Notícias

Análises

9 de agosto de 2011

Pokédex 3D


Os fãs de Pokémon tiveram uma grande surpresa com o lançamento da Nintendo eShop: uma aplicação gratuita dedicada especialmente aos jogadores de Pokémon Black e Pokémon White (mas não só), onde é possível ver em 3D todos os monstros desta última geração, assim como informação bastante detalhada do seu Pokédex.


Com o download da aplicação, estão incluídos apenas 16 pokémon. Os restantes são obtidos através do modo SpotPass da consola, que oferece diariamente um máximo de 3 criaturas. É possível também obter novas entradas no pokédex através de amigos com transferências por wireless e, em alguns casos, com códigos especiais de Realidade Aumentada. Como em tudo na série Pokémon, um dos principais objectivos é coleccionar todos e algumas criaturas só serão desbloqueáveis através de trocas com amigos.


Os pokémon em 3D estão muito bem modelados e animados (muitos estão mesmo excelentes) e as informações apresentadas são bastante úteis: tudo aquilo que é preciso saber, mas sem chegar ao pormenor extremamente técnicos de páginas como o serebii.net. Mas nem só de informações vive esta aplicação. Aliás, a sua melhor funcionalidade é a interacção com os códigos de Realidade Aumentada que foram criados para cada criatura. Estes podem ser encontrados na internet ou em revistas de jogos, por exemplo, mas também podem ser impressos ou até mesmo desenhados com facilidade numa folha quadriculada, por exemplo.

 

Com estes códigos, é possível fotografar os pokémon preferidos em qualquer lado, e até vários em simultâneo. Infelizmente, nem a resolução da câmara é aproveitada, nem o efeito 3D. Ainda assim, as pequenas fotos ficam guardadas no cartão SD da consola e podem ser partilhadas como qualquer outra foto da 3DS. Ao utilizar bastante a câmara com diferentes pokémon, será desbloqueado um modo que permite utilizar qualquer imagem como fundo e sobrepor os monstros depois — o resultado é bastante divertido!


Pokédex 3D não leva pontuação, mas fica a nota de que é um download obrigatório e deixamos ainda um pequeno brinde aos nossos leitores, que podem abrir na aplicação: