Hajime Tabata que tinha outras ideias, melhores ideias que não incluíam fechos e cintos em demasia. O enredo mudou, o tom mudou e em 2016 vamos poder provar o que nos foi prometido.


E porque a Square-Enix achou que merecíamos um mimo, organizou no passado dia 30 de março um mega evento em Los Angeles para revelar a data de lançamento. O evento chamou-se, adequadamente, Final Fantasy XV Uncovered. Não acham exagerado um evento só para isto? Não. Os fãs mereciam mesmo e o evento iria servir para anunciar mais detalhes e novidades – ao todo eram 14 surpresas (contando com os leaks) num evento dedicado ao décimo quinto jogo da série principal.

Então o que aconteceu? Além das visitas carismáticas de Hironobu Sakaguchi, Nobuo Uematsu e Yoshitaka Amano, os pais de Final Fantasy, tivemos outros convidados e dois anfitriões que pareciam perdidos num mundo de graúdos, mas que até se safaram. Nós só queremos saber das novidades! E vamos a isso:

1. Novo trailer! Reclaim Your Throne que mostra novos pontos da história, assim como mais jogabilidade. Tudo muito bom, tudo muito bonito, mas o brinde do bolo foi a versão de Stand by Me (Ben. E. King. ) por Florence and the Machine que será o tema do jogo. Por mim, a noite ficou ganha. Que voz mais doce, que tema mais caloroso que acompanhava bem os momentos de estrada.


2. Florence falou através de um vídeo sobre a sua experiência com jogos e com a saga Final Fantasy.

3. Um vídeo apresentou o mural elaborado por Amano. Um enorme painel em 3D com os vários Summons e alguns segredos. O melhor é verem.

4. Um vídeo sobre o mundo e ambiente do jogo, cidades, masmorras e campos, agora a ver se compensa viajar por lá...

5. A apresentação dos nossos Chocobos com um vídeo de jogabilidade! Não faltou a melodia clássica.

6. Em colaboração com a Square-Enix, a Audi vai produzir uma unidade do carro do jogo, o Regalia. Porreiro?

7. Vamos ter uma série animada, Brotherhood, com cinco episódios (um extra saíra nas edições de coleccionador, mas rapidamente estará na Internet). A série irá incidir na história dos amigos até ao início do XV. Terá ligações com aquela demo estranha que foi lançada, Platinum Demo. Estará a cargo do estúdio A-1 Pictures.


8. Kingsglaive: Final Fantasy XV. Decorem este nome. Depois de um espectacular trailer em CGI, que admito estar melhor que o do jogo, ficámos a saber que para além de uma série inicial, teremos um filme paralelo ao jogo, mas com outras personagens. Enquanto andamos na roadtrip com os nossos “amigalhaços”, a vida continua em Lucis, mas nem tudo corre bem quando Niflheim avança e lança um ultimato ao rei, Regis. Tudo para obter um cristal, a base da saga Final Fantasy.

9. Anunciaram as vozes de três personagens do filme, mas não do jogo: Aaron Paul como Nyx, Lena Heady como Luna e Sean Bean como Regis – spoiler: ele deverá morrer. Volto a frisar, as vozes no jogo serão outras.

10. Mini-jogos! Justice Monsters Five é um mini-jogo, à lá flipper, deste Final Fantasy. Não é um Triple Triad ou Blitzball, mas promete divertir dentro e fora do jogo, já que vai sair para iOS, Android e Windows Phone (obrigado!)

11. Uma nova demo, Platinum Demo, que se passa durante um sonho de Noctis e jogamos com a personagem em criança. A demo não é um pedaço retirado do jogo completo, é conteúdo novo onde poderão experimentar o novo sistema de combate que foi refinado da demo Episode Duscae. Podem não apreciar o contexto da mesma, mas não podem negar que o combate está bem melhor! Podemos trocar de armas no momento, utilizar magia e aprender a defender, que nem sempre é fácil. Após a demo, somos brindados com um Carbuncle na versão final.


12. Tudo isto e nada de edições físicas? Calma porque teremos jogo para todas as carteiras: A edição normal; a Deluxe Edition com uma caixa metálica, o filme e conteúdos digitais e a Ultimate Deluxe que conterá um art book, banda sonora, figura de Noctis, tudo o que as outras edições incluem e o filme e série animada. Apenas existirão 30 000 unidades e já esgotaram! Nada barata, ficam a saber.

13. Data de lançamento! A informação que todos desejavam: 30 de Setembro deste ano!

14. Parece que a introdução de Hironobu Sakaguchi era a número um, mas fica aqui de novo porque sem ele não havia nada disto!

Pronto, foram quase três horas de muita excitação, emoção e revelações. Não foi um mau evento, longe disso! Foi tudo o que um fã podia desejar e muito mais. Agora resta-nos jogar a demo, ver os trailers, esperar pelo filme e depois comprar o jogo quando sair. Para ser sincero, espero que tenham aprendido a lição com o XIII e que façam deste XV o melhor Final Fantasy. Um grande jogo porque nós merecemos! E agora, com licença, que vou rever o trailer.