Notícias

Análises

14 de janeiro de 2016

Os jogos mais aguardados de 2016!


Em 2015, iniciámos o ano com um artigo sobre os lançamentos mais aguardados para esse ano, e que agora nos permite confrontar a realidade com o chamado "hype". Se a impressão geral do ano passado foi de alguma desilusão, é fácil de ver que muitos dos títulos mais aguardados para a Wii U e Nintendo 3DS acabaram por ser adiados e ficar na agenda de 2016. Por outro lado, é interessante verificar que jogos como Splatoon ou Monster Hunter 4 Ultimate acabaram por superar as nossas expetativas. E por esse motivo, decidimos repetir o mesmo exercício este ano, com os lançamentos mais aguardados para 2016. Será que vamos ter um ano surpreendente?
Nintendo "NX"
Anunciado em conjunto com os planos da Nintendo para lançar conteúdos para dispositivos móveis, o nome de código "NX" serviu para sossegar os que pudessem recear o fim do investimento da empresa nas consolas de videojogos. Rumores e relatórios misturam-se e confundem-se na ânsia de tentar descobrir de que se trata este projeto, mas é certo que seja desvendado na primeira metade deste ano e é até possível que chegue ao mercado ainda em 2016! Alegadamente, o desenvolvimento de software para a NX já está a "roubar" títulos às consolas Wii U e 3DS, mas não se sabe sequer se a nova plataforma será uma consola doméstica ou portátil.

Olhando para o passado e declarações do anterior presidente da Nintendo, Satoru Iwata, é possível que a NX esteja a ser tratada mais propriamente como uma plataforma do que uma consola específica. Isto é, um sistema semelhante ao dos dispositivos Apple ou Android que possa ser aplicado a diferentes configurações e assim permita o desenvolvimento para várias consolas em simultâneo, como uma doméstica e uma portátil, assim como títulos exclusivos para cada uma. Teremos uma NX para ligar à TV e outra para transportar no bolso? Ou será que de alguma forma estas duas vertentes serão possibilitadas por uma única peça de hardware? Ninguém sabe, mas estamos confiantes de que teremos novidades nos próximos meses!

30 anos da série Legend of Zelda
Anunciado em 2014, o novo jogo da série Legend of Zelda para a Wii U era o mais aguardado para o ano que passou e assim permanece em 2016. Uma aventura em mundo aberto inspirada nas raízes da série, mas da qual ainda sabemos muito pouco, até mesmo se permanecerá exclusiva para esta consola ou se terá um lançamento simultâneo para a nova NX, à semelhança do que aconteceu com Twilight Princess para a GameCube. Jogo este que, por sinal, está atualmente a ser remasterizado pela Tantalus Games para a Wii U com o nome Twilight Princess HD, cujo lançamento está previsto já para o próximo mês de março.

Juntamente com o remake do jogo original da GameCube, virá uma nova figura amiibo dedicada ao Wolf Link com a Midna. Poderá ser este o primeiro de uma coleção inteira dedicada à série que em 2016 celebra o seu 30º aniversário? Quem não gostaria de ter figuras do Link e outros personagens importantes dos mais variados jogos da saga? Ainda não sabemos os planos da Nintendo para celebrar a efeméride, mas é provável que a celebração se estenda a mais do que estes lançamentos já conhecidos.

Importa também referir que é este ano que o espetáculo The Legend of Zelda: Symphony of the Goddesses chegará finalmente a Portugal, com uma data marcada para o Coliseu dos Recreios em Outubro. Já tive a oportunidade de assistir duas vezes a este espetáculo e não me canso de o recomendar, por isso não se esqueçam de comprar os vossos bilhetes! Mais informações na página do Coliseu ou no site oficial do evento.

20 anos da série Pokémon
E por falar em grandes aniversários, a série Pokémon assinala já em fevereiro os 20 anos do lançamento dos jogos originais para a GameBoy! A Nintendo revelou ontem os primeiros planos para as celebrações do 20º aniversário, incluindo a reedição dos clássicos no serviço Virtual Console da 3DS (compatíveis com a funcionalidade de trocas wireless), edições especiais de consolas e até a distribuição de vários pokémon míticos como Mew, Celebi e Arceus.

Mas será que é tudo? As expetativas são altas e algo nos diz que teremos muitas novidades este ano, até porque ainda se aguarda o lançamento de Pokémon GO e já são conhecidas novas formas do lendário Zygarde que não estão presentes em nenhum jogo da série... estará na altura de anunciar um "Pokémon Z"? Entretanto, os fãs da série estão convidados a utilizar a hastag #Pokemon20 para partilhar as suas memórias e experiências com esta série que marcou múltiplas gerações.

Yo-Kai Watch
As comemorações e o mediatismo do aniversário de Pokémon não irão facilitar a vida a esta franquia que se tornou um enorme sucesso no Japão mas só em 2016 se estreará na Europa. Embora sejam jogos bastante diferentes, a comparação é inevitável pelas suas criaturas adoráveis e a vertente de colecionismo, mas tive a oportunidade de experimentar uma demo jogável deste título no verão passado e fiquei bastante impressionado com o sistema de combate, muito dinâmico e divertido. Um jogo que parece ter os ingredientes necessários para se tornar o mais viciante do ano!

Fire Emblem Fates
Fire Emblem Awakening foi um dos melhores jogos alguma vez lançados para a Nintendo 3DS. Com uma mecânica praticamente perfeita, uma sequela não teria muito a acrescentar a não ser através de alguma inovação nesta história, por isso este novo Fire Emblem Fates irá contar com um total de 3 versões da história! O jogo estará disponível à venda em duas versões "Birthright" e "Conquest", representando uma escolha que o protagonista terá de fazer entre dois lados de uma guerra. Cada jogo terá uma história e até um grau de dificuldade diferente, sendo o "Birthright" o mais aconselhado aos jogados menos experientes. Posteriormente, será disponibilizado o DLC "Revelation" com uma terceira história na qual o protagonista não escolhe nenhum dos lados, sendo que na prática teremos um total de 3 jogos completamente diferentes onde apenas a fase inicial da história se irá repetir.

Zero Time Dilemma
A saga Zero Escape, iniciada em 999: Nine Hours, Nine Persons, Nine Doors, tornou-se um objeto de culto para os seus jogadores. Uma graphic novel aliada ao conceito de escape room adventure, algo que hoje em dia está bastante na moda em Portugal, tinha tudo para apaixonar os fãs de puzzles desafiantes e enredos capazes de derreter o cérebro. Após as fracas vendas do (excelente) segundo título, receou-se que ficasse por aí, mas em 2015 os criadores anunciaram que estariam de volta com um terceiro jogo! Não se sabe muito acerca deste Zero Time Dilemma, exceto que a sua história irá ter ligação à dos outros dois jogos, e que provavelmente será um dos grandes jogos do ano!

30 anos da série Dragon Quest
Normalmente, mereceria maior destaque, mas a verdade é que esta efeméride tem um grande potencial de passar indiferente no território europeu. Dragon Quest XI, o novo jogo da saga com lançamento previsto para a Nintendo 3DS, PlayStation 4 e também para a NX, poderá sair entre este ano e maio de 2017 no Japão, mas dificilmente chegará tão cedo ao Ocidente.

Da nossa parte, então, resta-nos celebrar o lançamento de dois remakes da série para a Nintendo 3DS, nomeadamente Dragon Quest VII (PSX) e Dragon Quest VIII (PS2), sendo que o primeiro se refere a um jogo nunca editado na Europa e que o segundo é ainda hoje um dos mais populares entre os fãs. Mas será que se equiparam ao excelente Dragon Quest IX na Nintendo DS? E será que o 30º aniversário ainda pode trazer boas surpresas aos fãs da série na Europa?

Novas plataformas Nintendo
Aguardamos ansiosamente pela revelação do que será a nova "NX", mas nem só de consolas viverá a Nintendo em 2016. A chegada da empresa ao segmento dos dispositivos móveis é algo que a indústria seguirá com a máxima atenção e, mesmo não sendo o que mais apela aos fãs mais tradicionais da empresa, poderá ter um grande impacto ao nível do público que esta consegue alcançar. Estão prometidos 5 títulos diferentes para este ano, sendo o primeiro conhecido uma aplicação de comunicação de nome Miitomo.

Por outro lado, o sistema de contas Nintendo Account e o serviço de recompensas My Nintendo poderão ser aquilo que os fãs tanto gostariam de ter, com contas unificadas e um sistema de fidelização mais apelativo com acesso a descontos, brindes e até prémios que possam ser obtidos a partir dos jogos. Ainda em 2016, poderemos voltar a ouvir falar nos investimentos da empresa na área da saúde e qualidade de vida, a aposta da Nintendo no segmento dos parques temáticos, em parceria com a Universal, e quiçá, ter anunciado o primeiro licenciamento dos direitos cinematográficos de uma série da Nintendo. Que tal um filme inspirado em Metroid para celebrar os 30 anos dessa série?

30 anos da série Metroid
Pois é, em 2016 também se celebram os 30 anos da série Metroid. Para já, temos anunciado um spin-off de Metroid Prime, baseado na Federation Force e com uma forte componente multijogador. Mas ficar por aqui parece uma oportunidade desperdiçada. E com uma nova consola a caminho... será que vamos ter novidades?