Notícias

Análises

13 de fevereiro de 2014

Antevisão: Yoshi's New Island


A convite da Nintendo, tive esta semana a oportunidade de experimentar o novo Yoshi's New Island, cujo lançamento na Europa está previsto para 14 de março. Anunciado em abril de 2013, este jogo é uma sequela directa de Yoshi's Island para a Super Nintendo, um clássico de 1995. Desde essa altura, foram lançados vários títulos com o simpático dinossauro como protagonista, mas nunca com a mesma popularidade e com críticas bastante inferiores. Neste contexto, é fácil de perceber que as expetativas para um novo título na série não sejam muito elevadas.

  

A história do jogo é muito simples: no final de Yoshi's Island, vemos a cegonha a entregar os bebés Mario e Luigi à porta de uma casa. O que nós não sabíamos (nem a cegonha, aliás) é que afinal aquela morada estava errada, pelo que a ave terá de os levar de volta. Kamek não perde esta oportunidade para atacar novamente e raptar o bebé Luigi! Com a confusão, a cegonha deixa cair o bebé Mario no oceano... mas felizmente este vai parar a uma (nova) ilha cheia de yoshis, que o irão ajudar a encontrar o irmão!

A primeira coisa que salta à vista em Yoshi's New Island é o estilo gráfico, bastante inspirado no clássico da SNES mas agora com um toque mais moderno, onde todos os elementos parecem pintados a pastel. É um visual definitivamente infantil, mas bastante fiel ao clássico da SNES. A jogabilidade central mantém-se inalterada, mas agora há novidades como poder usar o giroscópio da 3DS para disparar os ovos do Yoshi. O menu do jogo tem várias opções de controlos para se adaptar ao gosto dos jogadores: pessoalmente, não achei a configuração de botões inicial muito confortável, mas gostei de encontrar uma configuração alternativa mais tradicional.

  

Depois de explorar os primeiros dois mundos do jogo, posso afirmar que estou bastante surpreendido e satisfeito com o que vi. Os níveis são suficientemente simples para que qualquer criança possa ter este como o seu primeiro jogo de plataformas, mas estão também cheios de segredos e desafios mais complexos para quem tenta descobrir 100% dos segredos. Muitos elementos do jogo original estão de volta, mas também muitas novas ideias. Vários níveis têm uma secção especial onde o Yoshi se transforma num veículo, como um helicóptero ou um balão de ar quente, por exemplo, e que é controlado com o giroscópio. Há ainda power-ups como a estrela da invencibilidade e novidades como o ovo gigante que é capaz de destruir parte dos níveis.

Ao contrário do que aconteceu com o desinteressante "Yoshi's Island DS", este Yoshi's New Island tornou-se rapidamente viciante e deixou-me com vontade de jogar muito mais. Apesar dos gráficos "fofinhos" e do foco claro num público infantil, é um jogo com níveis bastante inteligentes e bem construídos, com tudo o que é preciso para se tornar num "guilty pleasure" para muitos adultos que, na loja, dirão que estão a comprar "para oferecer". Eu cá aproveito para afirmar publicamente que mal posso esperar pelo seu lançamento!

Eis o mais recente trailer do jogo: