Notícias

Análises

31 de maio de 2012

Nintendo estreia canal português no YouTube

Já está disponível no YouTube o novo canal oficial da Nintendo Portugal em http://www.youtube.com/nintendopt. O arranque deste canal surge uma semana antes da E3, a maior feira de videojogos do mundo, onde a Nintendo irá revelar as próximas grandes apostas para a Nintendo 3DS e ainda a sua nova consola de casa com um ecrã tátil no comando, chamada Wii U.

Este canal irá apresentar trailers de jogos, campanhas publicitárias e vídeos "making-of", entre outros conteúdos exclusivos da Nintendo. Durante a próxima semana, a programação irá incluir antevisões do hardware e software apresentados na Electronic Entertainment Expo (E3), assim como entrevistas com criadores de jogos.
Ler Mais >

28 de maio de 2012

Atividades de verão para crianças no Museu Colecção Berardo

Para os pais que não sabem como ocupar os seus filhos durante as férias de verão, o Museu Colecção Berardo elaborou duas atividades, cada uma com a duração de cinco dias, das 9h30 às 17h30, destinadas a crianças entre os sete e os 12 anos e abertas a famílias e grupos. Estas atividades oferecem a oportunidade de aprender a desenhar e pintar com o Art Academy, um curso de desenho e pintura virtual, disponível para a família de consolas Nintendo DS e Nintendo 3DS (em 2D). O custo de cada atividade é de 145 euros, com almoço incluído.


De 9 a 13 de julho e de 6 a 10 de agosto terá lugar a atividade “Decompor o Olhar”. Nesta atividade, e como quem olha e vê pela primeira vez uma obra de arte, os participantes vão construir pensamentos e raciocínios que os levarão a compor uma obra de arte. Graças à fotografia, ao desenho e à pintura, irão viajar entre o virtual e o real, entre a ideia e a concretização.

A segunda atividade proposta é “Entre o que vejo e imagino, encontro o que quero fazer”, de 27 a 31 de agosto. A construção de projetos e obras de arte nasce sempre num espaço entre a imaginação e a realidade. Nesta atividade os projetos nascem entre o que os participantes veem e aprendem ao visitar a Colecção Berardo e o que conseguem fazer com os materiais que estão na oficina.

Ambas as atividades foram concebidas e orientadas pelos monitores pedagógicos do Museu Colecção Berardo, Marília Pascoal e Afonso Gil.

[Nota: o texto apresentado neste artigo foi retirado de um comunicado oficial da Nintendo Ibérica.]
Ler Mais >

24 de maio de 2012

Nova versão de Mighty Switch Force disponível na eShop


Considerado um dos melhores jogos do ano para a Nintendo eShop em 2011, Mighty Switch Force recebe agora uma nova versão com melhores efeitos de profundidade 3D, um botão "retry" que permite recomeçar um nível sem ter de voltar ao menu principal e, o melhor de tudo, 5 níveis completamente novos! Uma prova de que a WayForward prestou atenção às principais críticas e se dedicou a melhorar um jogo que já era dos melhores na eShop.


Este jogo, que mistura o estilo de plataformas e ação com verdadeiros quebra-cabeças, é acompanhado por um estilo artístico bastante característico da WayForward e uma banda sonora genial que fica no ouvido do jogador. Quem já tiver comprado o Mighty Switch Force, pode (e deve) descarregar gratuitamente a nova versão da eShop. Os restantes poderão comprá-lo a partir de agora já com todas as novidades incluídas.
Ler Mais >

23 de maio de 2012

3DS vende 6 milhões de unidades no Japão


Continuando o ritmo de boas vendas no país do sol nascente, a Nintendo 3DS atinge um novo patamar com mais de 6 milhões de unidades vendidas. Este número junta-se ao das vendas mundiais, que já ultrapassa os 17 milhões. Muitos de nós ainda se recordam que a consola estava "em muito maus lençóis" um ano atrás, não adivinhando o sucesso a que assistimos agora. Para mais informações podem visitar o historial de vendas das consolas da Nintendo a nível mundial.

Sendo garantido que é um bom catálogo de jogos que faz vender a consola, e com jogos como Super Mario 3D Land, Mario Kart 7 e Monster Hunter Tri G (este que apenas saiu Japão, por enquanto) a suportar estas vendas, aguardamos pelas surpresas da E3, a 6 de junho, para saber qual será o trunfo deste ano, tendo em conta que New Super Mario Bros 2 já foi anunciado!

Para quando o seu lançamento no ocidente? Será anunciado na E3?

Para além de Monster Hunter, outra série que vende bem no (principalmente no Japão) é Pokémon. Embora Pokémon Black Version 2 e White Version 2 sejam jogos de DS (também funcionando na 3DS), veremos se ainda este ano Pokémon Dream Radar e Pokédex 3D Pro serão motivo suficiente para que os fãs optem por jogar numa 3DS!
Ler Mais >

22 de maio de 2012

Novos títulos de Pokémon chegam à 3DS no outono


Para além do já anunciado lançamento dos jogos Pokémon Black Version 2 e Pokémon White Version 2 para a consola Nintendo DS, previsto para o outono de 2012, serão lançados na mesma altura dois novos títulos exclusivos para a Nintendo 3DS, que estarão disponíveis através da Nintendo eShop: são eles Pokédex 3D Pro e Pokémon Dream Radar.

Os novos títulos Pokémon Black/White Version 2 são as sequelas directas de Pokémon Black/White Version, oferecendo uma nova aventura na região de Unova com novos personagens e o regresso de bastantes pokémon antigos. Já o Pokédex 3D Pro é uma versão completa do já disponível (e gratuito) Pokékex 3D, incluindo a informação de todos os pokémon existentes na série. Finalmente, Pokémon Dream Radar é uma espécie de Face Raiders versão Pokémon, permitindo capturar novos monstros através do giroscópio e da tecnologia de Realidade Aumentada e, depois, transferí-los para os novos jogos Black e White 2.

Seguem as sinopses oficiais dos jogos anunciados:


Pokémon Black Version 2 e Pokémon White Version 2 levá-lo-ão de volta para a região de Unova, dois anos após os acontecimentos de Pokémon Black Version e de Pokémon White Version. Se está familiarizado com estes dois títulos notará imediatamente que a região de Unova se transformou nos novos jogos. Embarque numa aventura que começa na nova Aspertia City e descubra que acontecimentos estranhos estão a ocorrer e a razão pela qual a região de Unova mudou, dois anos após a derrota da Team Plasma. Encontrará também dois novos Pokémon lendários: Black Kyurem e White Kyurem, que aparecem nas capas dos jogos. Estes poderosos Pokémon lendários contam com devastadores movimentos de tipo "gelo": o Black Kyurem utiliza o Freeze Shock e White Kuyrem vem equipado com o Ice Burn. O Black Kyurem só estará disponível em Pokémon Black Version 2, ao passo que o White Kyurem só aparecerá em Pokémon White Version 2. Desenvolvidos para a gama de consolas Nintendo DS, estes jogos também são compatíveis com a consola Nintendo 3DS, no modo 2D.


Pokémon Dream Radar utilizará várias funcionalidades diferentes da Nintendo 3DS, incluindo a câmara, os controlos por movimento e a tecnologia de Realidade Aumentada, que lhe permitirá apanhar Pokémon movendo a consola para descobrir Pokémon escondidos. Se atingir Pokémon com raios poderá capturá-los. Os Pokémon capturados em Pokémon Dream Radar poderão ser transferidos para Pokémon Black Version 2 e Pokémon White Version 2, o que o ajudará a aumentar a sua coleção de Pokémon. Pokémon Dream Radar incluirá também alguns Pokémon difíceis de obter para que tenha um incentivo extra para os capturar para o seu jogo. Pokémon Dream Radar estará disponível para compra na Nintendo eShop.


Pokédex 3D Pro é uma versão melhorada da aplicação Pokédex 3D original que inclui informações detalhadas sobre os mais de 600 Pokémon da história da série de videojogos Pokémon. Pokédex 3D Pro incluirá ferramentas de ordenação, comparação e classificação, assim como pormenores exaustivos sobre as habilidades que cada Pokémon pode aprender e a forma como evolui. A aplicação faz ainda uso da tecnologia de Realidade Aumentada e permite tirar fotografias de Pokémon no mundo real. Com Pokédex 3D Pro, todos os Pokémon serão desbloqueados logo ao início, o que permitirá aos jogadores acederem a uma quantidade de informações que serão úteis em Pokémon Black Version 2 e Pokémon White Version 2. Pokédex  3D Pro estará disponível para compra na Nintendo eShop.

[Nota: as sinopses apresentadas neste artigo foram retiradas de um comunicado oficial da Nintendo Ibérica.]
Ler Mais >

17 de maio de 2012

Mario Tennis Open

Com a chegada do calor e a proximidade do verão, é normal procurar-se um novo jogo para passar o tempo e partilhar com os amigos. Mario Tennis Open é precisamente o grande jogo para as férias, com uma jogabilidade simples e divertida e várias formas possíveis de jogar com os amigos! Fácil de aprender e difícil de dominar com mestria, é um jogo que qualquer elemento da família ou do grupo de amigos poderá pegar de forma descontraída para se divertir.

O segredo é a simplicidade. Mario Tennis Open, como o nome indica, é um jogo de ténis inspirado no universo de Super Mario, o que implica power-ups e muita diversão! A mecânica de jogo é muito fácil de aprender: controla-se o personagem com o botão deslizante da consola e utiliza-se um dos botões A, B, X e Y para controlar a raquete – no ecrã tátil, são mostradas as ações possíveis em botões que também servem de atalho, muito úteis para certos movimentos especiais. Há ainda a hipótese de usar o giroscópio da consola bastando, para isso, segurá-la numa posição mais vertical. Isto torna-se bastante irritante quando, no entusiasmo de uma partida, se levanta um pouco a consola e muda automaticamente para o giroscópio, mas felizmente pode (e deve?) desativar-se esta opção nas configurações do jogo.

Este não seria um "party game" do Mario se não tivesse a sua dose de power-ups e ataques especiais. No entanto, aqui não existem bananas nem carapaças azuis para disparar. Ao contrário da componente de sorte, o sucesso de um ataque especial depende apenas da destreza do jogador em dirigir-se ao ponto certo do court e utilizar o movimento indicado no chão com o melhor timing possível. O resultado de um ataque bem sucedido é disparar uma bola bastante difícil (mas nunca impossível) de defender, podendo até deixar o adversário zonzo por uns segundos. E é nesta mecânica, baseada na habilidade do jogador e não na sorte, que reside o que mais viciante há neste jogo.

Os personagens do costume estão de volta, desde o equilibrado Mario ao veloz Yoshi, passando pelo traiçoeiro Bowser Jr., entre outros. Mas o grande protagonista é mesmo o Mii do jogador, que pode ser customizado com uma vasta gama de equipamentos temáticos dos restantes personagens (e não só) de forma a adquirir diferentes características. Há imenso conteúdo desbloqueável para o Mii, dedicado tanto aos jogadores que procuram o personagem com os melhores "stats" possíveis, como para os jogadores que querem "mandar estilo" através do StreetPass – este modo permite ainda jogar com versões controladas pelo computador dos personagens encontrados e, desta forma, desbloquear ainda mais equipamentos possíveis para o Mii.

O modo para um jogador permite participar em torneios ou fazer jogos rápidos em partidas single ou double, assim como jogar alguns minijogos como o bastante anunciado Super Mario Tennis, cujo objectivo é atirar a bola com a raquete em direcção a uma tela onde vai correndo uma versão do clássico Super Mario Bros. da NES, ou o excelente Galaxy Rally, inspirado em Super Mario Galaxy, que faz da partida de ténis um verdadeiro puzzle – e uma excelente forma de treinar a orientação das jogadas! Regra geral, os minijogos disponíveis são bastante divertidos, mas o infame Ink Showdown poderá fazer alguns jogadores arrancar cabelos com a frustração – é tudo uma questão de prática!

Se o jogo é, por si só, bastante divertido para um só jogador, a verdade é que toda a experiência foi construída a pensar no multiplayer. Seja localmente ou através da internet, é possível juntar entre 2 a 4 jogadores para desafios de ténis que serão cada vez mais divertidos à medida que todos assimilam a mecânica de jogo. Em modo local, é ainda possível usar o modo "download play", bastando apenas um cartucho para juntar um grupo de 4 jogadores. O aspeto mais interessante do multiplayer é a forma como as partidas se vão tornando cada vez mais renhidas conforme a destreza dos vários jogadores vai aumentando. O jogo dá ainda uso às funcionalidades da Nintendo Network para procurar amigos que estejam online e tentar juntá-los na mesma partida, tal como já acontece noutros títulos da Nintendo 3DS.

Mario Tennis Open é um jogo para jogar com os amigos. Tal como acontece em Mario Kart 7, é um título pensado de raiz para vários jogadores, cujo expoente máximo é a experiência de ter um grupo de pessoas na mesma sala a partilhar os insultos habituais (ou palavras de apoio, quando se joga em equipa), mas com uma excelente componente online também. Neste caso, jogar sozinho não é tão divertido como com amigos, mas não deixa de ter uma boa experiência para oferecer, especialmente pelo vasto conteúdo de personalização disponível, cujo principal incentivo será, naturalmente, o de causar uma boa impressão aos restantes jogadores. Nota importante a referir: o jogo encontra-se totalmente em Português para as consolas cujo sistema esteja definido para a mesma língua.

Ler Mais >

16 de maio de 2012

Mario Kart 7


Se há campo onde Super Mario é rei, enquanto não anda a salvar princesas, é nas corridas de karts. Já desde a Super Nintendo que a série Mario Kart tem sido ponto de referência, não só como jogo obrigatório, mas como uma forte influência para um género de corridas caóticas que servem como excelentes party games. Não foi por acaso que este foi o jogo mais aguardado da 3DS e, após o sucesso de Mario Kart DS e Wii, a Nintendo sentiu necessidade de apressar o lançamento deste jogo para combater os problemas de vendas da 3DS.


Esta série está associada imediatamente a um conceito, o de multi-jogador, e logo desde o início este jogo está preparado para garantir excelentes sessões em grupo, podendo jogar até 8 pessoas mesmo que não tenham o jogo (via "Download Play"), ou através da internet. O modo online foi bastante facilitado graças às funcionalidades da Nintendo Network, tendo sido o primeiro jogo a usar a função de nos juntar "imediatamente" a outros jogadores através da lista de amigos. Temos ainda as Comunidades, onde o objectivo é ter a melhor pontuação dentro do grupo. Aproveitem e juntem-se à comunidade oficial portuguesa através do código 62-8181-9169-4445.


A grande novidade desta vez é a capacidade de planar, abrindo-se um parapente em certas rampas para podermos viajar pelos ares "à vontade", e andar debaixo de água, onde uma hélice nos permite uma condução com menos controlo. Estes novos momentos aparecem também nas pistas clássicas, o que muda algumas partes das pistas que já conhecíamos. Tudo isto é ainda mais impressionante devido à fluidez gráfica a 60 fps mesmo em 3D que, juntamente com os gráficos polidos, animados e detalhados, dão-nos uma excelente sensação de velocidade.

O jogo tira partido de muitas das capacidades da consola, como o StreetPass para obter informação sobre por quem passamos, Fantasmas (tempos recorde) e uma Taça feita pelo jogador (enfrentando assim o Mii dele, controlado pelo CPU), e até mesmo adicionar como amigo; e o SpotPass para Fantasmas diários de jogadores de todo o mundo. Tudo fica registado no Canal Mario Kart 7, que nos permite controlar a informação destes modos. O giroscópio também pode ser utilizado para uma condução na primeira pessoa, muito no género do Mario Kart Wii, mas este esquema de controlo pode ser desativado para utilizar esta nova câmara com o esquema de controlo tradicional.


Contamos com 16 pistas novas que, para além de pistas inspiradas no universo Super Mario e associados (Donkey Kong, Wario, etc.), incluem primeira vez locais inspirados no universo Wii Sports e Wii Music. Temos ainda 16 pistas de outros jogos da série Kart, as famosas Retro Cup que, curiosamente, foram desenvolvidas pela Retro Studio. Não tão boa é a selecção de personagens que, embora diversificada e com algumas novas caras, é bastante escassa, deixando de fora alguns dos favoritos (mas mantendo as pistas dessas mesmas personagens, como é o caso de Pinball do Waluigi DS). Para compensar surgem novos itens, como a Super Folha que serve para atacar ou defletir objetos, e o Sete da Sorte, onde sete itens nos rodeiam para uma doce vingança.


É um jogo obrigatório, que ainda assim poderia ter mais conteúdo. De fora, ficaram as missões de Mario Kart DS e Wii, ou a oportunidade perfeita de ser o primeiro jogo da Nintendo a suportar conteúdos descarregáveis, o que iria permitir que outros favoritos dos jogadores pudessem estar presentes, ou aumentar o número de pistas disponíveis. Ainda assim, o replay value do jogo permite que voltemos a pegar nele constantemente e ande sempre com a nossa consola, principalmente quando nos encontramos com outras pessoas e temos uma boa sessão de jogo garantida!

Ler Mais >

15 de maio de 2012

Atualização para Mario Kart 7

A atualização previamente anunciada que corrige os erros de atalhos "batota" no Mario Kart 7 já se encontra disponível na eShop! Esta atualização é obrigatória pois, sem ela, não poderão jogar online. Elimina-se assim a possibilidade de corridas injustas nas pistas da Ilha Wuhu (Taça Flor), Montanha Wuhu (Taça Estrela) e Castelo 1 do Bowser GBA (Taça Carapaça). Este é um ponto de viragem para que todos os jogos disponíveis para 3DS sejam possíveis de atualizar, mesmo que não se encontrassem inicialmente preparados para tal.


Para tal basta aceder à eShop e, após uma atualização de firmware obrigatória, basta ir à informação sobre Mario Kart 7 e descarregar a aplicação que corrige os erros. Não ficam com uma aplicação nova no vosso menu da 3DS (embora a eShop vos indique que têm). Para ir diretamente para a página de aplicação basta usarem o QR Code em baixo. Para mais informações, ou a informação detalhada sobre esta atualização, basta ir a este site: Efectuar atualizações de sistema – Assistência para a Nintendo 3DS

Ler Mais >

3 de maio de 2012

Jump Ultimate Stars


"Quem é mais forte, Son Goku ou Naruto? Luffy ou Ichigo?" Este tipo de questões surgem sempre quando discutimos uma possível luta de super-heróis da banda desenhada, e aqui os videojogos são um bom método de tirar teimas. Por este motivo, as famosas personagens da Weekly Shonen Jump, muitas delas com séries de animação que ainda são transmitidas por todo o mundo, defrontam-se pela segunda vez na Nintendo DS. Este jogo só é possível importando, pois apenas se encontra em japonês e o seu lançamento sempre foi impossível, mas ainda assim é perfeitamente jogável (ainda melhor com o recurso a um guia online), com a excepção de alguns modos onde saber japonês é obrigatório.


A jogabilidade é simples: até 4 jogadores defrontam-se numa arena repleta de plataformas (baseadas nas diversas séries), um pouco ao estilo Super Smash Bros., em que derrotamos os nossos adversários ao atirá-los fora da arena ou tirando a vida do mesmo. Cada personagem está associada a uma natureza (Conhecimento, Força e Comédia) inseridos num sistema de Pedra/Papel/Tesoura, e todos os seus ataques são fieis às 41 séries representadas, sejam de personagens jogáveis ou apenas que assistem (que são invocadas). Existem ainda itens que aparecem nos cenários que funcionam como power-ups.


Antes de jogar temos de criar uma equipa onde podemos colocar os nossos favoritos, distribuindo os koma ("quadrados" da banda desenhada) no ecrã tátil, numa espécie de puzzle, num painel de 4 por 5 quadrados. Os personagens que ocupam 1 quadrado são de ajuda, que funcionam ao estarem colocadas juntos a outros quadrados com quem possam ter ligações (por exemplo, Son Gohan com Coraçãozinho de Satã); os que ocupam de 2 a 3 quadrados são de suporte, que podem ser invocados para ajudar na luta, e os com 4 ou mais quadrados são personagens jogáveis. Este sistema permite equilibrar as batalhas, onde podemos decidir se queremos mais quantidade ou qualidade de personagens, pois quanto maiores os koma, mais fortes são as personagens.


Temos diversos modos de jogo, onde o principal, o modo história, funciona como uma espécie de arcade (com missões) que viaja entre os diversos universos Jump, que ao entrar em cada um deles temos uma pequena introdução à série com o recurso a conhecidas sequências do manga. Existem ainda modos de luta multi-jogador que colocam as nossas equipas de sonho contra outros, e até uma espécie de Trivial Pursuit, não aconselhado para quem não saiba japonês. Infelizmente a banda sonora não nos relembra das séries apresentadas, e o jogo não contém vozes, embora isto possa ser uma questão de direitos de autor.


Existem inúmeros jogos que nunca nos chegam às mãos devido à não distribuição no ocidente, por decisões económicas ou falta de visão por parte de quem os desenvolve e publica. Este não é o caso, pois enquanto que no Japão as licensas das séries estão nas mãos da Jump, no ocidente as licensas estão distribuídas por grupos diferentes, que mudam até entre países, impossibilitando o seu lançamento. São muitas as séries conhecidas, tais como Dragon Ball, Saint Seiya (Cavaleiros do Zodíaco), Naruto, One Piece e Bleach, todas focadas em luta, mas séries como Death Note, Captain Tsubasa ou Eyeshield 21, que não se focam em luta, conseguem ter aqui espaço. Para qualquer amante de manga ou animação japonesa, é um título recomendado para importar!

Ler Mais >

1 de maio de 2012

Workshops Art Academy no Dia Internacional dos Museus



O 35.º aniversário da efeméride é celebrado com uma programação especial que desafia pais e filhos a dar os primeiros passos no mundo das Belas Artes, em parceria com a Nintendo.

Para assinalar a efeméride de grande tradição para o mundo dos museus que é comemorada desde 18 de maio de 1977, o Museu Colecção Berardo terá uma programação especial que inclui a entrada grátis nos workshops “Animais, submarinos, cestos, casas e mais algumas coisas!”, no dia 19 de maio, e “Museu de Estórias Inventadas!”, no dia 20 de maio. Ambas as atividades, com recurso ao software Art Academy que se encontra disponível para a Nintendo DS e Nintendo 3DS (em 2D), têm como objetivo ensinar a desenhar e pintar de forma simples e intuitiva.

Para além deste fim de semana dedicado às comemorações do Dia Internacional dos Museus, no domingo 6 de maio será realizada a atividade “Museu de Estórias Inventadas!” que convida os participantes a passearem pela coleção do Museu e a encontrarem personagens, objetos e figuras que irão fotografar, desenhar e pintar com recurso ao Art Academy. Esses desenhos serão o ponto de partida para uma história que será construída, em conjunto, na oficina pedagógica do museu.


Nos domingos 13 e 27 de maio, os visitantes do Museu Colecção Berardo serão desafiados a participar na atividade “Recomposições com o nosso corpo”. Tendo como pano de fundo a sala chamada “Corpo Revolucionado”, os participantes irão trabalhar aquela que é a fonte de inspiração para muitos artistas.

Destinado a crianças entre os sete e os 12 anos, estes workshops realizam-se das 15h30 às 17h30 e oferecem a oportunidade de aprender a desenhar e pintar com o Art Academy, um curso de desenho e pintura virtual disponível para a família de consolas Nintendo DS e Nintendo 3DS (em 2D).

Para marcações e mais informações, por favor, contacte o Centro Educativo do Museu Colecção Berardo através do telefone 213 612 800 ou através do e-mail servico.educativo@museuberardo.pt.

Para mais informações sobre o Art Academy consulte o site oficial em www.artacademy.nintendo.pt. Para estar a par das oficinas pedagógicas e de outras atividades do Museu Colecção Berardo visite www.museuberardo.com.

[Nota: o texto apresentado neste artigo foi retirado de um comunicado oficial da Nintendo Ibérica.]
Ler Mais >