Notícias

Análises

27 de julho de 2012

Nintendo 3DS XL

Pouco mais de um ano depois do lançamento da Nintendo 3DS, eis que a Nintendo surpreende com um novo modelo da sua popular consola portátil 3D, desta vez em tamanho XL. Seguindo a tendência da Nintendo DSi, a nova 3DS XL conta com um aumento de 90% na área total dos ecrãs, sendo esta publicitada como a consola com o maior ecrã de sempre da Nintendo.


Tal como aconteceu com a DSi XL, a nova Nintendo 3DS XL mantém a mesma resolução de ecrã do modelo anterior, recorrendo a píxeis maiores para o aumento da imagem. E não só a dimensão da imagem aumentou, mas também a sensação de profundidade 3D – as diferentes camadas de profundidade destacam-se muito mais e até os efeitos mais subtis aplicados nos jogos têm agora um grande realce na imagem. Surpreendentemente, também o campo de visão do efeito 3D foi ampliado em relação ao modelo original da consola, e até o botão de controlo da intensidade deste efeito foi melhorado de forma a ajustar a sensação de profundidade com maior precisão. Ao desligar por completo o 3D, a consola emite um som equivalente a um "click" que, não sendo necessário, mostra o detalhe dos cuidados da Nintendo em torno desta funcionalidade.


Infelizmente, com uma melhoria tão grande do efeito 3D, perdeu-se algo na qualidade da imagem. Os píxeis grandes revelam a baixa resolução da consola, especialmente em jogos que não aplicam anti-aliasing mesmo quando se joga em 2D. Com o uso regular e a devida habituação, esta questão deixará de ser um problema, mas dificilmente a imagem de um jogo na 3DS XL impressionará tanto como numa 3DS normal. O mesmo se aplica às fotografias tiradas com a câmara da consola: apesar de haver maior destaque à profundidade dos elementos na foto, também se dá mais destaque à baixa qualidade da imagem. Por outro lado, é muito mais fácil usar o ecrã tátil com precisão "ao pixel", sendo este modelo muito vantajoso para quem gosta das aplicações de desenho e pintura da 3DS como o New Art Academy, por exemplo.


O design da nova consola é mais simples que o da anterior, destacando-se o contraste de cor entre a parte exterior e interior da consola (que se aplica em todos os modelos disponíveis no lançamento europeu) e o novo material rugoso e pouco brilhante, que não só é agradável à vista como muito apelativo ao toque. A consola é extremamente confortável de segurar, quer pelas suas dimensões, quer pela textura do material. Mesmo em jogos mais cansativos como Kid Icarus: Uprising, que exigem suportar o peso da consola com uma só mão, pouca diferença se sente em relação ao modelo original da 3DS. Os botões dão também melhor feedback, sendo especialmente notável a melhoria dos botões Start, Home e Select. Outros aspetos do design a referir são o novo posicionamento da stylus do lado direito (como na antiga DS Lite) e o cuidado em que ficasse algum espaço livre entre o botão deslizante e o ecrã superior, quando a consola está fechada, de forma a não deixar marcas.


As consolas Nintendo 3DS e 3DS XL apresentam exatamente as mesmas funcionalidades, sendo que a escolha do modelo a comprar se resume apenas a um questão de gosto pessoal. Não esquecer que a Nintendo 3DS XL não inclui carregador de bateria, sendo compatível com o do modelo original que também existe à venda em separado, mas traz no interior um cartão SD de 4GB para armazenar fotos, aplicações e jogos digitais adquiridos através da Nintendo eShop. Para os que pretendem mudar de consola, recordamos que é possível transferir toda a informação de uma 3DS para a outra, incluindo a informação de StreetPass e registos de atividade.

Ler Mais >

23 de julho de 2012

Concurso de Fotografia 3D Nintendo 3DS – Vencedores anunciados!


O concurso de fotografia 3D para os utilizadores da Nintendo 3DS terminou no passado dia 17 de junho e foram hoje revelados os vencedores! As melhores fotos 3D de toda a Europa podem agora ser vistas na página oficial do concurso, e podem servir de inspiração a criarem as vossas próprias fotos 3D!

Além disso, se precisarem de algumas dicas, podem sempre recorrer ao nosso guia de como tirar melhores fotos 3D com a Nintendo 3DS aqui!
Ler Mais >

10 de julho de 2012

Kingdom Hearts: 358/2 Days


Ao longo de 10 anos da série Kingdom Hearts temos assistido a diversos jogos que não têm um número "3" estampado na capa, sendo assim vistos como spin-offs e tratados como tais, mas que acabam sempre por revelar muito da série e das suas personagens. Este título, de nome confuso, mostra-nos a vida de Roxas (uma das personagens da série com mais fãs) durante os seus tempos na Organization XIII, os "maus" da série.


Este jogo situa-se então entre o 1º e o 2º jogo da série, funcionando em paralelo com o jogo de GameBoy Advance, Kingdom Hearts: Chain of Memories, retratando o aparecimento de Roxas e o seu desenvolvimento com as diversas personagens, principalmente com Axel e a uma personagem Xion, criada de propósito para este jogo. O mais interessante acaba por ser as personagens, e não a história do jogo e da série, colocada geralmente em segundo plano.


O jogo em si funciona por missões: cada dia de Roxas é uma nova missão, repetindo vezes sem conta as mesmas áreas até à exaustão (tornando-se assim extremamente repetitivo), mudando algumas vezes as personagens que nos acompanham. Estas personagens são todas diferentes, exepto Xion que é uma cópia de Roxas, e podem ser todas usadas no modo multi-jogador (até 4 jogadores), surgindo ainda personagens desbloqueáveis neste modo, que vamos tendo à medida que avançamos no modo de história.


À semelhança dos restantes jogos, viajamos entre diversos universos da Disney, como o castelo da Bela e o Monstro, a cidade de Halloween do Estranho Mundo de Jack, e universos criados para a série como a Twilight Town. Estas estão bastante bem retratadas e adaptadas para a DS, principalmente depois destes universos serem importados da PlayStation 2. E tal como os modelos das personagens, estão bastante bonitos, visualmente. Não tão bem aproveitado é o ecrã táctil, mostrando apenas um mapa e o objectivo da missão.


Não fosse a repetição constante em todo o jogo, e ser todo ele construído com base em missões, tornar-se-ia um jogo bastante mais apelativo. É um jogo para os fãs da série, e por muito que possa ser jogado sem conhecimento prévio da história dos restantes jogos, pode tornar-se confuso na compreensão das personagens e das suas relações. 

Ler Mais >

Kingdom Hearts 3D reconfirmado em Portugal


Os fãs portugueses de Kingdom Hearts 3D [Dream Drop Distance] apanharam ontem um pequeno susto com a notícia avançada pela Square-Enix de que a Nintendo Ibérica decidiu cancelar o lançamento do jogo em Espanha, visto que este não irá conter legendas em Espanhol.


Contactámos o representante da Nintendo Ibérica em Portugal, Jorge Vieira, que nos confirmou a decisão de adiar o lançamento do jogo no mercado espanhol, mas que essa decisão não se estende a Portugal. Sendo assim, os fãs da série poderão ficar descansados sabendo que já no próximo dia 20 de julho irão encontrá-lo nas lojas nacionais!

Lembramos ainda que se encontra disponível na eShop uma versão experimental do jogo. 
Ler Mais >

5 de julho de 2012

Atualização da Caixa Postal Nintendo


Para a surpresa de muitos, hoje a Caixa Postal Nintendo teve uma atualização que permite a utilização de 6 cores diferentes (podendo apenas usar uma cor de cada vez). Para além da cor disponível por defeito, o preto, agora podemos usar vermelho, azul, verde, roxo e laranja. Estas cores estão disponíveis pressionando os botões laterais do d-pad.
Para aceder à atualização de imediato basta fazer scan com o leitor de QR Code, disponível pressionando o botão L ou R da 3DS, do código presente em cima.

Juntamente com o constante lançamento de fundos para os postais, uma comunidade mundial que distribui as mesmas, uma partilha constante de fotografias, cartas escritas e até sons, esta aplicação tem vindo a ser usada quase todos os dias por uma grande parte dos utilizadores da Nintendo 3DS, mantendo o sucesso da Caixa Postal Nintendo bastante vivo!
Ler Mais >

Antevisão: Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate

A série Castlevania tem uma longa tradição na história dos videojogos sendo, a par de Metroid (NES), fundadora de um género de aventura, ação e plataformas 2D hoje conhecido como "metroidvania". Os fãs da saga tiveram direito a tratamento especial na Nintendo DS, com 3 grandes títulos lançados, mas a 3DS ainda aguarda o lançamento de um novo jogo. Esta situação mudará em breve com o lançamento de Castlevania – Lords of Shadow: Mirror of Fate mas, infelizmente, este não é o metroidvania que os fãs dos melhores jogos da série esperavam, mas sim um jogo de ação intensa e cinemática. Mas como não se deve analisar um jogo por uma coisa que ele não é, o Meus Jogos DS aproveitou a oportunidade oferecida pela Nintendo de testar o principal título apresentado para a consola, vindo de uma empresa third-party.


A versão de demonstração de Mirror of Fate atira-nos rapidamente para a ação, mostrando aquilo em que consiste o jogo: mandar para o mundo dos mortos uma série de criaturas que já lá deveriam estar! Apesar dos gráficos 3D, a jogabilidade é completamente 2D, sendo enriquecida com planos de câmara dinâmicos que darão ênfase aos momentos mais emocionantes. Armado de um chicote (a única arma disponível nesta versão), o personagem Trevor mostra um grande poderio à distância, mas é no combate em proximidade que o jogo mostra o seu carácter, com visuais excelentes e ação cinemática, algo que irá deliciar os fãs de jogos modernos do género. Em contrapartida, muitos destes momentos transmitem uma sensação de jogo em piloto automático – afinal o simples premir de um botão desencadeou uma sequência brutal.


Não se pense, no entanto, que o jogo é fácil. Com uma grande quantidade de inimigos e alguns monstros gigantescos, o jogo oferece um bom desafio que poderá ser implacável com os mais descuidados. O estilo artístico mantém-se fiel à série Castlevania e o efeito de profunfidade 3D é bem utilizado, com a câmara a realçar propositadamente certas características dos cenários. Foi ainda acrescentado algum "fan service" na versão final do jogo, sendo possível jogar com personagens clássicos da série como Simon, Trevor, ou o grande favorito dos fãs, Alucard!


Apesar de este não ser o jogo que os fãs pediam (e deixar no ar a dúvida se alguma vez farão um novo metroidvania) este Mirror of Fate promete preencher uma lacuna no catálogo da 3DS e em grande estilo. A manter debaixo de olho nos próximos meses!
Ler Mais >

4 de julho de 2012

Antevisão: New Super Mario Bros. 2


A convite da Nintendo, o Meus Jogos DS teve a oportunidade de experimentar o New Super Mario Bros. 2, sequela directa de um dos mais populares títulos da Nintendo DS. Desta vez, a principal temática do jogo consiste em apanhar moedas... muitas moedas! Por algum motivo (ainda por desvendar), o Mushroom Kingdom está repleto de moedas e o famoso canalizador da Nintendo, em tempos de crise, não perdeu a oportunidade de meter uns trocos extra ao bolso.


A versão de demonstração continha apenas 3 níveis, mas que parecem indicar bem o que esperar deste jogo. Na sua essência, a fórmula deste jogo é bastante semelhante à dos restantes jogos de plataformas 2D do Super Mario. Isto é particularmente evidente para quem tenha jogado o velho New Super Mario Bros. na DS, que se sentirá perfeitamente em casa com esta sequela. Infelizmente, este novo título é tão familiar que utiliza exatamente o mesmo estilo artístico do anterior, os mesmos cenários e até as mesmas músicas. O que muda é, naturalmente, a qualidade gráfica e os níveis, completamente novos... e recheados de moedas. Já os fãs de Super Mario Bros. 3 (NES) irão deliciar-se com o regresso do power-up que transforma Mario em Tanooki, com o velhinho som de correr incluído!


A febre do ouro, no entanto, revela-se melhor na prática do que em teoria: à primeira vista, o exagero de moedas parece ser cansativo mas, na realidade, torna-se bastante divertido apanhar tantas moedas num nível – sendo (quase?) impossível conseguir todas! Em jogos anteriores do Mario, as moedas sempre serviram como uma boa distração ao percurso do nível, ou uma forma de indicar caminhos que facilmente passariam despercebidos. Desta vez, as moedas são o próprio nível. Além disso, há imensas formas de se conseguir ainda mais moedas, desde objetos especiais ao novo power-up que dá a Mario o toque de Midas, atirando poderosas bolas douradas que transformam tudo em moedas.


Não disponível nesta versão de demonstração, mas igualmente aliciante, é o novo modo cooperativo a dois jogadores, onde Mario e Luigi se juntam para coleccionar ainda mais moedas. Já o modo StreetPass irá oferecer um desafio contra-relógio numa sequência de 3 níveis, sendo que novos desafios estarão disponíveis mais tarde para aquisição na eShop. Este será ainda o primeiro título da Nintendo a ser colocado à venda em simultâneo na eShop e nas lojas tradicionais, sendo que...


...quem reservar este jogo em lojas da especialidade em Portugal terá direito a um pequeno bónus. Dependendo da loja escolhida, a reserva dará direito a um porta-chaves do Mushroom Kingdom diferente, podendo ser um Cogumelo, uma Carapaça, uma Bala ou um Bloco "?". Estes brindes estão limitados ao stock existente. New Super Mario Bros. 2 é o jogo deste verão e tem data de lançamento em Portugal prevista para 17 de agosto!
Ler Mais >