Notícias

Análises

21 de março de 2014

Especial de Corrida: Super Mario Kart


Super Mario Kart foi o jogo que, em 1992, deu origem ao mais popular spinoff do heróico canalizador da Nintendo. Lançado na Europa em janeiro de 1993, o jogo rapidamente se tornou bastante popular entre os jogadores da Super Nintendo, destacando-se dos outros jogos de corridas pela temática dedicada ao universo do Super Mario e a utilização de itens durante a corrida. Agora que Mario Kart 8 se prepara para impressionar os jogadores em todo o mundo, é uma excelente ocasião para ver como tudo começou.

Neste jogo, era possível escolher entre 8 personagens, desde heróis a vilões. Além dos irmãos Mario e Luigi, podíamos contar com a Princesa Peach, o Toad ou o Yoshi. Do lado dos vilões, tínhamos o Bowser, um aliado Koopa Troopa e ainda Donkey Kong Jr., embora este último possa ser visto como bom, se tivermos em conta que este surgiu num jogo onde tinha de salvar o seu pai do cativeiro após ter sido capturado pelo Mario.


Um dos aspetos impressionantes do jogo era a variedade de pistas inspiradas no universo dos jogos do Super Mario, especialmente nos mundos de Super Mario World. Pelo meio, havia uma série de obstáculos, desde poças de óleo nas pistas de asfalto a Thwomps prontos para esmagar os carros nas pistas do Bowser - o próprio incluído. Em diferentes ligas, surgiam novas pistas mais difíceis baseadas nos cenários de outras já vistas, mas com percursos bastante distintos. Algumas continham atalhos para descobrir, que permitiam obter uma vantagem na corrida, embora muitos tivessem associado um certo risco. Desde o primeiro circuito do Mario ao último castelo do Bowser, passando por casas assombradas e terminando na impressionante Rainbow Road, era delicioso jogar nas pistas de Super Mario Kart.

O mais certo, no entanto, é que não estaríamos hoje a falar em Mario Kart, se não fosse pelo sistema de itens utilizado para animar as corridas. Pelo meio das pistas, há uma série de locais onde se pode receber um item para utilizar na corrida, como uma carapaça para atirar aos adversários, uma banana para deixar no solo e causar despistes ou um cogumelo para andar mais depressa. Não podia faltar, então, a estrela que dá invencibilidade temporária e protege destes ataques. O resultado foi um jogo extremamente divertido e hilariante, sendo que as carapaças e bananas na pista acabaram por se tornar verdadeiros ícones no mundo dos videojogos.


Os gráficos do jogo eram bastante bons para a altura e tinham uma particularidade interessante: as corridas eram vistas em split-screen, onde a metade de baixo do ecrã era utilizada para mostrar um mapa geral da pista com a posição dos vários corredores em tempo real. Havia alguns pormenores visuais estranhos, como o Yoshi estar sempre com a boca aberta e a língua esticada (seria da adrenalina?), mas era em geral um jogo muito bonito de se ver e que captava a imaginação dos jogadores. Mesmo aos olhos da atualidade, os gráficos permanecem bastante aceitáveis no contexto dos jogos retro.

O modo para um jogador incluía, além da opção de grande prémio com campeonatos de 5 corridas cada, um modo de "time trial", para tentar fazer os melhores tempos em cada pista, numa corrida sem adversários. Aqui era uma boa forma de conhecer e aprender a explorar os atalhos que as pistas oferecem e tentar dominar as suas curvas. Como forma de incentivo, o jogo guardava um "fantasma" do melhor tempo para se tentar derrotar.


Se o jogo a solo era extremamente divertido, o que dizer do modo para dois jogadores onde, em split-screen, era possível competir num campeonato e causar todo o tipo de agressões que uma carapaça ou uma casca de banana permitisse. Muitas amizades foram postas à prova nestas corridas! Havia ainda um interessante modo de batalha, onde os karts eram colocados em arenas com um conjunto de balões agarrados ao personagem. O objetivo era apanhar os itens na arena e atacar os adversários, ganhando o último a aguentar-se com pelo menos um balão.

É um jogo com mais de 20 anos, mas que mantém um charme inegável. Foi um excelente início para uma série que constantemente surpreendeu os jogadores e criou uma fórmula que acabou por ser repetida vezes sem conta por outras séries, mas sem qualquer sucesso. Para a série Mario Kart, deixou um enorme legado, com alguns elementos que se mantiveram constantes até nos jogos onde houve maior divergência. Um verdadeiro clássico que conquistou o mundo não só pela sua lista de funcionalidades, mas por ter uma magia especial que não se encontra em mais nenhuma série de jogos de corridas.