Notícias

Análises

17 de fevereiro de 2016

Antevisão: Pokkén Tournament


No ano em que se comemora o 20º ano da série Pokémon, a Pokémon Company e a Bandai Namco Entertainment uniram-se para nos trazer este Pokkén Tournament, que chega à Wii U já no próximo mês. Este jogo de luta é completamente diferente do que estamos habituados a ver na série, apresentando os pokémon em combates mais parecidos com os da série Tekken. Estando a poucas semanas do lançamento, a equipa do Meus Jogos já teve acesso à versão final do jogo e, por isso, decidimos partilhar aqui algumas impressões iniciais.

Antes de mais, é importante referir que este "Pokémon Tekken" é um jogo de luta bastante convencional, apesar de ter algumas particularidades que o tornam interessante. Os combates decorrem em duas fases numa arena tridimensional. Na primeira fase, há bastante espaço para que os personagens se movam livremente, com a câmara afastada. Aqui há um grande foco em ataques de longa distância, sendo importante o timing para se bloquear ou desviar dos ataques. Na segunda fase, a câmara é colocada lateralmente e a deslocação dos lutadores é semelhante à da série Tekken. Aqui o combate é mais intenso e focado em técnicas de curto alcance. A qualquer momento do combate, uma sucessão de ataques (ou então um bastante forte) irá provocar uma mudança de fase. Pensem na mudança de fase como atirar o adversário para longe após uma série de golpes de curto alcance, por exemplo. Esta dinâmica é interessante e pode servir para virar o jogo, especialmente porque provocar mudanças de fase ajuda a encher uma barra de energia que irá libertar o potencial do pokémon em combate (como por exemplo uma Mega Evolução, no caso do Lucario).


O jogo tem 14 personagens disponíveis logo desde o início, contando ainda com o Mewtwo e o Shadow Mewtwo, podendo este último ser imediatamente desbloqueado com um cartão amiibo que virá incluído nas primeiras edições do jogo. Para além destes, também marcam presença vários pokémon de suporte, que podem ser selecionados antes dos combates e utilizados assim que encha a sua barra de energia. Estes podem ter diversos efeitos para ajudar o jogador ou então prejudicar o adversário, e a sua escolha pode ser decisiva em combates mais renhidos. Numa fase inicial do jogo, os combates são bastante fáceis, o que ajuda a compreender as mecânicas, mas acredito que numa fase mais avançada estes se tornem bastante intensos.

Embora as mecânicas básicas sejam sempre as mesmas, os diferentes pokémon têm ataques e movimentos muito distintos. Felizmente, o jogo contém um extenso tutorial que permite aprender não só as regras e particularidades do jogo, mas também ficar a conhecer o arsenal de cada personagem. Embora escolhas como Lucario, Blaziken e Garchomp sejam bastante óbvias para um jogo de luta inspirado em Pokémon, o elenco inclui algumas opções bem surpreendentes como o Gengar e o Chandelure. No entanto, todos parecem se enquadrar bem no jogo, já que muitos dos ataques não implicam a existência de contacto físico, como acontece na série de onde surgiram.


Além das batalhas estilo "arcade" para um jogador, Pokkén Tournament inclui ainda um modo de história que envolve combater vários treinadores e ir subindo na Liga Pokkén. Aqui, os pokémon vão adquirindo experiência e podem receber pontos adicionais de ataque ou defesa, por exemplo, conforme se vai progredindo. Quem quiser jogar com amigos terá à disposição um modo local para dois jogadores, onde um utilizará o GamePad e o outro um comando pro adicional - há até um periférico idêntico ao comando que Pokkén Tournament tem nas máquinas de arcadas japonesas! Por outro lado, também estará disponível um modo de jogo online, que ainda não tive oportunidade de experimentar.

Em geral, Pokkén Tournament parece ser um jogo de luta bastante divertido, especialmente para os fãs de Pokémon. Os gráficos são bastante apelativos, com cenários coloridos e os modelos 3D dos lutadores com bastante detalhe. Numa primeira impressão, parece ser um jogo fácil, mas como já referi é provável que a dificuldade aumente consideravelmente conforme se progride no modo de história ou ao jogar com jogadores humanos que comecem também a dominar as técnicas de combate Pokkén. Mas quer sejam lutadores "hardcore" ou apenas se queiram divertir de forma mais descontraída, este título promete trazer-vos umas valentes horas de diversão. Para saber mais sobre o jogo, mantenham-se atentos ao Meus Jogos e à nossa análise numa data mais próxima do lançamento do jogo em Portugal!