Notícias

Análises

4 de janeiro de 2011

Nintendo DS: Jogos do Ano 2010

O ano 2010 não trouxe abundância de jogos à Nintendo DS. No entanto, essa escassa oferta caracterizou-se por um conjunto brilhante de jogos, capazes de preencher (e até sobrecarregar) o calendário dos jogadores – pelo menos dos apreciadores de RPGs, género em que a consola é rainha. O mais complicado foi, no entanto, escolher o melhor. Os dois jogos de topo são igualmente extraordinários, cada um pelos seus motivos... curiosamente, desenvolvidos pela mesma empresa.

5 – Final Fantasy: The 4 Heroes of Light
Depois dos desvios à formula verificados nas últimas iterações da série Final Fantasy, a Square-Enix presenteou os seus fãs mais hardcore num jogo ao estilo mais retro, embelezando-o com um excelente grafismo que explora as capacidades da DS ao limite e um dos melhores sistemas de controlo táctil já vistos num RPG.

4 – Pokémon HeartGold/SoulSilver
Estes remakes dos originais Pokémon Gold/Silver não só trouxeram aqueles que foram considerados os melhores jogos da série a todas as novidades da 4ª geração introduzida na DS, mas também incluíram o "Pokéwalker", um dispositivo que permite trazer no bolso uma criatura à escolha e que regista os passos dados ao longo do dia, trazendo depois vantagens para o jogo em si! Um excelente jogo mesmo para quem já tinha jogado Pokémon Diamond/Pearl ou Platinum.

3 – Golden Sun: Dark Dawn
Golden Sun e Golden Sun: The Lost Age foram os melhores RPGs lançados na Gameboy Advance. Dark Dawn traz de volta o incrível estilo artístico dos originais, mas a 3 dimensões. Acompanhado por uma densa história e um fantástico sistema de batalhas, sem deixar para trás os puzzles ao estilo Zelda, é um jogo cujo brilho consegue apenas ser ofuscado pela genialidade de outros dois lançamentos para a DS... [ver análise]

2 – Professor Layton and the Lost Future
Pode um jogo fazer-nos chorar? Professor Layton dispensa apresentações, mas a capítulo final da trilogia supera, com uma mestria impressionante, tudo o que foi visto nos jogos anteriores. Mais e melhores puzzles, diálogos e animações são apenas um pretexto para contar esta surpreendente história. É difícil surpreender quando as expectativas são demasiado altas, e mesmo assim a Level-5 conseguiu: este é um jogo digno de Layton lhe tirar o chapéu.

1 – Dragon Quest IX
O mais moderno dos RPGs clássicos, com uma história repleta de pequenas outras histórias, capaz de conjugar multiplayer e intensas batalhas por turnos sem se descuidar em criar uma sólida experiência em single player. Acrescentando à fórmula personagens customizáveis, mapas secretos do tesouro, os melhores gráficos possíveis na DS e um ano completo de conteúdos adicionais, a Level-5 criou na portátil da Nintendo um dos melhores RPGs tradicionais alguma vez feitos, daqueles que nos deixam agarrados durante horas e horas a fio, sem dar conta do tempo passar. [ver análise]