Notícias

Análises

30 de abril de 2015

Splatoon Direct anunciada para 7 de maio


A menos de um mês do lançamento de Splatoon, de surpresa surge uma Nintendo Direct dedicada ao título, a ser transmitida a 7 de maio pelas 15 horas (Portugal continental). Aos poucos têm sido reveladas novidades sobre este título, mas com uma apresentação dedicada podemos ainda ter alguma surpresas.

Para assistir em direto à apresentação, basta aceder ao site oficial [link] da Nintendo Direct, ou através do Twitch oficial em twitch.tv/nintendopt. Este é um título muito aguardado, rico em cor, estilo e ação, e do nosso lado, contamos os dias até ao seu lançamento!

Ler Mais >

29 de abril de 2015

Passatempo: Ganha o Mewtwo para Super Smash Bros. da 3DS [Terminado]


O Meus Jogos DS tem um código de Mewtwo para a versão 3DS de Super Smash Bros., para oferecer! Este é o mais recente personagem a juntar-se ao elenco de lutadores, estando de regresso depois da sua estreia em Melee.


Temos à disposição um código de download para descarregar o personagem para a versão 3DS do jogo para sortear. Para conseguir este código basta partilhar esta publicação no Facebook de forma pública, e preencher o formulário abaixo. Cada participação terá um número atribuído que será depois sorteado através do random.org.

Nota: este código só funciona nas versões europeias de Super Smash Bros. for 3DS.

O passatempo termina às 22h do dia 3 de maio de 2015.

[Atualização]
O vencedor deste passatempo foi o Tiago Touret.

Ler Mais >

27 de abril de 2015

Passatempo: Ganha um tema especial para a Nintendo 3DS [Terminado]


A International StreetPass Week já terminou, sem que a maioria dos nossos leitores tivesse a oportunidade de participar no evento devido à inexistência do serviço Nintendo Zone em Portugal (pelo menos de forma oficial). Neste evento, além da possibilidade de fazer StreetPass com pessoas espalhadas por todo o mundo, os utilizadores da Nintendo 3DS poderiam ainda adquirir gratuitamente um tema especial para o menu da consola.


Felizmente para um dos nossos leitores, conseguimos obter um código extra para sortear. Para o poder ganhar, basta partilhar esta publicação no Facebook de forma pública e preencher o formulário abaixo. Casa participação terá um número atribuído que será depois sorteado através do random.org.

O passatempo termina às 22h do dia 29 de Abril de 2015.

[Atualização]
O vencedor deste passatempo foi o Diogo Martins!

Ler Mais >

24 de abril de 2015

Serviço Nintendo Zone disponível na FNAC do CascaiShopping


No último Nintendo Direct, a Nintendo anunciou que iria promover a International StreetPass Week, oferecendo nos spots Nintendo Zone a possibilidade de fazer StreetPass com Miis internacionais, receber o Mii especial do presidente da Nintendo Europeia e ainda receber um tema gratuito para a Nintendo 3DS. No entanto, Portugal estaria excluído dessa promoção pela inexistência de Nintendo Zones no nosso país. Isto acontece porque, desde que terminou a antiga parceria entre a empresa e a NOS (na altura ainda chamada Zon) para disponibilizar hotspots de acesso gratuito à internet para as consolas Nintendo 3DS, deixou também de estar disponível em Portugal o serviço Nintendo Zone.


Felizmente, há uma solução! Apesar de, oficialmente, a Nintendo não ter em Portugal qualquer hotspot Nintendo Zone, e sem termos conseguido apurar ao certo como é que isto aconteceu, foi encontrado um destes hotspots na FNAC de Cascais, localizada no CascaiShopping. O nosso leitor Francisco Joaquim visitou a loja com a sua 2DS e enviou-nos as fotos que podem ser vistas acima com as provas. Não sabemos como é que esta loja consegue disponibilizar o serviço, nem qual o motivo de ser a única a fazê-lo. Quem estiver pela zona de Cascais, tem até ao próximo dia 27 de abril para aproveitar, data em que termina a International StreetPass Week.





Ler Mais >

Mario Kart 8 - vídeos dos novos conteúdos


Para celebrar o lançamento do segundo pacote de conteúdos adicionais para o Mario Kart 8, nada melhor que convidar alguns amigos e fazer um test-drive online às novas viaturas, pistas e modos de jogo. As novas taças incluem pistas espetaculares, como poderão ver nos vídeos abaixo, mas o mais impressionante é jogá-las no novo modo de velocidade (e dificuldade) em 200cc!

Taça Crossing
A pista do Animal Crossing é excelente, mas a emocionante Floresta Misteriosa entrou logo para as favoritas. E como seria de esperar, o Parque Bebé é caótico!


Taça Guizo
Destaque para a fantástica Estrada de Fita e a estonteante Big Blue (inspirada em F-Zero), mas a nova Metro Mario também é bastante interessante!



Corridas em 200cc
Com esta intensidade, terão de aprender a utilizar o travão, senão irão conhecer um novo lado das pistas: o lado de fora!

Ler Mais >

23 de abril de 2015

Xenoblade Chronicles X Direct (norte-americano)


Foi anunciada uma apresentação especial de Xenoblade Chronicles X para amanhã, dia 24 de abril às 19 horas (Portugal continental), mas em exclusivo para a região da América do Norte. Não existem quaisquer informações sobre uma apresentação para o território europeu, no entanto, será a primeira vez que o muito aguardado RPG da Wii U é apresentado em inglês.

Para assistir em direto à apresentação basta aceder ao site oficial da Nintendo Treehouse aqui [link] para estar a par desta apresentação. Entretanto vamos aguardando por mais novidades sobre o lançamento deste jogo na Europa!
Ler Mais >

22 de abril de 2015

Pandora's Tower


Lançado para a Wii em 2012, Pandora's Tower foi uma espécie de ovelha negra de um conjunto de 3 títulos japoneses exclusivos da consola e dedicados a um público considerado mais "hardcore". Enquanto The Last Story foi aguardado com elevada expetativa pelos fãs do género RPG e Xenoblade Chronicles se mostrou uma entrada fenomenal na mesma categoria (considerado o melhor RPG da anterior geração de consolas), Pandora's Tower passou um pouco despercebido por vários factores, sendo talvez o principal a falta de algo "extraordinário". E talvez tenha sido esse o motivo deste ser o primeiro dos 3 a chegar digitalmente à Wii U (não esquecendo que Xenoblade Chronicles foi recentemente adaptado para a New Nintendo 3DS).


Pandora's Tower é um jogo estranho e cujo apelo não é imediatamente perceptível, mas que se torna bem mais interessante após experimentar. A história acompanha a aventura de Aeron's, um paladino algo genérico que deve salvar a sua namorada Elena de uma terrível maldição que está a deformar o seu corpo, transformando-a num monstro. Para impedir tal metamorfose, Elena terá de seguir uma rigorosa dieta à base de carne crua arrancada de monstros que habitam 13 torres suspensas, ligadas por correntes que impedem o mundo de se dividir em pedaços. Não fosse esta já uma maldição cruel, ainda por cima Elena é adepta de uma religião que impede os seus adeptos de ingerir qualquer tipo de carne. Resumindo, Pandora's Tower é um jogo onde temos de alimentar uma vegetariana com carne crua para que não acabe transformada em monstro.

Este é um bom título de ação onde Aeron terá 13 torres para explorar enquanto recolhe a carne dos monstros, com o objetivo de chegar ao topo e enfrentar as "master beasts", bosses cuja carne terá um efeito mais poderoso contra a maldição. No seu arsenal, conta com uma espada e uma corrente mágica que permite não só atacar os monstros, mas também resolver pequenos puzzles que surgem pelo caminho. Durante a aventura, é possível observar o estado da maldição de Elena, que irá necessitar de visitas frequentes para comer mais carne dos monstros. Conforme as torres vão ficando maiores e mais complexas, é fundamental ir descobrindo atalhos para poder ir visitar a namorada e regressar à aventura.


Embora seja relativamente opcional a decisão de interromper a exploração para a ir alimentar, as visitas a Elena e as interações que se tem com esta são de grande importância para a história. Disto depende a qualidade do relacionamento entre ambos, que levará a um de seis diferentes finais possíveis. Será possível salvar a namorada desta maldição, ou irá ela sucumbir e tornar-se numa criatura maldita?


Introdução e fase inicial do jogo

É possível jogar Pandora's Tower apenas com o GamePad da Wii U, com o mesmo esquema de controlos do Classic Controller ligado ao Wii Remote, mas o melhor método para jogar é com a combinação Wii Remote + Nunchuck devido à facilidade de apontar diretamente para o ecrã vs. deslocar o cursor com um botão analógico. Mesmo sendo um jogo com uma componente artística muito bonita, o seu grafismo já sofria com as limitações da Wii, que não tinha suporte para alta definição. A baixa resolução está longe de ser ideal para um jogo cuja arte pedia muito mais detalhe, mas adequa-se bem ao ecrã do GamePad, pelo que alguns jogadores poderão preferir comprometer alguma facilidade nos controlos em benefício de um visual menos pixelizado que o obtido na TV. Já muito mais impressionante é a banda sonora do jogo, que combina orquestra e coros e contribui de forma eficaz para os diversos ambientes.

Quanto à experiência de jogo, a componente do relacionamento pode parecer um mecanismo desnecessário à primeira vista, mas aos poucos torna-se mais interessante, sendo também algo que faz da exploração das torres uma experiência mais ponderada: continuar a explorar ou ir visitar a Elena? As torres são interessantes de explorar, com múltiplos caminhos que podem ou não dar a algum lado e pequenos puzzles que devem ser decifrados para se avançar significativamente. Por outro lado, os combates são um pouco monótonos e repetitivos, embora os bosses sejam mais interessantes. Em geral, é um jogo bem mais envolvente do que pareceria à primeira vista e pode muito bem ter sido uma das pérolas esquecidas da Wii. Apesar da bizarra premissa da história, é um título que, não sendo uma obra-prima, facilmente se recomenda ao fãs de exploração de masmorras.


Exploração da primeira torre do jogo
Ler Mais >

21 de abril de 2015

Pacote Wii U Splatoon Premium chega a 19 de junho

O lançamento de Splatoon está cada vez mais próximo, um jogo de ação que coloca jogadores em arenas, com o objetivo não só de derrotar o adversário como marcar o território com a cor da sua equipa. Este jogo estará disponível no dia 29 de maio, juntamente com amiibo das personagens e também a edição especial que traz o jogo e uma amiibo exclusiva deste pacote.

Mas para quem não tem a consola será também lançado um pacote especial da Wii U a 19 de junho, um pack Premium (com disco de 32 GB) com uma versão física de Splatoon e a consola mais GamePad em preto. Talvez o preto da consola contraste bastante o universo colorido de Splatoon, mas o jogo em si é repleto de cor, como podem ver nas imagens do jogo.


Seja que edição comprarem, preparem as vossas armas, vistam-se a rigor, estejam de olhos postos nos vossos adversários e desfrutem de batalhas multijogador online e locais!

Ler Mais >

16 de abril de 2015

Kirby and the Rainbow Paintbrush


O Kirby é um dos personagens mais adoráveis da Nintendo, muitas vezes associado a jogos infantis devido não só ao seu estilo artístico, mas também à sua habitual facilidade. Nenhuma destas caraterísticas é necessariamente negativa, o que acaba por se refletir numa grande quantidade de adultos que apreciam os seus jogos de boa qualidade. Ao longo do tempo, esta franquia explorou diversos estilos artísticos (incluindo um universo têxtil) e diferentes tipos de jogabilidade. Neste novo Kirby and the Rainbow Paintbrush, vemos Kirby retratado num mundo de plasticina onde, em vez dos botões do comando, utilizamos o ecrã para controlar os movimentos do personagem e desenhar o seu próprio caminho.


A mecânica não é realmente original nem nova na série, já tinha sido testada em Kirby: Power Paintbrush para a Nintendo DS: utilizando o estilete no ecrã tátil, desenha-se uma linha onde Kirby se pode deslocar, ou então toca-se no personagem para o fazer andar mais rápido ou atacar. Sem hipótese de saltar, toda a ação de plataformas reside em construir o caminho ideal a percorrer, colecionando estrelas pelo caminho que dão acesso a um power-up, um ataque bastante poderoso. As linhas têm outras utilidades também, como proteger o herói de projéteis inimigos ou desbloquear caminhos. A jogabilidade é, assim, totalmente focada no GamePad da Wii U, deixando a TV como o ecrã secundário, algo muito raro de se ver na consola.

O principal motivo para utilizar a TV é mesmo o modo multijogador, onde até 3 jogadores se podem juntar com Waddle Dees e ajudar o Kirby na sua aventura. Infelizmente, este modo não acrescenta muito à experiência, apenas faz com que um espectador possa também fazer parte da aventura em vez de estar apenas a ver o outro jogar. Talvez fosse interessante um modo em que uma pessoa controlasse um personagem e outra apenas desenhasse as linhas, tornando ambos essenciais, mas apenas o jogador que tem o GamePad precisa realmente de se preocupar em manter o personagem vivo.


Contrariamente à ideia que se tem habitualmente dos jogos desta franquia, este título consegue ser bastante desafiante, muito graças à sua jogabilidade. Os níveis são bastante bem construídos e variados, oferecendo desafios variados e versões gradualmente mais difíceis desses desafios, havendo alguns que realmente irão exigir mais concentração do jogador do que é esperado num "Kirby". Para que ficar mais à vontade na criação destes desafios, a Nintendo incluiu a opção de desistir e passar para o nível seguinte ao fim de algumas mortes consecutivas no mesmo cenário - não que alguém alguma vez vá aceitar tal proposta indecente: "vais desistir num nível do Kirby?"...

Ao longo dos níveis, estão escondidos alguns tesouros para colecionar, que desbloqueiam figuras 3D para ver numa galeria ou músicas para ouvir mais tarde. Em alguns deles, Kirby é transformado numa figura completamente diferente (como um foguetão), o que altera profundamente a jogabilidade e vai refrescando a experiência. É ainda possível utilizar figuras amiibo (Kirby, Meta Knight e King Dedede) para desbloquear poderes especiais que podem ser utilizados uma vez por dia e têm a duração de um nível do jogo. Infelizmente, o jogo peca por ter poucos níveis para explorar, deixando um pouco a desejar na longevidade. O maior "pecado", no entanto, é a repetição de alguns bosses do jogo em fases mais tardias, quando a sua curta duração pedia mais diversidade nesta área.


A maior desvantagem deste jogo ser tão focado na ação no GamePad é não permitir aproveitar ao máximo a sua qualidade gráfica na TV. Os gráficos do jogo são absolutamente fantásticos, recriando perfeitamente a sensação de plasticina e com as animações a simular o efeito de "stop motion" que teríamos de um filme feito só com bonecos de plasticina. Infelizmente, a melhor maneira de os apreciar é mesmo passar o comando a outra pessoa. Em compensação, a banda sonora é algo que pode ser igualmente apreciado por todos - e que banda sonora! As músicas deste jogo são absolutamente fantásticas, arranjos gravados ao vivo e que, em momentos, rivalizam com os melhores temas encontrados em compilações como a banda sonora de Super Smash Bros., quer sejam os temas originais ou os arranjos bónus inspirados em jogos anteriores da série. As músicas são tão boas que até fazem do "Music Player" incluído no jogo uma das suas melhores funcionalidades.


Kirby and the Power Paintbrush é um jogo bastante divertido e desafiante, onde se percebe que houve um enorme cuidado a nível artístico, seja visual ou sonoro. A jogabilidade é também bastante boa e os níveis são interessantes, mas há algo aqui em falta para que o jogo se torne uma grande referência no género: um elo de ligação entre a arte e a jogabilidade. Em nenhum momento se sente que a componente visual de plasticina faça parte da jogabilidade, nem mesmo a nível da interação do personagem com os cenários, salvo algumas animações. Por outro lado, esta jogabilidade já mostrou funcionar perfeitamente com outro estilo visual, num jogo anterior da Nintendo DS, o que faz pensar que a equipa poderia ter ido um pouco mais além. Um factor que, aliado à curta longevidade, impede este jogo de se elevar ao nível fantástico da sua arte.

Ler Mais >

Atualizações Praça Mii StreetPass: novos jogos e Serviço Premium

Já se encontra disponível uma nova atualização para a Praça Mii StreetPass, com dois novos jogos, o Serviço Premium e outras novidades, entre elas novos chapéus, mais fatos completos e balões de texto especiais. A atualização em si é gratuita, mas ambos os jogos como o Serviço Premium terão de ser comprados em separado.

Em primeiro lugar a Praça Mii StreetPass Premium, com o custo de € 4,99, que implementa algumas funções extra à Praça normal. As novidades são os Aniversários StreetPass, que se apresenta como um calendário que se vai preencendo, anotando os aniversários dos vários Mii que chegam à Praça. Quantos mais aniversários estiverem anotados, mais vales são recebidos! O desafio lançado é preencher todos os dias dos calendários.

Outra funcionalidade deste serviço é a sala VIP, que funciona como uma espécie de lista de favoritos, onde podemos colocar os Mii que mais gostamos nesta sala, e mesmo os Mii Especiais, que recebemos por evento, podem ser colocados nesta sala VIP.

Este serviço adiciona novas funções ao leitor de música, sendo agora possível trocar a música da Praça Mii StreetPass, por algumas da lista, e ainda ouvir as músicas desbloqueadas em modo de descanso. É também possível alterar o modo como recebemos as saudações em cada StreetPass, podendo encurtar os diálogos e até mesmo omiti-los por completo, ideal para eventos com dezenas, se não centenas de encontros StreetPass.


Relativamente aos novos jogos, estes são a Pescaria StreetPass e Zombies StreetPass, que tal como os jogos anterirores só poderão ser jogados quando temos encontros por StreetPass, mesmo através de Mii especiais, ou contratando Mii e ajudantes através de Moedas de Jogo da consola. Cada um destes jogos custa € 4,99, mas para quem tenha comprado pelo menos 1 dos jogos anteriores, será possível adquirir o Pack de Agradecimento, e obter os 2 novos jogos por € 6,99!

O primeiro destes jogos é a Pescaria StreetPass, um jogo onde somos um simples pescador no Arquipélago StreetPass, onde as diferentes ilhas presentes têm peixes diferentes para capturar. Contudo não temos apenas simples peixes para apanhar, existindo também monstros lendários em cada uma das ilhas, para adicionar à nossa coleção. É também possível melhorar as canas de pesca, pescar cofres do tesouro, ou por azar botas e latas vazias.

A jogabilidade é bastante simples, e temos à nossa disposição iscos para os vários peixes, iscos estes oferecidos pelos Mii que encontramos, e estes personagens podem ainda ajudar a pescar peixes grandes, ou até mesmo monstros lendários. Por último, a coleção de peixes é apresentada num aquário, sendo também possível visitar os aquários de outros pescadores.


Por outro lado temos o jogo Zombies StreetPass, um jogo de ação onde o objetivo é salvar o mundo dos mortos-vivos. Para tal temos de receber vários objetos através de encontros StreetPass, objetos estes que funcionam como armas, e que estão relacionados com os passatempos dos Mii que encontramos. Por exemplo, um Mii que goste de cozinhar oferece uma frigideira, enquanto que um que goste de fotografia oferece uma máquina fotográfica.

Quantos mais encontros recebidos mais armas são oferecidas, e existem várias à disposição, que não servem apenas para atacar e ter várias armas aumenta as probabilidades de sobreviver. Sempre que um zombie agarrar perde-se a arma equipada, e ter um bom arsenal de objetos aumenta o tempo de jogo. Relativamente aos ataques, estes mudam dependendo da arma equipada! Existem missões a cumprir, como defender um hospital, escoltar personagens, ou até mesmo tornar-se num zombie (caso desejado). Existem ainda bosses zombie para enfrentar!

São estas as novidades da nova atualização da Praça Mii StreetPass. De modo a celebrar este lançamento pela Europa foi hoje lançado um evento especial StreetPass, de 16 a 27 de abril, onde será possível obter StreetPass através da Nintendo Zone, e ainda receber o Mii de Shibata. No entanto ainda não existem novidades sobre este evento em Portugal, mas aguardamos por novidades.
Ler Mais >

15 de abril de 2015

Novas pistas para Mario Kart 8 reveladas


Aproximam-se rapidamente novos conteúdos para Mario Kart 8, o segundo pacote de pistas, personagens e veículos com lançamento a 23 de abril! Durante a última Nintendo Direct ficamos a conhecer bem a pista de Animal Crossing, enquanto as restantes ficaram guardadas para um anúncio conjunto.

Os personagens deste conjunto são Isabelle e Habitante (rapaz e rapariga) de Animal Crossing, juntamente com Bowser Esqueleto que está de regresso de Mario Kart Wii. Juntamente chegam 4 novos veículos: os karts Escaravelho e Asa P, e as motas Scooter Citadina e Trisqueleto.


Tal como no conjunto anterior temos 8 novas pistas, entre elas clássicas de títulos anteriores, outras completamente novas e ainda algumas retiradas de outras séries da Nintendo. Estas são:

Animal Crossing: inspirada na série com mesmo nome, sempre que a pista é escolhida aparece numa das quatro estações do ano.

Big Blue: da série F-ZERO, o circuito Big Blue surge com um novo aspeto adaptado ao universo de Mario Kart. Ideal para os 200cc!

Floresta Misteriosa: uma nova pista em redor de uma árvore gigante, onde existe uma vila habitada por Toads e Masquitos.

Metro Mario: outra pista completamente nova, onde percorremos os túneis de metro (sendo possível andar em cima deles).

GCN Parque Bebé: uma original de Double Dash!, muito provavelmente a pista mais desejada entre os fãs da série, onde o caos reina num aparente pacato parque infantil.

GBA Mundo do Queijo: vindo de Super Circuit, aqui tudo é feito de queijo, embora se pareça muito com um deserto.

GBA Estrada de Fita: outra pista de Super Circuit, em que a pista é feita com uma fita, e o cenário é um quarto repleto de bonecos (com Yoshis de lã!).

3DS Cidade do Koopa: a chuvosa pista de Mario Kart 7 está de regresso, e acompanha devidamente o regresso de Bowser Esqueleto.

Também a 23 de abril estará disponível a atualização que acrescenta os 200cc gratuitamente, juntamente com 9 novos fatos para os Mii desbloqueáveis usando as amiibo no jogo. Estes fatos são inspirados nos personagens Wario, Bowser, Toad, Rosalina, Olimar, Habitante, PAC-Man, Sonic e Mega Man.

Por último, fiquem com o trailer oficial desde segundo pacote de conteúdos adicionais. Para ver todas as pistas em maior pormenor (a 60 frames por segundo) podem aceder à playlist oficial [link].

Ler Mais >

12 de abril de 2015

Monster Hunter Stories revelado para a Nintendo 3DS!


A Capcom anunciou ontem que está a desenvolver para a Nintendo 3DS um novo jogo da franquia Monster Hunter, desta vez um RPG intitulado de Monster Hunter Stories. Ainda não se sabe muito mais acerca deste título, a não ser que tem lançamento previsto para 2016 no Japão. No entanto, o teaser trailer inicial é bastante promissor e deixará os fãs da série certamente entusiasmados! Podem ver o vídeo de apresentação já de seguida.

Ler Mais >

9 de abril de 2015

Tengami

Análise por Patrício Santos

A quantidade de "indies" tem vindo a crescer imenso nestes últimos tempos, e a Nintendo Wii U tem vindo a receber uma boa dose deles. Um dos jogos que curiosamente apenas teve lançamento em smartphones e computadores veio confirmar a estreia numa consola, que foi mais precisamente na Nintendo Wii U.

O jogo Tengami é um indie que tem um lado artístico bem único, onde tudo está representado em forma de papel o qual vamos dobrando para progredir, e que tem lugar numa era do velho Japão em que se destaca a natureza e as quatro estações do ano sendo acompanhado de uma música perfeitamente adequada ao ritmo do jogo e extremamente bem composta, isto porque temos como compositor David Wise, que já conta no currículo com títulos como Donkey Kong Country da SNES e o mais recente na Nintendo Wii U.


De referir que não temos propriamente qualquer narrativa, nem personagens, apenas um protagonista do qual não temos conhecimento do seu nome durante todo o jogo, e que explora este Japão retratado em dobragens de papel visualmente belo e relaxante, com paisagens que vão desde às montanhas às planícies verdejantes e até ao mar. A jogabilidade é simples, basta usarem a stylus no vosso gamepad para moverem a personagem, é um point and clik puro, e que em vários momentos do jogo desdobramos a página por assim dizer, para passarmos ao nível seguinte, usando a caneta stylus. O objetivo é adquirir todas as pétalas da amendoeira em flor tipicamente japonesa, e caminhando assim por todas as estações do ano para recuperar as quatro pétalas.


O jogo não leva muito tempo para ser terminado, o que é uma pena, isto porque à medida que passamos o jogo ficamos encantados com os cenários e mais uma vez a música a desempenhar um papel importantíssimo. A parte artística do jogo é o que mais nos atrai ao jogo, mas este conta também com pequenos puzzles até alcançarmos o fim do jogo, o problema é o facto destes puzzles não serem de grande dificuldade, o que acaba por desvendarmos de forma rápida a sua solução. De acrescentar que existem alguns desbloqueáveis até finalizarmos o jogo e que nos servem para usar no miiverse, no entanto não é nada de relevante. O jogo em si é muito bom, é uma experiência única de início ao fim, mas a verdade é que podia ter sido muito mais, tanto a nível de puzzles como de longevidade, que são os únicos pecados a registar, pois quanto ao resto, este jogo é uma lufada de ar fresco e que agrada a tudo e todos no que diz respeito a nível artístico.
Ler Mais >

7 de abril de 2015

Comunicado oficial: Yo-Kai Watch prepara-se para chegar à Europa!


A Nintendo of Europe publicará este título de aventuras produzido pelo mesmo estúdio que criou as populares séries de jogos Inazuma Eleven e Professor Layton.

7 de abril de 2015 - Depois de ter vendido milhões e de se ter tornado um fenómeno cultural no Japão, o jogo de role-play YO-KAI WATCH, publicado pela Nintendo e desenvolvido pela LEVEL-5 Inc., prepara-se para chegar à Europa.

Neste jogo para a Nintendo 3DS, um rapaz recebe um relógio especial que lhe permite tornar-se amigo dos malévolos Yo-kai e, mais tarde, convocá-los para combater outros Yo-kai. Os jogadores poderão superar desafios e ajudar várias personagens a resolver problemas do quotidiano com a ajuda dos amigos Yo-kai, que podem assemelhar-se tanto a objetos inanimados como a criaturas míticas.


Os Yo-kai não são fantasmas, monstros nem criaturas. Não podem ser vistos facilmente, mas estão em todo o lado. Quer nascidos da alma de um humano falecido quer de um objeto do quotidiano que descobre o seu propósito maior, as suas personalidades são claramente humanas.

YO-KAI WATCH será lançado nos EUA, na Europa, na Coreia, na Austrália e também na Nova Zelândia demonstrando a natureza da sua procura. Para lá dos videojogos, da manga e da série anime, YO-KAI WATCH gerou milhões de dólares em vendas de brinquedos e outros produtos no Japão, não incluindo jogos, música ou publicações.

Depois de ter conquistado milhões de fãs no Japão, YO-KAI WATCH vai chegar à Europa, em exclusivo para a família de consolas portáteis Nintendo 3DS.
Ler Mais >