Notícias

Análises

11 de março de 2010

5 Anos de Nintendo DS


11 de Março de 2005. Celebra-se hoje o 5º aniversário do lançamento da Nintendo DS no mercado europeu. Durante estes 5 anos, a DS tornou-se a consola mais vendida do mundo, com um catálogo de jogos absolutamente fantástico. Entre os seus maiores êxitos, encontram-se jogos como New Super Mario Bros., Nintendogs, Brain Training e a série Pokémon.

Daí surgiu a ideia de criar este blogue onde irei apresentar pequenas análises da minha colecção de jogos Nintendo DS. O principal objectivo é criar um registo público das minhas impressões acerca de cada um dos meus jogos, que poderão (ou não) servir de referência para outras pessoas que tenham interesse na consola.


O sucesso da Nintendo DS não se deve apenas à qualidade dos seus jogos, mas também à capacidade da Nintendo em redesenhar e reinventar a consola ao longo dos anos. A 23 de Junho de 2006, é lançada a Nintendo DS lite, com um design extremamente melhorado em relação à original e com ecrãs de muito melhor qualidade. O seu lançamento acompanhou o aumento de popularidade dos jogos menos convencionais que começaram a atrair mercado para além dos jogadores tradicionais.


A 3 de Abril de 2009, é lançada a Nintendo DSi, uma nova versão da consola que lhe acrescenta uma série de funcionalidades exclusivas (podendo ser considerada uma espécie de "DS 1.5"), entre as quais duas câmaras fotográficas e o serviço de jogos por download DSiWare, para além das melhores capacidades de processamento. 11 meses depois, é lançado no mercado um modelo alternativo para a DSi.



A Nintendo DSi XL, lançada a 5 de Março de 2010, consiste numa versão gigante da Nintendo DSi, com ecrãs de melhor qualidade e 93% maiores que os ecrãs da DS original e DS lite. Orientado ao segmento de jogadores que preferem utilizar a DS em casa, este modelo apresenta-se como uma opção de compra alternativa e não como uma tentativa de substituição da DSi. Por esta altura, correm já rumores de que a "Nintendo DS 2" poderá ser lançada no próximo ano mas, de momento, não existe qualquer confirmação oficial.