Notícias

Análises

15 de setembro de 2011

Zenonia


Actualmente o estilo retro é bastante apreciado, sendo curioso ver jogos que se inspiram em grandes clássicos de Super Nintendo e Mega Drive, mas que continuam bastante actuais. Zenonia foi bem aclamado para iPhone e Android, e esta versão DSiWare (e eShop) troca os botões digitais dos ecrãs tácteis por físicos, sendo um ponto bastante a favor desta versão.


Falamos de um jogo com visuais muito ricos, com um bom estilo artístico e gráficos cheios de detalhe. Lembra-nos imediatamente de Zelda, onde a jogabilidade é a de um tradicional RPG de Acção como na série Secret of Mana. No entanto, ao contrário desses grandes clássicos, os controlos limitam-nos a 4 direcções e em grelha, tal como em Pokémon, o que é bastante negativo neste género de jogos. Mesmo assim conseguimos tirar partido de um interessante sistema de classes, cada uma com habilidades e equipamentos próprios, o que nos motiva para subir de nível.


É uma aventura extensa com muitas horas de jogo, maior do que contamos inicialmente e até maior que muitos jogos vendidos fisicamente, com diversos cenários onde os visuais e os inimigos que nele habitam são fortes motivos para descobrir novos locais. Infelizmente a história fica bastante a desejar. A grande maioria das personagens só tem uma emoção, a de fúria, e estão constantemente aborrecidas com algo. A banda sonora é outro ponto negativo, que por muito potencial que teria, consiste em loops repetitivos e muito curtos, interrompida sempre que acedemos ao menú, surgindo um silêncio incomodativo.


O ecrã táctil serve apenas para apresentar um mapa e informações adicionais. Embora bastante úteis, este ecrã poderia ter sido melhor aproveitado, onde por exemplo, todo o ruído e informação de status e habilidades da personagem poderia ter sido transmitido para este. Todo o jogo aparenta que se trata de um port feito à pressão, que se incontra inacabado à espera de ser actualizado, onde alguns dos problemas aqui apresentados já foram corrigidos em outras versões.


É um jogo recomendável, principalmente para os fãs dos géneros de aventura e de RPGs. O jogo necessita de uma actualização, mas talvez o mais importante é o lançamento das 2 sequelas já disponíveis noutros formatos, principalmente para 3DS, tirando melhor partido dos ecrãs com maiores dimensões e, quem sabe, do efeito 3D.