Notícias

Análises

25 de abril de 2016

Alienation


Resogun foi um dos meus jogos favoritos no lançamento da PlayStation 4, muito graças à sua ação frenética e o grafismo incandescente recheado de lasers e explosões. Mais de dois anos depois, a Housemarque regressa à plataforma com mais um jogo vistoso: Alienation. O título parece um pouco desinspirado, mas é uma clara referência a Dead Nation, um clássico da empresa para a PS3 e que serviu de template para este novo jogo, embora a temática seja diferente.


Alienation é um shooter que nos coloca no papel de salvar a Terra de uma invasão alienígena. A história não é realmente importante, mas serve para nos explicar o motivo de se andar aos tiros contra hordes de monstros que parecem não ter fim. A jogabilidade utiliza os dois analógicos do comando para deslocar o personagem e controlar a direção dos tiros de forma independente (algo a que os fãs deste tipo de shooters estão habituados), o que significa que os inimigos irão surgir de toda a parte. Ao iniciar o jogo, as coisas parecem relativamente calmas, mas rapidamente se tornam bastante intensas, pelo que é muito importante dominar os controlos e fazer upgrades ao personagem. Há muitos elementos de RPG inseridos neste jogo, desde classes dos guerreiros à personalização das caraterísticas a melhorar quando se sobe de nível, para não falar no vasto arsenal que se vai adquirindo ao longo das missões. O resultado é um forte sentimento de progressão que nos faz sentir cada vez mais poderosos à medida que vamos também enfrentando inimigos mais fortes e em maior número.

Os níveis oferecem 3 graus de dificuldade e consistem em missões com múltiplos objetivos, que podem variar entre recuperar algum objeto ou destruir alvos específicos, sendo que normalmente basta seguir as indicações no mapa e ir matando tudo o que aparece em frente. Os mapas são bastante grandes e há a possibilidade de explorar muito além do definido pelos objetivos das missões, onde por vezes se encontram inimigos e/ou tesouros raros. Outra coisa a prestar atenção nos cenários são pontos de respawn em caso de morte, a não ser que tenham optado pela opção de morte permanente e aí terão mesmo de recomeçar.


Alienation oferece mindless fun e torna-se mais divertido à medida que se vai progredindo e ganhando armas mais devastadoras. No entanto, as missões mais longas podem revelar-se exaustivas, especialmente nas dificuldades mais altas onde parece não haver fim aos "xenos". E é aqui que se torna fundamental jogar online, podendo até 4 jogadores participar no combate aos alienígenas. Com simples comandos de comunicação ("Aqui!", "Boa!", "Esperem!") e a informação visível no mapa, os jogadores têm de cooperar para eliminar as hordes de inimigos enquanto se vão protegendo e curando quando possível. A minha experiência durante estes dias de análise foi óptima neste aspecto e permitiu enfrentar em conjunto níveis na dificuldade máxima que simplesmente não conseguiria fazer sozinho sem umas valentes horas adicionais de grinding para subir níveis e melhorar armas.

Jogar sozinho depois de o fazer em equipa acaba por ser muito menos interessante, mas com o online ligado é possível deixar que outros jogadores façam uma "invasão" ao nosso mapa e nos tentem eliminar. Normalmente, os que tentaram fazer isso acabaram por conseguir estragar-me o nível e voltar ao ponto de respawn anterior, pelo que a piada desapareceu muito rapidamente. Deixo a ressalva de que normalmente também não sou muito apreciador de modos PvP, especialmente em jogos que giram em torno do modo cooperativo.


Além do co-op online, os gráficos de Alienation também são um ponto forte deste título. Os cenários são bastante detalhados e cheios de efeitos luminosos com cores vibrantes, com imensos elementos destrutíveis. Há explosões por todo o lado e os efeitos das armas são também bastante vistosos, deixando-nos hipnotizados e por vezes sem ter bem a certeza de onde está o nosso personagem no meio de tanta explosão. Já a banda sonora, infelizmente, não passa do genérico "jogo de tiros com aliens" de que normalmente nos esquecemos mal desligamos o jogo. Uma pena, porque de resto é um jogo tecnicamente impressionante.

Alientation pode até ter um nome desinspirado, mas é um título bastante divertido para se jogar online e ver centenas de aliens desfazerem-se enquando mantemos o gatilho premido e simplesmente apontamos na sua direção.
Nota: Esta análise foi efectuada com base em código final do jogo para a PlayStation 4, gentilmente cedido pela SCEE.