Notícias

Análises

28 de julho de 2011

Nintendo 3DS: Baixa de preço e lançamentos


A Nintendo prepara-se para a época de Natal com novidades para, não só os que já possuem uma 3DS, mas aqueles que ainda estão na indecisão sobre a sua compra.
Já a partir do próximo dia 12 de Agosto o preço da consola irá baixar para 170€ (preço ainda por confirmar, mas dentro da baixa de 1/3 do preço inicial), que acompanhada por fortes lançamentos até ao Natal, de certeza que irão subir o interesse na compra da mais recente consola da Nintendo. Esta grande baixa de preço vem depois de um lançamento que, embora positivo, não esteve ao nível que a Nintendo desejava, admitindo mesmo que "nunca antes na nossa história baixamos de preço num tão curto espaço de tempo". Ao mesmo tempo, aumenta a competitividade com a portátil PlayStation Vita, cujo preço se encontrava bastante próximo do custo inicial da Nintendo 3DS.

Mas para aqueles que já adquiriram a consola ao preço inicial, a Nintendo tentará compensá-los com o novo programa de "Embaixadores Nintendo", em que basta ligar a consola à internet e aceder à eShop até ao dia 11 de Agosto às 23:59 para ser incluído. A recompensa deste programa consiste em 20 jogos de Virtual Console que poderão ser descarregados gratuitamente:
  • A partir do dia 1 de Setembro 10 jogos NES, entre os quais se encontram:
    · Super Mario Bros;
    · The Legend of Zelda;
    · Donkey Kong Jr;
    · Ice Climbers;
    · Balloon Fight.
Numa fase inicial serão exclusivos para os Embaixadores Nintendo, e estarão disponíveis antes do seu lançamento comercial, altura em que os que já fizeram download dos jogos terão disponível um update, também gratuito.


  • Sem data definida, mas até ao final de 2011, estarão disponíveis 10 jogos Game Boy Advance, onde já anunciados estão:
    · Yoshi's Island: Super Mario Advance 3;
    · Mario Kart: Super Circuit;
    · Metroid Fusion;
    · WarioWare: Mega Microgame$;
    · Mario vs Donkey Kong.
Estes serão, por enquanto, exclusivos, sendo que a Nintendo não tem ainda planos de os lançar na eShop, embora que, existindo o serviço, poderá ser uma questão de tempo até que estejam à venda.


Juntamente com esta notícia a Nintendo anunciou os nomes e meses de lançamento dos dois jogos mais esperados para a consola: Super Mario 3D Land será lançado em Novembro, Mario Kart 7 em Dezembro. Já Kid Icarus tem o seu lançamento "durante a época festiva". Já tivemos a oportunidade de experimentar estes jogos e mais alguns, aproveitem e leiam as nossas opiniões aqui.
Ler Mais >

12 de julho de 2011

Dead or Alive Dimensions


Pela primeira vez ao longo de 15 anos, a série "DoA" estreia-se numa consola Nintendo, um sucesso das Arcades (e até de algumas consolas) desenvolvido pela Team Ninja. Esta nova entrada é um jogo sólido, obrigatório para os amantes de jogos de luta, bastante simples e acessível em que qualquer um poderá facilmente tirar partido do que ele tem para oferecer. Para quem não conhece a série, falamos do jogo em que "as mamas abanam", o que chamou muito à atenção do público. Mas também foi um jogo de luta tri-dimensional numa época onde reinavam Virtua Fighter (jogo que serviu de inspiração para Dead or Alive) e Tekken, e que conseguiu destacar-se como um bom jogo de luta, rico em detalhes e pormenores que só podem ser desfrutados jogando-o.


A jogabilidade é bastante simples: baseada na mecânica pedra/papel/tesoura, os Ataques (socos e pontapés) são bons contra Throws (atirar o adversário), mas fracos contra Holds (agarrar para contra atacar), qualquer um pode facilmente tirar partido do jogo. Seja por "button-mashing" (carregar em diversos botões aleatoriamente), que funciona em dificuldades mais baixas mas é ineficaz em desafios mais avançados. Também através do Touch-screen, podemos usar combinações com um simples toque numa lista sempre presente. Ainda assim o sistema de luta é complexo, baseando-se no "timing" dos ataques. Eles mudam consoante a direcção que pressionamos ou até na posição da personagem, permitindo usar facilmente as combinações disponíveis, mudando até a meio das mesmas. Os cenários são também decisivos nas batalhas, onde para além de elementos neles presentes, podemos atirar os nossos adversários do topo de um cruzeiro, de pontes, envia-los janela fora ou até mesmo destruir paredes. Entre eles surge um de Metroid (resultado da colaboração da Team Ninja com a Nintendo em Metroid: Other M). Nele podemos usar Ridley para nossa vantagem, ou até chamar Samus.


Cada personagem tem ataques e modos de luta diferentes, mesmo com a existência de personagens semelhantes. As histórias e relações entre elas estão presentes no modo "Chronicle", dividido por capítulos que representam os diferentes jogos da série incluindo este Dimensions. Este modo não é para ser visto como uma narrativa seguida, pois contém muitas quebras que podem confundir. Este modo também tem algumas sequências em Full Motion Video, totalmente em 3D, bastante interessantes.
Contamos também com os tradicionais modos de jogo: Arcade, Survival (com imensos adversários e sem loadings), Tag Challenges para lutas cooperativas (onde o Tag Throw é uma nova e devastador técnica), lutas Online ou locais e o modo Showcase, que nos permite tirar fotografias a dioramas.


Visualmente o jogo está bastante bom. Desde personagens bastante detalhas e bem articuladas, tendo sempre movimentos realistas (dentro dos que não são humanamente impossíveis), a cenários bem detalhados, com bastantes efeitos e sempre ricos em movimento. Através da posição do Slider podemos a qualquer altura optar entre um efeito 3D bastante bom, a batalhas em 2d mas com 60 frames por segundo. Tudo isto acompanhado por uma excelente banda sonora, que se enquadra perfeitamente no espírito do jogo. Mesmo o voice-acting, em que podemos optar por inglês ou japonês, está bastante bom independentemente da língua, mas no entanto jogar em japonês enquadra-se melhor no espírito do jogo.


Não surge como uma alternativa a Super Street Fighter 4 3D Edition, mas como outro bom jogo de luta portátil. É um jogo que também sabe tirar partido da consola e das suas funcionalidades: SpotPass para download de roupas e desafios; StreetPass para lutas contra outros jogadores que encontramos (sendo um dos primeiros excelentes exemplos de como o SpotPass pode oferecer mais conteúdo aos jogos); utiliza o Giroscópio seja no menu principal, no modo Showcase ou até mesmo ao abanar a consola obtemos uma surpresa nos modelos femininos. Utiliza também as Game Coins para desbloquear conteúdo aleatoriamente, como mais dioramas ou roupas alternativas para as personagens.

Ler Mais >

11 de julho de 2011

Aplicação Nintendo Video chega à 3DS dia 13 de julho

A partir de dia 13 de julho, será possível descarregar para a Nintendo 3DS a nova aplicação Nintendo Video a partir da eShop. Esta nova aplicação irá dar acesso a um conjunto de novos conteúdos em vídeo, tanto em 2D como em 3D, que incluem clipes de comédia, animações e videoclips musicais, entre outros. Os vídeos da aplicação estarão disponíveis durante um período de tempo limitado, ao fim do qual são automaticamente substituídos por novos conteúdos - os downloads são feitos automaticamente graças à funcionalidade SpotPass da consola.

Segundo uma press release da Nintendo, "O conteúdo inicial da aplicação Nintendo Video incluirá episódios selecionados de Oscar's Oasis, a encantadora série de TV animada produzida pela TeamTO & TUBA, que poderá ser vista pela primeira vez em 3D na Nintendo 3DS. A D4D, especialista em 3D, também produziu uma série de episódios exclusivos de Magic Tricks for your Nintendo 3DS em 3D que trarão para a palma da sua mão todo o entretenimento dos truques com cartas clássicos e das ilusões óticas em 3D."

Para tirar proveito da funcionalidade SpotPass, basta transportar a consola em Modo de Descanso. Esta irá ligar-se a redes públicas Wi-Fi que encontre ao longo do percurso e fazer download de novos conteúdos para esta e outras aplicações.
Ler Mais >

7 de julho de 2011

Antevisão: Jogos Nintendo 3DS para 2011/2012

A Nintendo Ibérica tomou a iniciativa de abrir as portas à imprensa para dar a conhecer os jogos que tenciona lançar no mercado até ao final deste ano (e princípios de 2012) para as suas consolas DS, 3DS e Wii. Estavam presentes versões jogáveis dos diversos jogos, que foram também apresentados na E3 em Los Angeles há poucas semanas atrás. Dos vários títulos presentes, seguem-se algumas impressões dos principais jogos disponíveis para a Nintendo 3DS.

Star Fox 64 3D
Sendo um remake do jogo Star Fox 64 (Lylat Wars na Europa) para a Nintendo 64, foi surpreendente observar que a jogabilidade se mantém quase inalterada, mas que os gráficos foram substancialmente melhorados desde então. Os efeitos de luz e os reflexos na água são alguns dos pormenores que se destacam neste ambiente fiel ao jogo original, mas bastante enriquecido. Há ainda um modo alternativo em que o controlo da nave se baseia no giroscópio mas, mesmo assim, o jogo aparenta trazer poucas novidades a quem jogou a versão N64.

Metal Gear Solid: Snake Eater
Infelizmente, este jogo não causou grande impressão. Mesmo tendo em conta que é um remake fiel de um jogo PS2 (até com algumas melhorias visuais), o aspecto gráfico de Metal Gear Solid 3D ficou aquém do que outros jogos da consola têm para mostrar. A jogabilidade implementa várias características novas da 3DS sem quebrar com o tradicional da série, mas isto é algo que os fãs irão apreciar. Resta saber se é o suficiente para trazer novos fãs à série Metal Gear, pois parece ser mais orientado aos nostálgicos da versão original.

Kid Icarus: Uprising
"Sorry to keep you waiting!", diz Pit a todos os que há muito aguardavam um novo jogo da série. Mas será este o verdadeiro público-alvo do jogo? Kid Icarus é um jogo bastante diferente daquilo que era na NES, embora use a mesma temática principal e os mesmos designs para os personagens. Este pode ser caracterizado como um shooter/slasher, um género ainda em falta na Nintendo 3DS e mais focado no público juvenil. No início de cada nível, o jogo é semelhante ao Star Fox mas, pouco tempo depois, Pit perde o poder de voar e segue a pé, o que oferece alguma variedade ao jogo. Infelizmente, os controlos requerem alguma habituação por utilizarem em simultâneo o circle pad e a stylus, acabando por não ser tão acessível como o Star Fox 64 3D.

Super Mario
Dos criadores de Super Mario Galaxy. Por si só, seria argumento suficiente para não esperar nada a não ser o melhor para este jogo. Aqui notam-se muito mais as influências dos jogos clássicos da série em 2D, como este se fosse o primeiro "Super Mario Bros." em 3D: Mario é controlado com o analógico, há um botão para saltar, outro para correr e ainda outro para movimentos especiais como agachar e fazer um salto em comprimento. Neste jogo não há HP: tal como nos jogos 2D, há apenas Mario (quando fica pequenino), Super Mario e os fatos especiais, como a Fire Flower e o Tanooki Suit que está de regresso. Os níveis são compostos por áreas pequenas e não são muito extensos, mas são tão ou mais desafiantes do que os de Super Mario Galaxy 2. Sem dúvida um dos candidatos a jogo do ano para a 3DS, mas com uma concorrência muito agressiva de outro jogo do Mario para 2011: Mario Kart.

Mario Kart
Se várias demos impressionaram pelo seu aspecto gráfico, nenhuma alcançou o feito conseguido em Mario Kart: 3D a 60fps na Nintendo 3DS. À primeira vista, isto parece um mero pormenor técnico a referir mas, na realidade, causa uma enorme diferença entre este jogo e os restantes. Graças a esta fluidez, o jogo transmite uma sensação de velocidade fantástica e um efeito 3D bastante sólido que, em comparação, faz os restantes jogos na consola parecerem algo "desconsolados". A jogabilidade é exactamente a que se espera de um Mario Kart, favorecida pelo circle pad da consola. Os karts possuem agora uma asa delta para controlar o percurso no ar durante um salto e uma turbina para andar debaixo de água, duas mecânicas que foram muito bem inseridas e acabaram por enriquecer os circuitos de corrida. Não só um candidato a jogo do ano, mas também a criar uma referência nas expectativas dos jogadores em relação ao 3D na consola. Fantástico.

Luigi's Mansion 2
Embora com lançamento previsto para 2012, o Luigi não quis faltar à festa e trouxe uma aguardada sequela para o jogo de lançamento da Nintendo Gamecube. O jogo é daqueles casos ideais para ver em 3D, graças à sua perspectiva de câmara que faz cada divisão da mansão parecer uma pequena caixa dentro do ecrã. Os gráficos são também excelentes e a utilização do 3D é muito bem aproveitada para efeitos surpreendentes: por exemplo, quando o Luigi aponta a lanterna na direcção do ecrã, a sensação de encandeamento é mais forte num dos olhos, conforme o ângulo da luz. A jogabilidade é muito boa e a ausência de um segundo controlo analógico foi compensada com o giroscópio, usado na vertical para controlar o aspirador – prático, intuitivo e não afecta a sensação de 3D. Sem dúvida um jogo a manter debaixo de olho até ao próximo ano.
Ler Mais >

6 de julho de 2011

Como tirar melhores fotos 3D com a Nintendo 3DS


A propósito da exposição Dimensões que está patente no MUDE até dia 10 de Julho, a Nintendo lançou uma página na internet onde apresenta os vários fotógrafos que colaboraram no projecto e oferece algumas dicas para fotografar com a 3DS em http://dimensoes.com.pt/. Além disso, o site permite fazer download de algumas das fotos da exposição, que podem ser copiadas para o cartão SD e visualizadas na Nintendo 3DS (infelizmente, tentar fazê-lo directamente através do browser da consola não irá funcionar).

Inspirados pela exposição e respectivo website e, tendo em conta que a câmara 3D é realmente uma excelente funcionalidade da Nintendo 3DS, decidimos partilhar aqui algumas dicas para tirar melhores fotos com a consola, seja por motivos de expressão artística ou apenas para impressionar os amigos.
  1. Atenção às distâncias. Uma foto tirada demasiado perto pode ficar desfocada ou causar dupla imagem (e perder o efeito 3D), mas uma foto tirada a uma grande distância irá parecer uma simples foto 2D. Uma boa forma de fotografar uma paisagem em 3D será incluir uma pessoa ou um objecto que se destaque em primeiro plano, o que vai evidenciar a distância  e dimensão dos elementos ao fundo.
  2. Fotografar miniaturas. Sejam maquetes de edifícios, construções em LEGO ou action figures de personagens de videojogos, é muito fácil recriar o efeito de miniaturas no interior do ecrã com a câmara 3D. Por exemplo, colocar 3 objectos a distâncias diferentes e colocar o foco 3D (usando o circle pad da consola) no elemento que se encontra ao meio irá fazer com que o da frente pareça "sair" do ecrã.
  3. Boa luminosidade. As câmaras da 3DS gostam bastante de luz e perdem qualidade em condições de baixa luminosidade. Ainda assim, as opções da câmara permitem ajustar o brilho e o contraste da imagem ou seleccionar um filtro digital mais adequado a baixa luz. Irá conseguir-se um efeito 3D mais rico com uma foto de exterior à luz do dia e com elementos de cores fortes e distintas, por exemplo.
  4. Pontos de fuga. Nada como apanhar o prolongamento de uma parede ou uma vedação em perspectiva para destacar o efeito de profundidade. Fotografar a fachada de um edifício de frente poderá ter pouco interesse a nível do 3D, mas um ângulo inclinado irá produzir resultados surpreendentes.
  5. Ajustar o foco 3D. O circle pad permite controlar o ponto de "focagem 3D" no momento em que a foto é tirada, mas também é possível fazê-lo depois. Funciona particularmente bem quando se pretente destacar um objecto à frente, fazendo as duas imagens coincidir num objecto situado mais atrás. É importante não afastar demasiado as imagens do objecto mais próximo, ou será quebrado o efeito, dando uma sensação parecida à de tentar focar com os olhos a ponta do próprio nariz.
Além destas dicas sobre como tirar fotos, resta saber como as partilhar. O browser da Nintendo 3DS permite fazer upload das imagens para a internet, assim como visualizar fotos 3D. Por exemplo, utilizando o serviço de email da Google, o Gmail, é possível enviar fotos 3D por email como imagem em anexo. Caso a pessoa abra a mensagem num browser convencional, irá ver uma foto 2D como outra qualquer. No entanto, se o fizer com o browser da 3DS, poderá ver a foto em 3D tal como foi enviada. Há ainda o site 3DPorch, construído especificamente para permitir a partilha de fotos 3D e já com uma grande comunidade de utilizadores, oferecendo várias possibilidades de visualização para que todos possam ver o conteúdo partilhado.

Boas fotos e boas partilhas!
Ler Mais >

2 de julho de 2011

Nintendo DS e 3DS: Principais lançamentos 3º trimestre 2011


Foi divulgada a lista de lançamentos previstos para a Nintendo DS e 3DS durante o 3º trimestre de 2011, e lá podem ser encontrados alguns títulos bastante interessantes, incluindo algumas surpresas. A Nintendo DS abre as hostes com o jogo Solatorobo: Red The Hunter (lançado a 1 de julho), um jogo repleto de acção e fantásticas sequências de animação, num universo que mistura a fantasia com ficção científica e alguns dos melhores gráficos já vistos na consola. Mais informações no site oficial do jogo.


Embora não haja muito mais a destacar nos lançamentos previstos para a DS, a Nintendo anunciou que o próximo título na saga Layton (e o último para a DS) irá chamar-se Professor Layton and the Spectre's Call. Não foi confirmada a sua data de lançamento, mas o mês de outubro será um bom candidato a receber o jogo cuja história dá início a uma trilogia de prequelas à série original.


Já a Nintendo 3DS promete um verão mais animado, começando logo com Resident Evil: The Mercenaries 3D (lançado a 1 de julho). O jogo é um título ao estilo arcade que consiste em matar o maior número de zombies num curto espaço de tempo, e permite fazê-lo sozinho ou em modo cooperativo via wireless local ou através da internet. O principal objectivo da Capcom é trazer os fãs da série para a 3DS e prepará-los para o novo Resident Evil: Revelations, ao ponto de terem incluído uma pequena demo jogável em Mercenaries 3D (trailer).


Para o dia 9 de setembro, está previsto o lançamento de Star Fox 64 3D, o remake de um clássico da Nintendo 64 conhecido na Europa como "Lylat Wars" e que ainda hoje é considerado um grande shooter espacial. Com este jogo, a Nintendo parece querer reavivar a nostalgia dos fãs da série e trazer-lhe uma nova audiência. Teremos um Star Fox original a caminho? Ainda em setembro, regressa o clássico Shinobi da SEGA, com um título completamente original e um novo estilo artístico, dedicado aos jogadores mais hardcore, no sentido original da palavra (trailer). Já os fãs de puzzles e plataformas devem ficar atentos ao lançamento de CRUSH3D, também da SEGA, baseado num jogo da PSP e que promete uma jogabilidade bastante interessante (trailer).


Sem data específica, mas anunciados para este trimestre estão dois jogos da Konami para públicos bastante distintos. O primeiro é Metal Gear Solid: Snake Eater, o remake de um dos mais populares jogos na PS2 que apresenta algumas melhorias gráficas e uma série de novas funcionalidades que aproveitam as capacidades da nova consola. Sem dúvida um dos must-haves do trimestre para muitos jogadores. Já os fãs de Professor Layton mais impacientes poderão interessar-se por Doctor Lautrec and the Forgotten Knights, um jogo com um estilo bastante semelhante e que promete também bastantes puzzles e mistérios (trailer).


Há ainda que ficar atento aos serviços digitais, com novos títulos descarregáveis através da Nintendo eShop todas as semanas, lançados às quintas-feiras. Recomendamos vivamente o download do título The Legend of Zelda: Link's Awakening DX, um fantástico clássico Virtual Console da Gameboy Color que já está disponível para download.
Ler Mais >