Notícias

Análises

29 de outubro de 2015

Miitomo: Eis a primeira app da Nintendo para smartphones!


O Presidente da Nintendo, Tatsumi Kimishima, apresentou hoje os planos da empresa relativos ao segmento dos dispositivos móveis durante o Corporate Management Policy Briefing semestral. Apesar de inicialmente ter sido referido, pelo anterior Presidente Satoru Iwata, que a primeira aplicação estaria disponível até ao final deste ano, tal não foi possível, estando o lançamento adiado para março de 2016. No entanto, o anúncio da altura que referia estar a ser desenvolvida uma aplicação de comunicação com base nos personagens Mii, materializou-se hoje na apresentação deste Miitomo.


A utilização do Miitomo começa pela criação de um personagem Mii na aplicação, que irá representar o utilizador. O personagem irá, então, fazer algumas perguntas ao seu criador acerca dos seus gostos e passatempos. Com essa informação, o Mii vai participar em conversas automáticas com os personagens Mii dos amigos, dando a descobrir algumas curiosidades sobre eles. A aplicação tira uma forte inspiração do grande sucesso da 3DS Tomodachi Life, onde os personagens Mii trocavam interações aleatórias. Aqui, o objetivo é descobrir pontos em comum entre eles, com base em informações reais.

Como algumas destas informações podem ser pessoais, os personagens Mii só irão comunicar com amigos que estejam registados como tal na Nintendo Account do jogador, o novo sistema de contas da Nintendo ao qual se poderá aceder com um login da atual Nintendo Network ID ou de outros serviços como o Facebook, Twitter ou a conta do Google, por exemplo.

Poderá esta app servir de base para um futuro jogo da série Tomodachi?
Embora muitos analistas e fãs da Nintendo estivessem a contar com um jogo "a sério", a empresa parece querer conquistar primeiro a audiência mais "casual", com esta aplicação a reutilizar alguns dos elementos que tornaram Tomodachi Life tão popular (especialmente no Japão e na Europa). A Nintendo tenciona lançar ao todo 6 títulos diferentes entre março de 2016 e março de 2017, tendo como política não existirem quaisquer restrições de séries que possam ter representação no segmento móvel. Jogos ou aplicações do Mario, Legend of Zelda ou até Splatoon poderão ou não estar a ser desenvolvidas neste momento, mas só poderemos contar com anúncios das mesmas em data posterior.