Notícias

Análises

27 de novembro de 2012

Flash Reviews: Picross


Desde o lançamento do jogo Picross DS que, aqui no Meus Jogos DS, nos tornámos grandes fãs deste tipo de puzzle. Conhecido por "nonogram" ou "picture crosswords", é um estilo de jogo tão viciante que não descansamos sem completar todos os que conseguimos. Tudo se resume a uma grelha onde um conjunto de números associados às linhas e colunas fornecem pistas para pintar vários quadrados até que se forme uma imagem. Não podia ser mais simples! No entanto, é um jogo ainda desconhecido de muitos e com várias alternativas disponíveis. Por esse motivo, se tiverem de escolher só um para começar, temos este conjunto de mini análises para ajudar!

Picross E (Nintendo 3DS)

Começamos pelo título mais acessível do conjunto. Disponível na eShop a um preço bastante justo, oferece um tutorial bastante detalhado de como jogar e ainda algumas técnicas avançadas que facilitam bastante a resolução dos puzzles mais elaborados. Funciona como uma versão "mini" do jogo original, com quatro conjuntos de desafios em dificuldades diferentes, mas nunca se aventura pelas grelhas de maior dimensão oferecidas pelo anterior. Os controlos são excelentes, mas sente-se alguma falta na 3DS da função "zoom" que permitia jogar mais facilmente com a stylus na Nintendo DS – coisa que não irá incomodar quem jogar numa 3DS XL.


Picross E é uma experiência de Picross pura, sem quaisquer extras, nem sequer a possibilidade de criar ou obter novos puzzles. Ainda assim, é dos melhores puzzles existentes na eShop, com a conveniência em relação ao anterior de ficar instalado no menu da consola e, assim, sempre disponível para pegar e jogar. Para muitos, será o suficiente, outros irão ficar a salivar por mais... aí sim, será altura de procurar pelo fantástico Picross DS nas lojas!


Mario's Picross (Virtual Console GB)

Quando se pretende introduzir um novo conceito no mercado, é sempre mais fácil associá-lo a uma mascote. Neste caso, o famoso Super Mario decidiu experimentar o mundo da arqueologia e descobriu umas ruínas com misteriosos puzzles numéricos. E aqui temos o primeiro "Picross", nascido na GameBoy e recuperado agora na consola virtual da 3DS! Tirando a apresentação a preto e branco e a ausência de ecrã tátil (obviamente), este jogo oferece um variado conjunto de desafios, principalmente dedicados à temática do Reino Cogumelo. Não há muito a acrescentar, visto que a experiência em geral é semelhante à dos restantes jogos, apenas bastante mais retro. Recomendado principalmente a quem já teve uma boa dose de Picross, mas ainda quer mais!


Picross 3D (Nintendo DS)


E agora, algo completamente diferente! Picross 3D é um título curioso, uma vez que expande a fórmula do Picross e acrescenta mais uma dimensão, sendo agora necessário resolver um cubo em vez de uma grelha bidimensional. No entanto, a mecânica de jogo mantém-se idêntica, resolvendo-se camada a camada como se resolveria um puzzle tradicional. Quase todas as lógicas utilizadas nos outros jogos se aplicam aqui, havendo pouco mais a acrescentar.


Ainda assim, a experiência de jogo é completamente diferente: não sendo necessariamente mais fácil (por vezes até é mais difícil), este título oferece um menor esforço mental. A resolução dos desafios acaba por ser mais trabalhosa, mas apenas um trabalho de dedicação: rodar, observar, eliminar cubos, rodar e repetir. Picross 3D aproxima-se mais do conceito de "passatempo" do que de um "puzzle" genuíno, o que o torna bastante acessível ao público em geral, mas deixa a pensar que algo ficou em falta. De todas as opções, é provavelmente a escolha mais segura, mas quem procura um verdadeiro desafio deve optar pelos tradicionais puzzles 2D.